Rosalbismo terá condições de lançar duas candidaturas proporcionais em 2022 longe do poder?

Sem a força de antes o rosalbismo terá fé de que conquistará mandatos em 2022? (Foto: autor não identificado)

Fala-se nas especulações na mídia que a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) não ficará de fora das eleições do ano que vem. A possibilidade mais plausível, por ora, é de que ela tente uma vaga na Assembleia Legislativa em dobradinha com o deputado federal Beto Rosado (PP), seu sobrinho.

No entanto, mesmo no poder o rosalbismo não encontrou forças para lançar uma candidatura para a Assembleia Legislativa.

A última tentativa, digamos assim, caseira, foi a frustrada tentativa de reeleição de Ruth Ciarlini no já longínquo ano de 2006. De lá para cá o rosalbismo se absteve de ter candidatos mesmo quando esteve no poder estadual ou municipal.

Em 2016, por exemplo, compôs com a hoje vereadora Larissa Rosado (PSDB) que fez dobradinha com Beto, mas a aliança ficou basicamente circunscrita a Mossoró e isso se refletiu nos números:

Larissa recebeu 25.909 votos sendo 17.753 em Mossoró onde foi a mais votada. Fora da capital do Oeste foram apenas 8.156 sufrágios.

Já Beto Rosado recebeu 71.092 votos sendo 16.241 em Mossoró. Com bases fora de Mossoró, ele conseguiu 54.851 sufrágios no restante do Estado.

Diferente de Larissa, Beto teve a maior parte dos seus votos fora de Mossoró sendo eleito graças a uma controversa disputa judicial que segue em aberto.

A limitação das bases rosalbistas à candidatura de deputado federal se refletiu numa fala de Beto Rosado ao Foro de Moscow na última segunda-feira em que ele disse que seus apoiadores já possuem candidaturas para a Assembleia.

Confira:

Uma eventual candidatura de Rosalba a deputado estadual de Rosalba precisará ser construída a partir do zero e com bases eleitorais diferentes das de Beto. Isso sem qualquer estrutura de poder estadual ou municipal.

O rosalbismo terá que fazer conquistar bases eleitorais para formar uma dobradinha de deputado estadual e federal, o que não fez nem quando teve mais condições e poder nas mãos.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter