Parlamentares do campo progressista comemoram derrubada de vetos (Fotomontagem: Blog do Barreto)

Parlamentares do RN celebram derrubada de vetos de Bolsonaro a leis da cultura

Os deputados federais Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (PSB) e o senador Jean Paul Prates (PT) celebraram a derrubada dos vetos do presidente Jair Bolsonaro (PL) as leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2 que garante mais de R$ 7 bilhões para os profissionais da cultura ainda afetados pela pandemia.

Natália disse ser uma vitória para a classe trabalhadora. “‘A arte existe porque a vida não basta’. Grande vitória das trabalhadoras e trabalhadores da cultura com a derrubada do veto às leis Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo”, frisou.

Jean disse que a derrubada fez justiça. “Derrubar esses vetos é fazer justiça aos trabalhadores e empreendedores do setor cultural, tão prejudicados durante a pandemia. Cultura não é uma atividade secundária. Ela é a expressão de uma sociedade e promove a reflexão”, declarou.

Rafael destacou a derrubada dos vetos como resultado da mobilização do setor cultural. “O setor cultural se mobilizou contra a decisão de Bolsonaro e conseguimos garantir quase R$ 7 bilhões para socorrer uma das atividades mais atingidas pela pandemia. É uma vitória do Brasil”, avaliou.

A Lei Paulo Gustavo determina o repasse de R$ 3,86 bilhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para fomento de atividades e produtos culturais em razão dos efeitos econômicos e sociais da pandemia de Covid-19. Enquanto a Lei Aldir Blanc 2 prevê repasses anuais de R$ 3 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios para ações no setor cultural durante cinco anos.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter