Cabo Tony quer apenas a legenda para ser candidato (Foto: Edilberto Barros)

Vereador nega articulação para esvaziar plenário e se manifesta sobre crise com o prefeito: “eu quero apenas o direito de me candidatar”, afirma vereador

O vereador Cabo Tony Fernandes (SD) entrou em contato com o Blog do Barreto para informar que não influenciou na decisão dos outros cinco vereadores governistas que se retiraram do plenário para não votar a abertura de R$ 64 milhões em crédito suplementar no orçamento.

De acordo com Tony, os governistas Isaac da Casca (DC), Gideon Ismaias (Cidadania), Paulo Igo (Solidariedade) e Costinha (MDB) saíram por decisão própria. “Não fui eu que articulei a retirada do pessoal. Eles saíram lá por outras pautas lá com o executivo, que eu nem sabia o que era”, explicou.

O fato provocou uma crise na bancada do prefeito Allyson Bezerra (SD). Ontem houve uma reunião em que Tony foi convidado a participar, mas se ausentou. “Tinha um compromisso previamente agendado”, disse ao Blog.

Pré-candidato a deputado estadual, Tony está em rota de colisão com o prefeito que prefere lançar um outro nome, atualmente o mais cotado é o ex-vereador Soldado Jadson (SD). O vereador disse que não exige o apoio do prefeito, mas o respeito a sua postulação. “Eu quero apenas o direito de me candidatar”, garantiu.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter