RN é o Estado das regiões Norte e Nordeste em que as pessoas mais vão a consultas médicas, aponta IBGE

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019 levantou o percentual de pessoas que consultaram médico nos últimos 12 meses. No RN, 75,4% consultaram; proporção um pouco menor que a média nacional, que foi de 76,2%. Esse dado norte-rio-grandense representa a maior percentual entre os estados das regiões Norte e Nordeste.

Esse é um dos resultados do primeiro volume da PNS 2019. Divulgado hoje (04) pelo IBGE, o volume apresenta dados sobre domicílios, acesso e utilização de serviços de saúde. A coleta dos dados ocorreu entre agosto de 2019 e fevereiro de 2020. Em parceria com o Ministério da Saúde, a pesquisa estrutural está prevista para ocorrer a cada cinco anos.

O estudo ainda mostrou que no Rio Grande do Norte 82,3% da população procura o mesmo médico ou serviço de saúde quando precisam de atendimento, esse percentual é maior que as médias do Brasil (76,5%) e do Nordeste (76%). Apenas Alagoas (82,3%) e São Paulo (82,5%) têm proporções semelhantes à do Estado potiguar.

Nessa perspectiva, quanto maior o nível de instrução, menor é a parcela da população que costuma repetir o lugar ou profissional de quem recebe atendimento. No Rio Grande do Norte, 84,6% das pessoas sem instrução ou com ensino fundamental incompleto procuram o mesmo médico ou serviço de saúde quando precisam de atendimento. Entre as pessoas com ensino superior completo, 76,9% têm esse comportamento.

Planos de Saúde

No RN, 18,7% das pessoas têm plano médico ou odontológico, enquanto a média nacional é de 28,5%. Apesar de a proporção de potiguares com algum desses planos ser maior que a média do Nordeste (16,6%), esse dado evidencia a elevada dependência dos norte-rio-grandenses da rede pública de saúde, tendo em vista que 81,3% não têm plano nem médico nem odontológico.

A pesquisa também constatou que 16,4% dos potiguares têm plano de saúde médico (não inclui os planos exclusivamente odontológicos). Essa é a terceira maior proporção entre os estados do Nordeste. No Brasil, 26% da população possui um plano de saúde médico.

No que diz respeito aos planos odontológicos, 10,5% dos norte-rio-grandenses têm o serviço, menos que a média do Brasil (12,7%).

Fonte: IBGE

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *