Candidato a federal de Allyson, Lawrence teve sogro beneficiado com aditivo assinado após conclusão de obra (Foto: reprodução)

Obra aditivada pela prefeitura após conclusão foi realizada por empresa do sogro de Lawrence. Explicação de vereador não se sustenta nos fatos

A reforma do Memorial da Resistência foi realizada pela empresa J. Z. R. Construcoes LTDA que pertence a José Zelito Nunes que vem a ser sogro do presidente da Câmara Municipal Lawrence Amorim (SD), que vem a ser um dos principais aliados do prefeito Allyson Bezerra (SD), inclusive seu candidato a deputado federal nas eleições deste ano.

Atualmente a empresa é administrada por dois cunhados de Lawrence: José Zelito Nunes Junior e Romero Rego Junior.

A obra foi motivo de questionamentos após ser revelado na última semana que que foi assinado um aditivo equivalente a 44,36% do valor inicial da reforma após a sua conclusão.

O assunto provocou controvérsia e foi alvo de debate na Câmara Municipal. O secretário de infraestrutura Rodrigo Lima deve ser convocado esta semana para prestar esclarecimentos na Comissão de Obras, Uso e Ocupação do Solo.

Ao Blog do Barreto, Lima chegou a reconhecer que esse tipo de aditivo é incomum e chegou a dizer que enquanto as obras eram aceleradas o aditivo era feito. Depois ele recuou dessa versão e disse que o documento foi elaborado dentro da normalidade e que foi necessário em virtude do surgimento de novos problemas na obra.

O edital da licitação do Memorial, Estação das Artes e Praça foi lançado em dezembro com as propostas para serem abertas em janeiro, já na gestão de Allyson.

Por meio de nota (ver mais abaixo), Lawrence explicou que a empresa do sogro administrada por seus cunhados ganhou a licitação da reforma do Memorial da Resistência ainda na gestão de Rosalba Ciarlini (PP).

A versão não se sustenta nos fatos.

Na verdade, a antecessora de Allyson Bezerra, lançou o edital em dezembro do ano passado (veja AQUI e AQUI) e o processo de licitação foi concluído na gestão atual. Inclusive, a licitação foi alvo de questionamentos da WSC  Empreendimentos e Construções Ltda.

Licitação foi concluída na gestão de Allyson, inclusive foi alvo de questionamentos (Foto: reprodução)

O julgamento na segunda instância administrativa da Prefeitura de Mossoró ratificou o resultado da licitação dando ganho de causa para J. Z. R. Construcoes LTDA. O prefeito assinou a decisão no dia 25 de maio de 2021 e o contrato foi assinado no dia 30 de junho do mesmo ano no valor R$ 977.827,58. Já o aditivo R$ 433.724,01 saiu no dia 1º de junho de 2022, com a obra já concluída.

A oposição tem reclamado da dificuldade em ter acesso aos documentos da licitação. O assunto promete render desdobramentos esta semana.

Confira a nota de Lawrence Amorim:

Nota à imprensaO empresário Zélito Nunes, meu sogro e amigo, constrói em Mossoró há mais de três décadas. Com os filhos, toca empresa tradicional e respeitada no setor de construção civil da região e RN.Portanto, não foi surpresa terem vencido a concorrência pública para reforma do Memorial da Resistência, em licitação de 2020, na gestão passada. Eu sequer era vereador. O executivo também não era o prefeitoatual, Allyson Bezerra.Como presidente da Câmara Municipal, obviamente sou gestor dos contratos desse poder. Não me caberia responder pela empresa de Zélito nem peloscontratos da Prefeitura.Mas, sou instado a me posicionar sobre a obra do Memorial da Resistência. E faço isso com muita tranquilidade, porque sou convicto daprobidade e lisura da atual gestão em Mossoró, comportamento similar à empresa de Zélito Nunes.O aditivo contratual, objeto de especulação, foi procedimento burocrático necessário para a obra, informou a municipalidade sem titubeios. Em nada desabona a conduta do prefeito Allyson Bezerra e deZélito Nunes.Diante disso, é descabida a tentativa de ligar meu nome à reforma do Memorial da Resistência, como também de colocar tão importante e aguardada obra sob desconfiança.Solidarizo-me ao empresário Zélito Nunes e ao prefeito Allyson Bezerra, pela injusta suspeita que se alimenta, com interesses que vão além e estão aquém do zelo pela coisa pública, como sabemos; a opinião pública,também.Lawrence AmorimPresidente da Câmara Municipal de MossoróMossoró, quarta-feira, 29 de junho de 2022.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter