Rosalba aprendeu a dialogar?

Sindguardas
Pressão do Sindguardas forçou audiência que em outros tempos seria ignorada

A pergunta acima me foi feita pelo ouvinte do Meio-Dia Mossoró da 95 FM Luizinho de Upanema. De fato, tirando os noves fora da guerra entre guardas municipais e o general Eliezer Girão, ela tem se mostrado mais afeita ao diálogo com os servidores.

Lições aprendidas pela traumática passagem pelo Governo do Estado? É cedo para afirmar. Afinal de contas a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) está apenas começando a gestão e está tratando de problemas com os servidores deixados pelo antecessor Francisco José Junior (PSD).

Mas de fato ela tem se mostrado mais disponível ao diálogo. Já se reuniu com o Sindserpum duas vezes. Trouxe uma proposta que não foi aceita. Agora ela apresentou uma melhor e propôs um novo diálogo sobre o atraso salarial para o próximo mês.

Há, claro, a dificuldade com os guardas municipais que ameaçaram ocupar o Palácio da Resistência ontem. Mas com diálogo a crise foi contornada e a prefeita vai recebe-los no dia 31 de janeiro graças a pressão dele, mas qualquer pessoa emocionalmente afastada das paixões políticas sabe que em numa ocasião como essa a Rosalba do passado faria ouvidos de mercador.

Dá para dizer que existem sinais claros que a prefeita versão 4.0 está mais afeita ao diálogo. Isso é bom. A política do século XXI cobra isso.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *