Categorias
Matéria

Dom Mariano Manzana celebra 17 anos do ministério episcopal

Neste domingo, dia 17, celebramos os 17 anos do ministério episcopal de Dom Mariano Manzana na Diocese de Mossoró. A data festiva será marcada pela abertura da fase diocesana do Sínodo dos Bispos 2021-2023.

A Celebração Eucarística acontecerá, às 11h, na Catedral de Santa Luzia com a presença de vários sacerdotes, religiosas (os), seminaristas e leigos. Uma caminhada de graças para Dom Mariano que comemorou na última quarta-feira, dia 13, aniversário natalício, e agora 17 anos de presença na Diocese de Mossoró e num momento muito importante para Igreja no mundo, com a convocação para a 16ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, que será realizada em 2023 com o tema “Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão”.

O Sínodo dos Bispos envolve todas as dioceses do mundo inteiro, em várias fases. A primeira fase, que na prática é a escuta e reflexão envolvendo todas as paróquias, comunidades, movimentos e vida consagrada, será aberta neste domingo na Diocese de Mossoró com várias etapas e culminando na Assembleia Diocesana que acontecerá em novembro. As fases serão concluídas até março de 2022.

Dom Mariano iniciou seu ministério em Mossoró no dia 17 de setembro de 2004, quando tomou posse em solene celebração na Catedral de Santa Luzia como sexto bispo. Seu lema episcopal é “Chistus ad Gentes” (Cristo para todos).

À frente da Diocese de Mossoró, Dom Mariano implantou inúmeros projetos: Santas Missões Populares, Seminário Maior, Faculdade Católica do Rio Grande do Norte, Domingo da Solidariedade, criação de 39 paróquias, ordenação de quase 50 padres, envio de 13 padres e seminaristas para pós-graduação em Roma, e outros para mestrado e doutorado, incentivo a catequese, onde ele é o bispo referencial do Regional Nordeste 2 da CNBB, acolhimento de comunidades de vida consagrada e religiosa. Um trabalho incansável com os menos favorecidos e dependentes químicos através de vários projetos sociais e tantas outras obras.

Categorias
Matéria

Bispo de Mossoró está imunizado contra covid-19

Dom Mariano foi imunizado hoje (Foto: Valéria Bulcão/Assessoria de Comunicação da Diocese de Mossoró)

O bispo da Diocese de Mossoró, Dom Mariano Manzana, de 73 anos, tomou nesta terça-feira, 20, a segunda dose da vacina Coronavac.

Dom Mariano foi atendido às 10h, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Enfermeira Conchita da Escóssia Ciarlini, situada no conjunto Abolição 2, conforme agendamento.

A aplicação da segunda dose no bispo ocorreu 28 dias após a primeira, como orienta o protocolo de Saúde.

Durante o ato, Dom Mariano incentivou a iniciar e concluir o ciclo de vacinação contra a covid-19, com as doses.

“Agradeço a Deus e ao SUS por esse momento. Convidou você a tomar a primeira e a segunda dose. Essa é a única forma do Brasil sair dessa pandemia. Não tenha medo. A vacina é vida, é futuro, é esperança”, afirmou

Dom Mariano rezou ainda o Pai Nosso e a Ave Maria com os servidores da UBS em favor dos profissionais de Saúde e das pessoas internadas com complicações da Covid-19.

O bispo destacou que vai tomar também a vacina contra Influenza, tão logo haja a convocação dos idosos.

Categorias
Matéria

Dioceses do RN suspendem missas

Bispo de Mossoró é um dos que assinam o decreto (Foto: autor não identificado)

As dioceses de Natal, Caicó e Mossoró suspenderam a celebração de missas com presença da população por tempo indeterminado.

As missas serão transmitidas por rádio, TV e Internet através dos canais católicos. Em Mossoró os canais católicos no rádio são a Rádio Rural e a 105 FM.

Confira o decreto AQUI.

Categorias
Matéria

Diocese de Mossoró orienta fieis a evitarem contato físico em missas como prevenção ao Coronavírus

Abaixo nota da Diocese de Mossoró com orientações aos fieis para prevenir a transmissão do Coronavírus durante as missas.

A Diocese de Mossoró, em comunhão com a Igreja em todo o mundo, está sempre comprometida com a defesa da vida, com o bem estar de cada pessoa. A vida é dom de Deus, precioso, e por isso mesmo deve ser preservada e promovida, em todas as suas etapas, da fecundação ao declínio, com a morte natural. Por isso mesmo, a Igreja une-se aos que hoje buscam combater a disseminação do coronavírus, uma ameaça à saúde, principalmente dos idosos e enfermos.

Nossa orientação ao Povo de Deus é que, durante as Missas, em vez do abraço da paz, busque fortalecer ainda mais o sincero sentimento de bem-querer em relação ao próximo. Na oração do Pai-Nosso, no lugar de unir as mãos, seja cultivado com mais intensidade o compromisso com a fraterna comunhão. Aos nossos irmãos sacerdotes, pedimos que orientem os fiéis a receberem a Sagrada Eucaristia nas mãos, acolhendo Cristo enquanto se reza pelo irmão enfermo.

Essas ações simples, no contexto de nossas celebrações, são muito significativas neste momento em que precisamos nos unir para combater a proliferação do coronavírus.

1- Omitam o abraço da paz

2- Peçam aos fiéis para não darem as mãos na oração do Pai-Nosso

3- Distribuam a comunhão na mão- o comungante levará a hóstia sagrada à boca diante do ministro que a distribui

 No mais, incentivem que todos estejam atentos às orientações das autoridades e profissionais da saúde. 

Deus muito nos abençoe nesta missão, com a intercessão de Santa Luzia – Padroeira da Diocese de Mossoró.

Categorias
Matéria

Procissão do Encontro faz apelo pela Paz

WhatsApp Image 2018-03-26 at 19.36.08

A Procissão do Encontro vai dar prosseguimento às atividades da Semana Santa na Diocese de Mossoró nesta quarta-feira (28). Ela sairá de três lugares distintos da cidade a partir das 18h30: Paróquias de Santa Luzia, São Manoel e Área Pastoral Sagrada Família (em frente à concessionária Terra Sal); da Igreja Matriz de São José (Paróquias São José, Nossa Senhora de Fátima e Menino Jesus ); e da Igreja Matriz de São João Batista (Paróquias de São João, São Paulo e Alto da Conceição)

O encontro da Cruz, da imagem do Senhor dos Passos e da imagem de Nossa Senhora das Dores acontecerá na praça em frente ao Teatro Dix-Huit Rosado por volta das 19h30.

O vigário-geral da Diocese de Mossoró e pároco de Santa Luzia, padre Flávio Augusto Forte Melo, pede para a população que for participar da procissão vestir camisetas brancas em alusão à paz necessária em nossa sociedade.

A Campanha da Fraternidade da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) de 2018, desenvolvida durante a Quaresma e Semana Santa, tem como tema: “Fraternidade e Superação da Violência”.