Vereadores anunciaram formação de novo bloco (Foto: cedida)

Prefeito perde apoio de quatro vereadores e crise fica indisfarçável

Há poucos dias a líder da bancada governista na Câmara Municipal de Natal Nina Souza (PDT) entregou o cargo, mas manteve-se na base do prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB).

A notícia pegou todos de surpresa e acendeu o alerta sobre uma crise do prefeito com a bancada. A história ganhou novo capítulo ontem com as saídas da base dos vereadores Hermes Câmara (PTB), Klaus Araújo (SD), Eribaldo Medeiros (PSB) e Tércio Tinoco (PP).

Eles se juntaram a Anderson Lopes (SD) no bloco que se coloca como independente.

A crise transcorre em um momento em que a oposição busca assinaturas para a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que visa apurar os gastos da Prefeitura do Natal na pandemia.

A proposição conta com seis assinaturas das dez necessárias.

A gestão de Álvaro Dias foi alvo da Operação Rebotalho que investiga superfaturamento na compra de respiradores para o Hospital de Campanha.

O prefeito agora tem na base 19 dos 29 parlamentares da Câmara.

A crise que vinha sendo abafada ficou indisfarçável.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter