Presidente afirma que PMN não se coliga na chapa proporcional

Hoje em entrevista ao Meio-Dia Mossoró da 95 FM o presidente do diretório municipal do PMN, Nicodemos Fernandes, afirmou que a o partido não vai se coligar com outras agremiações na chapa proporcional. No máximo com alguma legenda com nomes sem potencial de votos superior ao da legenda. “Não vamos ter a necessidade de coligar na proporcional. Não seria interessante coligar com partido que já tenha mandato”, justificou.
Ele disse que a disputa desse ano terá bem mais coligações aptas a eleger vereadores que no pleito de 2012. “Na eleição passada foram sete coligações que elegeram vereadores. O partido que eleger duas cadeiras será muito porque teremos pelo menos 11 coligações elegendo vereadores. Acredito em duas cadeiras, até uma terceira”, acrescentou.

Sobre a disputa majoritária, Nicodemos disse aguardar com cautela, mas enfatizou que o prefeito Francisco José Junior (PSD) tem sido correto com o partido. “Eu analiso o que toca a majoritária com muito respeito. A nossa aliança com Francisco José Junior muito interessante. A gente precisa esperar que o prefeito se defina e as outras candidaturas”, explicou.

O grupo que forma o PMN mossoroense tem origem no que integrou o PSL nas eleições 2004 quando numa chapa isolada elegeu o vereador Sargento Osnildo e em 2008 Maria das Malhas e Flávio Tácito.  Nas eleições de 2012 o grupo migrou para o PTN onde Narcízio Silva e Genilson Alves foram eleitos e o partido ainda deu o suporte que garantiu o mandato de Tassyo Mardonny (PSDB).

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter

Canal Bruno Barreto