Professor mossoroense é bloqueado por Bolsonaro por provocação relacionada ao caso Dom e Bruno

O professor de história Tales Augusto foi bloqueado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) após fazer críticas ao mandatário nacional no Twitter.

Ao Blog do Barreto, Tales explicou que sempre fez comentários críticos nos posts do presidente e o que culminou com o bloqueio foi um relacionado à morte do jornalista inglês Dom Phlips e do indigenista Bruno Pereira (confira na imagem abaixo).

Ao tomar conhecimento do bloqueio Tales ironizou nas redes sociais: “Caro Pensador Poeta dos Mais Variados Assuntos Aleatórios, fui bloqueado!”.

Ao Blog, Tales reconhece que sempre provocou os presidente nas postagens. “Toda vez que ele postava eu metia o sarrafo ou tirava onda até ele apelar”, disse em tom de risada. “Quase sempre a GADOLÂNDIA 🐂🐄 apelava comigo”, completou.

Tales é professor de história no Campus de Apodi do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Bolsonaro se diz defensor incondicional da liberdade de expressão.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter