Uma opinião sobre “Os políticos explicam a nossa sociedade

  • 17 de março de 2017 em 01:37
    Permalink

    Em Mossoró, onde Bom Senso é aceitar caladinho tudo o que fizerem, pois a isto acostumaram o povo, desgraçado daquele que for dotado de Razão e tudo perceber. Fatalmente será tachado de pessoa desprovida de Bom Senso, já que sendo capaz de tudo perceber e julgar não consegue calar-se.
    E em Mossoró, seja qual for o absurdo, não ficar tal qual um cordeirinho é prova cabal de insensatez e até mesmo de loucura.
    Mossoró tem hoje a presidir a Câmara Municipal uma condenada, em primeira instância, por prática de improbidade, a mais de 5 anos de cadeia, o que torna a cidade a única do mundo a ter um presidente de Câmara Municipal condenado por prática de improbidade.
    Todos aceitam este fato como normal. Ninguém dá um pio.
    A vereadora Isolda, que na campanha eleitoral, megafone em punho, bradava que combateria à corrupção, cala-se. A vereadora Isolda tem Razão e Bom Senso. Sabe que em Mossoró é preciso calar. Se não soubesse já estaria liderando a coleta de assinaturas para um manifesto que seria entregue ao TJRN a fim de que os recursos SAL GROSSO, que há anos aguardam julgamento, fossem finalizados.
    O que se pede não é a condenação ou a absolvição de ninguém.
    O que se pede é o julgamento dos recursos. Uma vez julgados os recursos e a presidente da Câmara absolvida, deve ser absolvida, já que ninguém recorre sem achar que a sentença condenatória proferida em 1ª instância foi equivocada, Mossoró não mais servirá de piada por ser a única cidade do mundo a ter a presidir a Câmara Municipal uma condenada por prática de improbidade a mais de 5 anos de cadeia.
    Em Mossoró todos os vereadores são dotados de Razão e, principalmente, de Bom Senso.
    Alex do Frango tem tanto Bom Senso que faz dois dias que tenta, mas não consegue achar tempo para conversar sobre este assunto. A vereadora Isolda certamente não sabe onde está o megafone usado na campanha, mas tão logo o encontre deve iniciar a coleta de assinaturas do manifesto que será entregue no TJRN solicitando o julgamento dos recursos SAL GROSSO.
    Os que iam às praças colher assinaturas para 10 MEDIDAS DE COMBATE À CORRUPÇÃO não poderão assinar este manifesto. Eles têm Bom Senso e só tratam de assuntos nacionais. Lembram Castro Alves que só fitava os Andes. Resta apelar a quem para que este manifesto seja feito e entregue ao Presidente TJRN?
    Ao Padre Sátiro? Ao Padre Flávio?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *