SETOCA se preocupa em garantir a inclusão comunicacional

Por Thiago Fernando de Queiroz*

Nos dias 27 a 31 de julho, ocorreu o Seminário internacional online sobre o Teatro do Oprimido e suas possíveis contribuições na atualidade – SETOCA. Este Seminário foi organizado pelo Curso Superior de Licenciatura em Teatro do Instituto Federal Fluminense/RJ e teve a parcerias do grupo de pesquisa Pedagogias do Teatro no Cariri (PETECA) da Universidade Regional do Cariri (URCA), do PPGAC da Universidade Federal do Acre (UFAC) e do Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Lisboa/Portugal)

O SETOCA foi um evento que ocorreu 100% (cem por cento) online, e, o que mais impressionou foi a busca pela comunicação inclusiva. Quando buscam acessibilidade em eventos, alguns só se preocupam com a acessibilidade comunicacional da pessoa surda, porém, não se observa isso para a pessoa cega ou com baixa visão. Para que a pessoa cega ou com baixa visão tenha o acesso a comunicação acessível em vídeos e em eventos, é necessário a audiodescrição. De acordo com a Fundação Dorina:

A audiodescrição é um recurso que traduz imagens em palavras, permitindo que pessoas cegas ou com baixa visão consigam compreender conteúdos audiovisuais ou imagens estáticas, como filmes, fotografias, peças de teatro, entre outros. O recurso é direcionado ao público com deficiência visual, mas pode beneficiar outros públicos com outras deficiências e idosos.

No início de cada palestra ou oficina, os ministrantes tinham a preocupação de se autodescreverem, expondo suas expressões faciais e como estavam vestidos. Essas ações para quem não é pessoa com deficiência visual causa um pouco de estranheza, e, isto foi observado em uma das mesas redondas. Conforme a imagem demonstrada, o participante Jonas, impressionado de forma pertinente com a audiodescrição, pergunta o porquê da audiodescrição, e, Flávio expõe que é por causa da inclusão comunicacional para as pessoas com deficiência visual.

Ao conversar com os organizadores do SETOCA, os mesmos disseram que eles tinham pouquíssimos recursos para organizar um evento deste que tinha caráter internacional, contudo, eles queriam ao máximo que o evento fosse inclusivo. Por isso, orientaram cada palestrante e ministrantes de mesas redondas e oficinas que fizessem a audiodescrição.

Quando eu Thiago Queiroz pedi o direito ao acesso a imagem do evento e das conversas realizadas, os organizadores tiveram a preocupação de conversar com Jonas e Flávio para ver se eles autorizariam publicar esse artigo, os mesmos autorizaram e ficaram

feliz por promoverem uma discussão que tem a finalidade de divulgar a promoção da inclusão.

Quem dera que todos os eventos realizados em Mossoró e no estado do Rio Grande do Norte tivessem essa preocupação de promover a audiodescrição e a interpretação em libras.

Vamos lutar por um mundo mais inclusivo, para isso, contamos com você, pois, sozinhos não conseguimos nada, mas, juntos somos mais fortes.

Referências: FUNDAÇÃO Dorina Nowill. O que é audiodescrição?. S/D. Disponível em: <https://www.fundacaodorina.org.br/blog/o-que-e-audiodescricao/> Acesso em: 07 de agosto de 2020.

SETOCA. Sobre o evento. 2020.. Disponível em: <https://www.even3.com.br/setoca20/> Acesso em: 07 de agosto de 2020.

Descrição da Imagem:

A imagem demonstra a tela do computador, onde a página demonstrada é do Youtube. Na tela do Youtube demonstra no lado esquerdo Udson Araújo, homem de pele parda, um pouco careca, usa barba fechada em formato de cavanhaque, ele também usa óculos de grau. No lado direito está Murilo Lúcio, que é intérprete de libras, ele tem a pele clara, usa um cavanhaque ralinho, cabelos escuros. No lado direito da imagem, demonstra o Chat de conversas, onde está destacado a conversa de Jonas e Flávio. Jonas Menezes diz: Qual o sentido de se descrever no início das falas? Interessante. Flávio Conceição Somos de Um Mundo maravilhoso diz: Jonas, o objetivo é uma inclusão para pessoas com pouca visão ou com deficiência visual.

*É pesquisador em Inclusão e Direitos das Pessoas com Deficiência.

Este artigo não representa a mesma opinião do blog. Se não concordar, faça um rebatendo que publique como uma segunda opinião sobre o tema.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “SETOCA se preocupa em garantir a inclusão comunicacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *