Zenaide e Rafael Motta são os deputados do RN que mais destinaram emendas para educação

Entre os oito deputados federais do Rio Grande do Norte, Zenaide Maia (PHS) e Rafael Mota (PSB) foram os que mais destinaram emendas para educação desde o início da atual legislatura.

A parlamentar, pré-candidata ao Senado, totalizou R$ 6.859.000 em emendas. Já pessebista destinou R$ 6.366.000.

O “lanterninha” do ranking é o deputado Walter Alves (MDB) que só destinou R$ 300 mil emendas para educação em quatro anos.

Confiram o ranking dos recursos destinados à educação:

Zenaide Maia (PHS): R$ 6.859.000

Rafael Motta (PSB): R$ 6.366.000

Felipe Maia (DEM): R$ 5.800.000

Rogério Marinho (PSDB): R$ 4.400.000

Beto Rosado (PP): R$ 2.500.000

Antônio Jácome (PODE): R$ 800.000

Fábio Faria (PSD): R$ 400.000

Walter Alves (MDB): R$ 300.000

Compartilhe:

Postura contrária as reformas de Temer é trunfo de Zenaide

Votações contra reformas de Temer é trunfo de Zenaide

A deputada federal Zenaide Maia (PHS) está viva na disputa por uma das duas vagas ao Senado. A candidata aposta suas fichas na postura adotada ao longo do atual mandato.

Em todos os momentos considerados emblemáticos da atual legislatura (ver AQUI), a candidata ao Senado se manteve firme contra as propostas do presidente Michel Temer.

Ela votou contra a reforma trabalhista, teto de gastos, isenção de impostos para petrolíferas estrangeiras e a favor da abertura de processos para investigar o presidente.

A postura 100% contra Temer fez Zenaide ganhar notoriedade por conseguir se diferenciar dos demais colegas.

Ela já vem utilizando esse discurso por onde passa pelo Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

Confira como cada deputado do RN se posicionou nas votações emblemáticas da atual legislatura

Bancada federal tem comportamento homogêneo em votações

Ao longo da atual legislatura tivemos pelos menos cinco votações emblemáticas na Câmara dos Deputados. São elas: o impeachment de Dilma Rousseff, reforma trabalhista, teto de gastos, isenção de impostos para petrolíferas estrangeiras e as denúncias contra o presidente Michel Temer.

Como se comportaram os representantes do Rio Grande do Norte nestas votações? O levantamento feito pelo Blog do Barreto mostra que somente a deputada federal Zenaide Maia (PHS) votou 100% contra as reformas de Michel Temer. Ela também foi a única da bancada do Rio Grande do Norte a se posicionar contra o impeachment de Dilma Rousseff. Ela também apoiou a admissibilidade das denúncias contra Temer. Neste último quesito ela tem as companhias de Antônio Jácome (PODE) e Rafael Motta (PSB).

Votaram 100% a favor das reformas de Temer Felipe Maia (DEM), Beto Rosado (PP), Rogério Marinho (PSDB).

Já Walter Alves (MDB) se ausentou na votação da reforma trabalhista assim como Fábio Faria (PSD) no projeto que isentou petrolíferas estrangeiras em um R$ 1 trilhão em impostos.

De maneira geral, a bancada federal tem comportamento homogêneo nas votações com Zenaide Maia se diferenciando dos demais.

Confira o comportamento dos nossos deputados em votações emblemáticas:

 

Deputado Impeachment Reforma Trabalhista Teto de gastos Isenção de impostos para petrolíferas estrangeiras   Denúncias contra Temer
Zenaide Maia Contra Contra Contra Contra A favor da denúncia
Felipe Maia A favor A favor A favor A favor Contra a denúncia
Fábio Faria A favor A favor A favor Ausente Contra a denúncia
Antônio Jácome A favor Contra A favor A favor A favor da denúncia
Rafael Motta A favor Contra A favor Contra A favor da denúncia
Beto Rosado A favor A favor A favor A favor Contra a denúncia
Rogério Marinho A favor A favor A favor A favor Contra a denúncia
Walter Alves A favor Ausente A favor A favor Contra a denúncia

 

 

 

Compartilhe:

Padre critica representantes do RN que apoiaram reforma trabalhista: “péssimos cristãos”

Padre critica deputados e senadores que aprovaram reforma trabalhista

O sermão da missa de domingo (21) em Parelhas, município distante 240 quilômetros de Natal (RN), esquentou a temperatura das eleições no Rio Grande do Norte. O padre Josenilton Hipólito de Araújo tomou as dores dos trabalhadores da cidade e criticou os deputados e senadores do Estado que votaram a favor da reforma trabalhista cujo relator foi o potiguar Rogério Marinho (PSDB), alvo de seis inquéritos no Supremo Tribunal Federal e acusado, entre outros crimes, de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro.

Padre Hipólito nomeou todos os deputados que votaram contra os trabalhadores e chamou os deputados Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD), Beto Rosado (PP), Rogério Marinho (PSDB) e os senadores Garibaldi Alves Filho (MDB) e José Agripino Maia (DEM) de “péssimos cristãos”.

– Será que nossos vereadores terão a coragem e a atitude de um péssimo cristão ? Porque se um deputado como Felipe Maia votou a favor da reforma trabalhista, Fábio Faria, Beto Rosado, se chegarem aqui pedindo voto… são péssimos cristãos que esmagaram o povo de Deus. Acabaram com toda nossa história, são atitudes desonestas. Se um vereador trouxer um desses candidatos à nossa porta, digam que o padre Hipólito disse: “vocês são péssimos cristãos”. Digam que o senador Garibaldi Alves e José Agripino também são péssimos cristãos.

Dos deputados citados, a maioria vai concorrer à reeleição em outubro. Rogério Marinho, Beto Rosado, Fábio Faria e José Agripino Maia tentarão uma vaga na Câmara Federal e Garibaldi Alves está em campanha para renovar o mandato no Senado.

O padre de Parelhas lembrou que os parlamentares se aliaram ao presidente Michel Temer, a quem classifica como “pagão e batizado”. E ressaltou que “um péssimo cristão” provoca estragos na vida das pessoas.

– Um péssimo cristão comete estragos horríveis na vida da comunidade. Se um péssimo cristão se tornou sacerdote, é um péssimo padre na vida do povo. Da mesma forma que se um péssimo cristão está na vida da comunidade é um estrago tremendo. E temos um cenário de péssimos cristãos. Quando ligamos a TV Senado percebemos os péssimos cristãos que estão governando o país. Quatro deputados do nosso Estado envergonharam a história da humanidade, a história do país. Bons cristão que lutaram pela dignidade do trabalho, pela dignidade do trabalhador foram esmagados por esses deputados que se uniram a um presidente pagão e batizado, que é maior ainda.

O público aplaudiu o sermão do padre.

Um vídeo do sermão foi gravado por um dos fiéis da igreja de Parelhas. Confira:

Compartilhe:

Bancada Federal do RN destina 50% das emendas para saúde

A bancada federal do Rio Grande do Norte destinou 50% das emendas para a área da saúde. Este é o quadro mostrado no Datascópio.

O quadro é idêntico entre senadores e deputados. Ao todo, a bancada federal sugeriu R$ 162.494981 em emendas sendo 81.889.905 para saúde.

José Agripino Maia (DEM), Fátima Bezerra (PT) e Garibaldi Alves Filho (MDB) destinaram exatamente R$ 7,4 milhões cada.

Entre os deputados federais as emendas variam de R$ 7,3 milhões a R$ 7,6 milhões.

A área da saúde é a que liberou mais recursos para o Estado via emendas federais com 56% dos recursos sugeridos liberados.

No ranking de preferência dos deputados o planejamento urbano (8%) fica em segundo e educação em terceiro (6%).

No geral, cada deputado e senador tem direito a R$ 14.772.271 em emendas que eles destinam livremente para várias áreas.

Saiba mais

Bancada federal do RN não liberou nenhum centavo para segurança em 2018

Compartilhe:

Bancada federal do RN não liberou nenhum centavo para segurança em 2018

RN bate recordes de violência e emendas não são liberadas para segurança

O Rio Grande do Norte acumula índices assustadores na área de segurança pública. O Estado atingiu o índice de 68 mortes violentas para cada 100 mil habitantes, um dado que o coloca como o campeão nacional de homicídios.

Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim estão entre as 123 cidades mais violentas do país. O Rio Grande do Norte encerrou 2017 com 2.405 mortes violentas.

Diante desse quadro assustador e da notória incapacidade de o nosso Estado combater essa situação, o que a nossa bancada federal tem feito?

O Blog do Barreto fez um levantamento junto ao Datascópio e ao Siga Brasil para averiguar quanto foi apresentado em emendas. Até o dia 10 de agosto (última atualização dos sistemas) nenhum centavo de recursos federais foi liberado para o Rio Grande do Norte por intermédio das emendas de nossos representantes. Há casos de parlamentares que sequer apresentaram emendas para a área da segurança.

Confira o quadro abaixo:

 

Senadores

 

Senador Valor da emenda Liberado
Fátima Bezerra R$ 100 mil 0
José Agripino Maia R$ 0 0
Garibaldi Alves Filho R$ 100 mil 0
Total R$ 200 mil 0

Deputados federais

Deputado Valor da emenda Liberado
Zenaide Maia R$ 250 mil 0
Felipe Maia R$ 100 mil 0
Rogério Marinho R$ 0 0
Antônio Jácome R$ 300 mil 0
Fábio Faria R$ 200 mil 0
Rafael Motta R$ 365.135 0
Beto Rosado R$ 300 mil 0
Walter Alves R$ 100 mil 0
Total R$ 1.615.135 0

No total, somando as duas bancadas (Senado e Câmara), são R$ 1.815.135 no Ministério da Justiça e Segurança Pública (conforme as rubricas), mas até agora nada liberado para o Estado.

RECURSOS

O deputado federal Felipe Maia (DEM) relatou ontem nas redes sociais que entregou um pedido ao ministro da segurança pública Raul Jungmann para liberar R$ 80 milhões em investimentos em segurança. Mas não se tratam de verba relacionada a emendas parlamentares. A promessa é que esses recursos sejam enviados até o fim do ano.

Compartilhe:

Cota parlamentar: Walter Alves é quem mais gasta com consultoria. Zenaide é a campeã da divulgação

Dentro os oito deputados federais do Rio Grande do Norte, Walter Alves (MDB) é quem mais gastou com consultoria ao longo do mandato. Já a colega dele, Zenaide Maia (PHS), é quem mais gastou com divulgação.

Confira abaixo os números de toda a bancada potiguar na Câmara Federal.

Divulgação

 

Nome Partido  Estado  Divulgaçao 
Zenaide Maia PHS RN 797.399
Antônio Jácome PODE RN 774.662
Rafael Motta PSB RN 552.578
Beto Rosado PP RN 439.856
Rogério Marinho PSDB RN 417.912
Fábio Faria PSD RN 389.527
Walter Alves MDB RN 341.400
Felipe Maia DEM RN 306.952

 

Consultoria

 

Nome Partido Estado Consultoria
Walter Alves MDB RN 504.600
Beto Rosado PP RN 415.762
Antônio Jácome PODE RN 384.200
Zenaide Maia PHS RN 356.099
Rogério Marinho PSDB RN 355.500  
Rafael Motta PSB RN 194.187  
Felipe Maia DEM RN 15.200
Fábio Faria PSD RN 1.000

Fonte: Datascópio

 

O Blog do Barreto tem destrinchado os custos dos nossos deputados federais. Leia as outras matérias clicando abaixo:

Fábio Faria é o campeão em gastos de cota parlamentar com transportes e estadias

http://blogdobarreto.com.br/fabio-faria-e-o-campeao-em-gastos-de-cotaparlamentar-com-transportes-e-estadias/

Deputados do RN só liberam 36% das emendas previstas no orçamento de 2018

http://blogdobarreto.com.br/deputados-do-rn-so-liberam-36-das-emendas-previstas-no-orcamento-de-2018/

Deputados federais do RN gastam R$ 13 milhões em cotas parlamentares

http://blogdobarreto.com.br/deputados-federais-do-rn-gastam-r-13-milhoes-em-cotas-parlamentares/

 

 

Compartilhe:

Deputados do RN só liberam 36% das emendas previstas no orçamento de 2018

O ano de 2018 e 2018 está no oitavo mês, mas apenas 36,8% dos recursos para emendas dos deputados federais do Rio Grande do Norte foram liberados.

Ao todo os parlamentares potiguares têm direito a dos R$ R$ 118.178.168 em emendas distribuídas em cotas igualitárias de R$ 14.772.271 para cada.

Quem conseguiu liberar o maior volume de emendas até aqui foi o deputado federal Walter Alves (MDB) com R$ 6.361.659, 43,1% do total previso.

Quem menos liberou recursos foi Zenaide Maia (PHS) com R$ 3.599.484, apenas 24,4%.

Os números em si não refletem a posição políticas dos deputados. O oposicionista Rafael Motta (PSB) é o segundo que mais liberou emendas: R$ 6.319.094 (42,8%) e o governista Felipe Maia (DEM), fiel em todas as votações do governo Temer, está em penúltimo. Ele liberou R$ 4.991.432 (33,8%).

Abaixo o ranking de liberação de recursos para o Estado em 2018.

 

Casa Nome Partido Estado Proposto Pago % Pago
Câmara Walter Alves MDB RN 14.772.271 6.361.659 43,1%
Câmara Rafael Motta PSB RN 14.772.271 6.319.094 42,8%
Câmara Antônio Jácome PODE RN 14.772.271 5.892.867 39,9%
Câmara Beto Rosado PP RN 14.772.271 5.520.033 37,4%
Câmara Rogério Marinho PSDB RN 14.772.271 5.434.416 36,8%
Câmara Fábio Faria PSD RN 14.772.271 5.373.114 36,4%
Câmara Felipe Maia DEM RN 14.772.271 4.991.432 33,8%
Câmara Zenaide Maia PHS RN 14.772.271 3.599.484 24,4%
Totais 118.178.168 43.492.100 36,8%

Fonte: Datascópio

Compartilhe:

Deputados federais do RN gastam R$ 13 milhões em cotas parlamentares

O custo total da manutenção dos deputados federais do Rio Grande do Norte na Câmara é de 13.260.544. Em média cada parlamentar desembolsou R$ 1.657.568 para manter o mandato.

Os números foram levantados pelo Blog do Barreto junto ao banco de dados do Datascópio que utiliza como fonte o Portal da Transparência da Câmara dos Deputados.

O mandato mais caro é o de Zenaide Maia (PHS) que utilizou R$ 1.788.371 da cota parlamentar.

Já o mais barato é o de Felipe Maia (DEM) que recorreu a R$ 1.264.349 da cota que tinha direito.

A cota parlamentar é usada para passagens aéreas, combustível e divulgação dos mandatos.

Os valores são referentes ao período entre 1º de fevereiro a 24 de julho.

O Blog trará mais informações sobre os deputados e senadores.

Nome Partido Total da cota
Zenaide Maia PHS R$ 1.788.371
Antônio Jácome PODE R$ 1.759.743
Beto Rosado PP R$ 1.731.372
Rogério Marinho PSDB R$ 1.711.482
Fábio Faria PSD R$ 1.697.489
Walter Alves MDB R$ 1.677.703
Rafael Motta PSB R$ 1.630.035
Felipe Maia DEM R$ 1.264.349
Total R$ 13.260.544
Compartilhe:

Veja quem são os deputados e senadores relatados pela “Dama de Espadas”

BLOG DO BG

Em delação premiada feita ao Ministério Público Federal, a ex-procuradora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte Rita das Mercês listou todas as indicações ou sugestões de nomes para contratação da Casa de 2006 a 2015. A delatora apresenta apenas planilhas organizadas por ela mesma para acusar dezenas de políticos, agentes públicos, incluindo o poder judiciário e o Tribunal de Contas do Estado.

Rita das Mercês alega que pelo menos 130 servidores comissionados foram indicados pela atual bancada federal do Rio Grande do Norte.

O deputado Walter Alves teria indicado 56 pessoas
O deputado Rafael Motta teria indicado 32 pessoas
O senador José Agripino Maia indicado 19 pessoas
O deputado Felipe Maia 5 pessoas
O senador Garibaldi uma pessoa
O deputado Fábio Faria uma pessoa também

Sobre o deputado Antônio Jácome, a delatora não relaciona todos os nomes, mas afirma que não conhece e nem sabe se efetivamente trabalharam 15 pessoas indicadas pelo parlamentar.

As alegações registradas no Termo de Colaboração número 9, se baseiam nas anotações da ex-procuradora e no seu próprio conhecimento sobre o quadro de pessoal da Assembleia Legislativa no período, ignorando completamente a gigantesca estrutura da sede do poder, seus anexos e representações políticas dos gabinetes pelo Estado.

Compartilhe: