Rogério Marinho culpa UERN por crise do RN, mas custa ao contribuinte o equivalente a 52 alunos da universidade

rogerio_uern

“…o RN não pode suportar o custo de uma Universidade estadual se não consegue cumprir suas obrigações constitucionais com o ensino médio”, essas foram as palavras do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) que saiu em defesa do presidente do Tribunal de Justiça Cláudio Santos que propôs que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) seja privatizada.

O tucano elogiou o magistrado pela coragem em tomar medidas impopulares contra os servidores do judiciário e por dizer o que o governador Robinson Faria (PSD) não tem coragem de dizer.

O problema é que as declarações de Rogério Marinho em defesa da coisa pública nada têm a ver com o comportamento do parlamentar no tocante ao uso de regalias concedidas aos parlamentares.

O tucano custou nos primeiros nove meses de 2016 R$ 441.273 somando salários e benesses. Levando em consideração que um aluno da UERN custa em média R$ 944/mês e que nesse mesmo período (nove meses) somou R$ 8.496, Rogério Marinho equivale ao investimento em 52 alunos da universidade que mais forma professores para dar aulas no ensino médio no interior do Estado.

Rogério ganha 33.763,00 de salários, mais do que o custo de uma turma de medicina (ver matéria AQUI) e ao longo deste ano já consumiu R$ 407.510 em verba indenizatória.

Só com telefonia, o mandato de Rogério custa R$ 11.522, isso daria para pagar o custo um aluno da UERN em nove meses e ainda sobrava um troco. Quer mais? Só com aluguel de veículos ele já gastou R$ 54 mil do contribuinte, o que garantiria a permanência de seis alunos uernianos no período.

Rogério já gastou R$ 81.200 em consultorias e trabalhos técnicos (pagaria nove alunos), R$ 90.700 em divulgação da atividade parlamentar (quase o equivalente a 11 alunos no período), R$ 16.895 em combustíveis (daria para manter praticamente dois estudantes) e R$ 120.321 em passagens aéreas (mais 14 alunos). Isso apenas ficar em alguns pontos.

O problema não está na existência de uma universidade estadual que forma professores que dão aulas em escolas de ensino médio do interior do Estado, mas nas regalias de nossa classe política.

Compartilhe:

Comments

comments

9 opiniões sobre “Rogério Marinho culpa UERN por crise do RN, mas custa ao contribuinte o equivalente a 52 alunos da universidade

  • 3 de novembro de 2016 em 15:49
    Permalink

    Será que em 2018 ele vai querer votos dos alunos da uern?

    Resposta
    • 4 de novembro de 2016 em 15:37
      Permalink

      Não gostaria. Mas acho q vão eleger essa praga de novo. Luiz Almir q o diga. Falou mal dos professores e elegeram essa peste

      Resposta
  • 3 de novembro de 2016 em 15:55
    Permalink

    Teve vereador aqui em Mossoró que falou mau dos alunos da Uern e foi condecorado com a não reeleição. Kkk

    Resposta
  • 3 de novembro de 2016 em 17:48
    Permalink

    Deputado, o RN não suporta mais políticos corruptos e demagogos…, a UERN é uma instituição séria e que traz um grande benefício ao Estado, proporcionando boa educação aos alunos carentes,.., seria bom que políticos começassem a trabalhar pelo povo ao qual prometeram representar, esse seu discurso está longe de ser o anseio da nossa sociedade, …

    Resposta
  • 3 de novembro de 2016 em 20:41
    Permalink

    Eu fico imaginando. Certamente Rogério Marinho e Cláudio Santos foram formados em Universidade Pública. Agora querem fechar a UERN? Certamente na próxima eleição, o Rogério Marinho não aceitará os votos dos alunos, professores e funcionários da UERN. Espero que em 2018, os cidadãos do RN tenham aprendido a lição.

    Resposta
  • 3 de novembro de 2016 em 20:53
    Permalink

    O deputado fala e educação sem saber o que é estar no meio dela! Em sua biografia está escrito ‘professor’ porém sua formação não condiz com o resumo lá escrito. Se qq um for ver sua biografia, perceberá que ele tem dinheiro para pagar um curso superior, por este motivo falou tal asneira.

    Resposta
  • 3 de novembro de 2016 em 23:35
    Permalink

    Matéria tendenciosa. Pegam uma frase e a retiram do contexto. Ele fala da falência do ensino público no nosso estado. Querer uma análise apartidária neste blog seria querer demais.

    Resposta
  • 4 de novembro de 2016 em 00:19
    Permalink

    Traga um óleo de peroba tamanho gigante pra passar na cara desse FDP, 2018 vem aí, saia candidato a reeleição que vai ter a resposta de universitários e familiares!!

    Resposta
  • 4 de novembro de 2016 em 00:24
    Permalink

    Coragem p cortar o dos outros é fácil. Mas moral p não se dar aumento e dizer que é constitucional não existe p esse povo. Bando de cretino! Não engulam essa história de pec, se querem economizar comecem cortando os seus salários e privilégios. Para ai um dia começar a pensar em cortar o dos outros.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *