Prefeito se reaproxima dos setores produtivos de Mossoró

Em meio a duas crises uma administrativa e outra econômica o bom senso começa a imperar. O prefeito Francisco José Junior (PSD) e os empresários mossoroenses começam a se entender para evitar que o estrago em Mossoró aumente.

Ontem, Francisco José Junior recebeu empresários mossoroenses do setor da construção civil. Na oportunidade ele se comprometeu em intermediar junto ao Governo do Estado a liberação da Declaração de Viabilidade Técnica da Caern. “Acredito que ao expor a situação, junto ao Governo do Estado, conseguiremos sensibilizar a Caern quanto à liberação desses documentos”, afirmou o prefeito.

A iniciativa é fundamental para a liberação de novos financiamentos por parte da Caixa Econômica. ““Estamos com dificuldade em conseguir a liberação de água para as construções. Por isso, o apoio do Executivo Mossoroense facilita a agilidade na resolução deste problema”, frisou Jorge do Rosário, presidente do  Sindicato da Construção Civil de Mossoró (Sinduscon).

A liberação dessas licenças deve permitir a construção de 5 mil novas unidades habitacionais além de segurar a manutenção de algo em torno de mil empregos e permitir a geração de novas vagas em 2016.

Em outro ato, o prefeito assinou a doação de um terreno para Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN) para construção de um Centro de Soldagem em Mossoró. O investimento será em torno de 7 milhões de reais “O Sistema agradece a atenção do Município e reforça que o Centro de Soldagem tem como proposta se tornar uma grande referência nacional e internacional, ampliando a busca de empresas por alunos ainda mais qualificados”, afirmou o presidente da FIERN, Amaro Sales.

Em outra frente, Francisco José Junior está atuando junto ao  setor salineiro tanto em Brasília como em Mossoró. Ele agendou uma reunião entre empresários e o governador Robinson Faria (PSD) para os próximos dias.

Em outra ponta as armas foram baixadas entre o prefeito e as entidades empresariais do comércio. Para a próxima terça-feira está prevista uma reunião entre ele e os representantes da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Sindvarejo. Essas entidades há vários meses tentam se reunir com ele para resolver a questão dos táxis intermunicipais que estão deixando de trazer passageiros para a cidade após as novas normas de embarque e desembarque no município serem implantadas.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *