Rosalba faz escolha óbvia

Quem lê minha coluna em O Mossoroense já sabia que a ex-governadora Rosalba Cairlini iria para PP. Ela tinha tentando assumir o comando do PTB, mas foi derrotada em uma disputa com o grupo do deputado estadual Ricardo Motta (PROS).

Como Dilma Rousseff sancionou a reforma política liberando a janela da troca de partidos, Motta e o filho/deputado federal Rafael vão esperar as águas de março para sair do PROS, que está fadada a extinção para assumir o PTB no Rio Grande do Norte.

Sem alternativas, Rosalba fez o caminho óbvio: o PP cujo comando é do ex-deputado federal Betinho Rosado, cunhado dela. Ficou tudo em casa.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Rosalba faz escolha óbvia

  • 30 de setembro de 2015 em 14:29
    Permalink

    “Voltar é uma forma de renascer. Ninguém se perde na volta. “José Américo de Almeida.A ex-governadora que já foi filiada ao PDS,PDT,PFL, DEM e agora ao PP está de volta às origens. Senão vejamos: de um racha no PDS surgiu o PFL este transformou-se em DEM, o que restou do PDS transformou-se PP. Mas para a ex-prefeita partido é apenas a “senha” para participar da comezaina, portanto a qual sigla pertencer é apenas um detalhe. Mudanças de partido lembra-me Machado de Assis em “TEORIA DO MEDALHÃO “Toda a questão é não infringir as regras e obrigações capitais. Podes pertencer a qualquer partido, liberal ou conservador, republicano ou ultramontano, com a cláusula única de não ligar nenhuma idéia especial a esses vocábulos, e reconhecer-lhe somente a utilidade do scibboleth bíblico.”
    O scibboleth é a palavra usada pelos guerreiros de Efrain para escapar da degola pelos homens Jefté conforme passagem bíblica em juízes 12;4-6.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *