Prefeitura desmente DPU e culpa SUS em problema com insulinas que provocou ação contra Cidade Junina

A Prefeitura de Mossoró emitiu nota dizendo ser improcedente a informação da Defensoria Pública da União (ver AQUI) de que estão faltando insumos para os diabéticos de Mossoró. O município também informa que o fornecimento dos medicamentos é responsabilidade do Governo Federal.

A respeito do pedido da Defensoria Pública da União à Justiça Federal quanto ao fornecimento de insulinas aos pacientes do Município, a Prefeitura de Mossoró esclarece que o atendimento se dá no âmbito do Sistema Único de Saúde. 

Conforme reconhecido e divulgado em ocasiões anteriores no site da Prefeitura (www.prefeiturademossoro.com.br), o Município garante o estoque anual. Ao todo foi contratada a aquisição de 36 mil unidades da insulina Degludeca e de 18 mil unidades da insulina Asparte, com investimento superior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). Além desses dois tipos especiais, outras insulinas e insumos foram adquiridos, incluindo lancetas, fitas e agulhas, através de processo legal.

Desta maneira, não são procedentes as informações divulgadas, e com isso, a Prefeitura de Mossoró reafirma e assegura a regularidade do atendimento aos pacientes diabéticos.

Compartilhe:

PT explica adiamento de evento em Mossoró

destaque_estrela

Tanto a presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, Isolda Dantas, como a assessoria da senadora Fátima Bezerra fizeram contato com o Blog do Barreto para esclarecer que o evento de sábado não foi adiado por causa da crise interna da agremiação.

O que pesou para a decisão foi a mudança de data (seria amanhã) da filiação de Zenaide Maia ao PHS no próximo sábado em Natal.

Compartilhe:

Beto Rosado critica enquete do Blog que apontou avaliação negativa do mandato

GKT9759-01

Insatisfeito com o resultado da enquete realizada no grupo do Blog do Barreto no Facebook, o deputado federal Beto Rosado (PP) enviou um matéria em vez de uma nota para rebater os números apontados pela enquete (ver AQUI). O usual nessas situações deveria ser uma nota, mas mesmo assim a matéria será publicada logo abaixo. Em seguida faremos as devidas observações.

”Enquete não mostra a realidade”, responde Beto ao Blog

O deputado federal Beto Rosado (PP) respondeu ao Blog do Barreto o resultado da enquete feita em grupo fechado do facebook.

“O resultado da enquete não mostra a realidade, por diversos motivos. Primeiro que foi feita em um grupo fechado do facebook, onde as pessoas deveriam pedir permissão pra entrar, o que dificultou o acesso de muitos eleitores meus à votação. Segundo, eu pude perceber que a maioria dos seguidores do Blog, que votaram contra o meu mandato, tem ideologia política contrária à minha, esses realmente não votaram comigo e dificilmente votarão por questões ideológicas”, minimizou Beto.

O parlamentar ainda desmentiu o resultado da enquete mostrando dados do mandato, em favor de Mossoró.

“Sou o parlamentar federal que mais fez por Mossoró em tão pouco tempo de mandato. Foram destinados R$ 15 milhões em apenas três anos. Obras serão realizadas e concluídas com estes recursos. Amanhã, quando o mossoroense abrir a porta verá o resultado do progresso que venho plantando por nossa cidade”, afirmou o parlamentar.

Beto se tornou o primeiro e único parlamentar da história do Rio Grande do Norte a colocar emendas para votação popular, na internet. O projeto Mandato Participativo foi realizado em 2017 e contou com mais de 7 mil participações e 100 municípios do RN.

“Apenas em 2017, destinei R$1,1 milhão para manutenção unidade de saúde; viabilizei a execução 10 passarelas na BR-304; foram R$ 2,7 milhões para reformar 16 UBS; R$ 790 mil de emenda para infraestrutura viária; a Comunidade de Saúde de Mossoró recebeu R$ 700 mil de emenda destinada por mim; R$ 1,1 milhão para construção e equipamentos de UBS; R$750 mil aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas; aquisição de duas ambulâncias e uma Van para transporte eletivo de pacientes, no valor de R$ 530 mil; aquisição de 20 gabinetes odontológicos, totalizando R$ 250 mil; emenda de R$ 1,7 milhões para UERN; entre outros investimentos que iremos anunciar em breve, em parceria com a prefeitura”, disse.

Beto ainda lembrou dos recursos destinados para a Liga de Estudos e Combate ao Câncer de Mossoró, R$ 315 mil para compra de equipamentos, além do apoio junto ao Ministério da Saúde para incluir a instituição no Plano de Expansão da Radioterapia. A liga receberá um acelerador linear, que irá dobrar o número de atendimentos de radioterapia.

O parlamentar finalizou a nota tranquilizando a população mossoroense. “Vamos acompanhar a execução das obras e mostrar à população os resultados. Ainda quero fazer muito mais pela minha cidade e pelo Rio Grande do Norte”, finalizou.

Nota do Blog 1: o grupo do Blog do Barreto no Facebook é “fechado” para fazer uma filtragem e evitar a participação fakes para manipular nossas enquetes e atacar covardemente a honra do editor desta página, políticos e demais leitores.

Nota do Blog 2: as enquetes realizadas pelo Blog não possuem caráter científico de uma pesquisa eleitoral, por exemplo. Também não tem objetivo de fazer uma avaliação do que pensa a totalidade do eleitor mossoroense. Como os nossos textos deixam claro: é uma avaliação de nossos leitores.

Nota do Blog 3: a assessoria de Beto Rosado se empenhou para incluir o maior número de apoiadores do parlamentar dentro do grupo para aprovar o mandato dele na enquete numa demonstração clara da credibilidade desta página. Todos que solicitaram entrada foram devidamente aprovados. Houve casos de apoiadores de Beto que tentaram entrar, mas quando foram ser aprovados a solicitação não existia mais.

Nota do Blog 4: os leitores desta página são heterogêneos ao contrário do que apregoa o deputado federal. O próprio editor desta página é alvo constante de críticas nas suas redes sociais por assumir posições de esquerda. Quem acompanha nosso trabalho sabe disso.

Nota do Blog 5: o espaço aberto ao contraditório é a regra principal desta página.

Compartilhe:

Tião reage afirmando que teve contas aprovadas e lembra que Rosalba teve contas rejeitadas

Tião-couto

Abaixo a nota de esclarecimento do empresário Tião Couto sobre a notícia da denúncia dos advogados da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Ele se defende e ataca a adversária na eleição de 2016.

Abaixo a resposta:

NOTA DE ESCLARECIMENTO À POPULAÇÃO
Venho por meio desta esclarecer ao Rio Grande do Norte o contexto e a desinformação constante em reportagens veiculadas neste dia 08/02/2018 em alguns órgãos de mídia do RN.

Todas as informações publicadas foram uma cópia quase que exata do texto do advogado da prefeita Rosalba Ciarlini numa ação que ela ajuizou contra mim na justiça eleitoral de Mossoró, há cerca de um ano, portanto não se constituindo em nenhuma novidade.

As informações contidas nas matérias são exatamente os termos escritos pelo advogado de Rosalba na ação. Trata-se, portanto, de argumentos de uma só parte que sequer foram apreciados pelo juiz.

Aliás, só existem duas decisões judiciais tomadas pela justiça eleitoral de Mossoró sobre a prestação de contas da campanha eleitoral de 2016. A primeira aprovando integralmente minhas contas de campanha e a segunda desaprovando as contas de Rosalba.

A ação que Rosalba move contra mim é baseada em alegações jurídicas sem a menor chance de prosperar nas instâncias judiciárias, porque são desprovidas de fundamentação lógica e de provas. Mas, o intuito é outro, é criar um noticiário político paralelo negativo em torno do meu nome, confiando na morosidade do processo, que mesmo com o arquivamento que será o destino final desta ação, já se tenha tirado o devido proveito com a estratégia de “assassinato de reputações”.

Aliás, chama a atenção na publicação destas matérias, que em todas elas seja omitida o nome da autora da ação judicial, como se fosse uma ação anônima. Assim como nas matérias a construção dos enunciados se dá como se fossem fatos verdadeiros e não apenas alegações de uma das partes contra seu adversário político.

Feitas estas ponderações, esclareço que todos os pontos elencados com o objetivo de levantar suspeitas de conduta irregular de minha parte foram abordados, esclarecidos e acatados pela Justiça Eleitoral por ocasião da prestação de contas da campanha que ao final restaram aprovadas com trânsito em julgado.

Esclareço ainda que as matérias se equivocam quando citam o Ministério Público como origem dos pedidos de quebra de sigilo, quando na verdade são pedidos feitos pelo advogado de Rosalba.

Considerando que todas essas alegações patrocinadas por Rosalba Ciarlini já tinham sido objeto de apreciação das minhas contas de campanha e que ao final a Justiça as declarou aprovadas, torna-se muito grave que este blog traga uma reportagem sobre estes mesmos fatos usando expressões como: fraude na minha campanha, abuso do poder econômico, uso de empresas fantasiosas, mascarar gastos, farsa na prestação de contas, farsa descrita, fantasia ilusória e criminosa, fraude na eleição, comandante de um esquema, indícios de ilegalidade.

É por demais gravoso a quantidade de adjetivos pejorativos contra minha pessoa numa matéria que se pretende jornalística e imparcial.

Feito o esclarecimento me dirijo ao leitor do blog para pedir que levem em consideração dois fatos importantes.

Que se trata de uma ação judicial não julgada e que a matéria traz enfoque quase exclusivo no que escreveu o advogado de Rosalba.

Que só tem uma decisão tomada até agora pela justiça. Minhas contas foram aprovadas e as contas de Rosalba foram rejeitadas.

Não façam julgamento precipitado agora, nem a favor e nem contra mim. Peço encarecidamente que esperem o fim da ação, o julgamento final. Aí sim, todas as máscaras cairão.

Atenciosamente,
Tião Couto.

Compartilhe:

Em nota, TJ informa que comprou novos carros para evitar gastos desnecessários com manutenção de frota antiga

Abaixo a resposta da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça esclarece a aquisição de novos carros para os desembargadores (ver AQUI). Abaixo o texto:

Caro jornalista Bruno Barreto,
Sobre a aquisição dos veículos adquiridos pelo Tribunal de Justiça, o Poder Judiciário do Rio Grande do Norte informa que a decisão de adquirir novos veículos foi tomada para evitar a utilização de dinheiro público na manutenção de carros que já estavam gerando gastos permanentes.
Em julho do ano passado, o Tribunal de Justiça do RN adquiriu 16 carros para atender aos deslocamentos institucionais feitos pelos magistrados no exercício da função. Os veículos substituem a frota que já tinha, em média, oito anos de uso e vinha gerando, aos cofres públicos, alto custo com manutenção.
Como está disponibilizado no site do Poder Judiciário, 13 carros que foram comprados custaram R$ 97.850,00 (cada). Esses irão atender aos magistrados. Os outros três, custaram R$ 235.500 (cada), e servirão ao Presidente do TJRN, ao Vice-Presidente e à Corregedoria Geral de Justiça, cujas funções exigem o deslocamento constante para visitas técnicas e correições às comarcas do interior do estado.
Importante ressaltar que a frota antiga será leiloada e o dinheiro arrecadado irá para o Fundo de Desenvolvimento da Justiça (FDJ) e servirá para compensar o valor utilizado para a compra dos carros novos.
Compartilhe:

Assessoria de Rosalba afirma que pagamento a Odebrecht foi relativo a obra da gestão anterior

Abaixo nota em que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) informa que os pagamento feito a Odebrecht dentro da gestão dela foi relacionado a uma obra de 2010, quando ela ainda não era governadora. A manifestação não aborda o depoimento de Alexandre Barradas, ex-executivo que relatou ter pago R$ 450 mil (ver AQUI e AQUI) em caixa dois para a campanha dela em 2010.

Rosalba esclarece que não contratou Odebrecht para obras da Caern

A Assessoria de Rosalba Ciarlini reitera que não houve nenhuma obra contratada à Odebrecht para realizar saneamento básico no período que esteve à frente do executivo estadual.
O valor liquidado pela CAERN que foi citado na reportagem refere-se  a um serviço contratado e executado pela administração anterior, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Baldo em Natal-RN, obra que se concluiu em meados de 2010, logo um valor devido e definido neste período , antes de Rosalba Ciarlini assumir o executivo estadual.

Compartilhe:

Políticos do RN se defendem de acusações da Lava Jato

Por meio de notas os senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB). Os deputados federais Walter Alves (PMDB) e Felipe Maia (DEM) também emitiram notas.

Agripino e Felipe enviaram textos separados. Garibaldi e Walter mandaram uma nota conjunta.

Abaixo as defesas:

 

Apesar de desconhecer o inteiro teor da delação do ex-senador Sérgio Machado, devo esclarecer o seguinte:

1- As doações que, como presidente de Partido tenho a obrigação de buscar, obedecendo à legislação vigente, foram obtidas sem intermediação de terceiros, mediante solicitações feitas diretamente aos dirigentes das empresas doadoras.

2- Presidente de Partido de oposição que sou, não teria nenhuma contrapartida a oferecer a qualquer empresa que se dispusesse a fazer doação em troca de favores de governo.

3- As doações recebidas – todas de origem lícita – foram objeto de prestação de contas, devidamente aprovadas pela Justiça Eleitoral.

4- A empresa citada, portanto, fez doação oficial a um parlamentar de oposição que nenhuma influência poderia ter sobre negócios com a Petrobras.

Senador José Agripino (RN)
Presidente nacional do Democratas

NOTA
Todas as doações recebidas na minha campanha foram devidamente contabilizadas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.
Em 2014, as doações recebidas de empresas privadas, dentro do que permitia a legislação, foram arrecadadas através da minha conta campanha, bem como pelos Diretórios Nacional e Estadual do meu partido, sem intermediários.
Deputado Federal Felipe Maia

N O T A

Com relação à decisão do ministro Edson Fachin de autorizar a Procuradoria-Geral da República a investigar fatos incluídos em delação premiada do ex-senador Sérgio Machado, esclarecemos que o próprio delator – quando cita o senador Garibaldi Alves Filho e o deputado federal Walter Alves – ressalta que as doações feitas a eles foram oficiais. Não houve nenhuma troca de favor, benesse ou vantagem de qualquer natureza.

Vale destacar que a Lei 9.504 e as resoluções do Tribunal Superior Eleitoral previam esse tipo de arrecadação nas campanhas eleitorais, inclusive fixavam percentuais para as doações de pessoas físicas e jurídicas.

Assessorias do senador Garibaldi Filho e do deputado Walter Alves

Compartilhe:

João Maia diz desconhecer acusações

Por meio de nota o ex-deputado federal João Maia, presidente estadual do PR, disse desconhecer o teor das delações que apontam ele como beneficiário de propina no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) – ver AQUI. Abaixo o texto:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

 

A imprensa divulgou nesta terça-feira (04) notícia sobre delação premiada do Sr. Gledson Golbery de Araújo Maia, ex-chefe do serviço de engenharia do DNIT no Rio Grande do Norte, na qual eu sou acusado de ter sido favorecido por irregularidades cometidas naquele órgão.

 

O processo tramita em segredo de Justiça, e por isso ainda não tive acesso aos autos e ao conteúdo da delação, providência essa que os meus advogados já requereram e que aguarda deferimento para que eu, conhecendo de que sou acusado, possa me defender.

 

Confio plenamente no Poder Judiciário, e tenho a mais firme convicção de que as investigações irão distinguir a mentira da verdade, e ao final demonstrar que são acusações infundadas de quem busca culpados para as suas próprias fraquezas. 

 

João da Silva Maia

Ex-deputado federal e Presidente Estadual do PR

Compartilhe:

Prefeitura nega nepotismo e alega que irmã de Rosalba apenas repassou informações

Rosina Ciarlini

Por meio de nota a Prefeitura Municipal de Mossoró nega que Rosina Ciarlini, irmã da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), esteja atuando como diretora da Escola de Artes. A alegação é de que ela, uma servidora concursada da educação, apenas repassou alguns informes. Abaixo o texto:

A assessoria de comunicação do Município informa que a servidora Rosina Ciarlini é funcionária efetiva, concursada da Educação.
Com o início das aulas em toda a rede municipal de ensino, incluindo a Escola de Artes, Rosina, enquanto concursada da Prefeitura, participou de reunião e repassou informes conforme orientação da Secretaria de Educação. A funcionária não exerce cargo de direção, apenas está trabalhando por dever de ofício, assim como deve fazer qualquer funcionário público efetivo municipal.

Nota do Blog: seis pessoas de classes sociais distintas passaram a mesma informação ao Blog pelo Facebook, Whatsapp e ligações telefônicas. Todas disseram a mesma coisa: a irmã da prefeita ocupa a direção da Escola de Artes. Na imagem acima um cidadão comemora a ida dela para o cargo e ainda escreve que a “Rosa acertou”. A postagem foi feita no grupo da Escola de Artes no Facebook.

Compartilhe:

Cosern culpa raio por falta de energia no Alto do Sumaré

Abaixo nota de esclarecimento da Cosern em resposta ao manifesto do leitor Wagner Sanches publicado no Blog do Barreto ontem (ver AQUI).

Caro Bruno Barreto,

 

Em relação a notícia publicada em seu prestigiado blog, sobre falta de energia no Conjunto Monte Olimpo, em Mossoró, a Cosern esclarece que a interrupção, que atingiu 1.156 consumidores, foi provocada por fortes descargas atmosféricas (raios) que provocaram danos em um isolador da rede elétrica. A demora no reestabelecimento da energia elétrica, por sua vez, deu-se em função da dificuldade de acesso das equipes da Cosern ao trecho da rede elétrica onde o defeito, de difícil detecção visual e recomposição, foi localizado.

 

 

Atenciosamente,

 

Departamento de Comunicação Institucional e Sustentabilidade

Compartilhe: