Quase 70% dos potiguares ignoram influência dos prefeitos antes de decidir o voto

Um dos argumentos nas conversas políticas para definir força política de candidatos ao Governo e Senado no Rio Grande do Norte é a quantidade de prefeitos que os candidatos juntam.

Os resultados das últimas eleições mostram que ter muitos prefeitos não é garantia de vitória e a pesquisa Data Vero divulgada pela 98 FM confirma isso mostrando que quase 70% dos eleitores desconsideram a influência dos prefeitos na hora de decidir o voto.

Confira os números:

Governo do RN

Se o prefeito da sua cidade pedisse seu voto para um candidato ao Governo do Estado, o senhor atenderia?

Não: 67,99%

Sim: 20,15%

Não sabe/não respondeu: 11,86%

Se o prefeito da sua cidade pedisse seu voto para um candidato ao Senado, o senhor atenderia?

Não: 67,44%

Sim: 20,82%

Não sabe/não respondeu: 11,74%

O padrão nos dos casos é praticamente o mesmo e as últimas eleições mostram isso. Em 2018, o então governador Robinson Faria (na época no PSD) e o ex-prefeito do Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) tinha praticamente todos os prefeitos com eles. Perderam para a hoje governadora Fátima Bezerra (PT). Para o Senado o mais votado, Styvenson Valentim (Podemos), acabou se elegendo sem ter um único prefeito lhe declarando apoio.

O Instituto Data Vero ouviu 1.500 eleitores entre os dias 28 de junho e 1 º de julho. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos BR-08402/2022 e RN-00701/2022.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter