PP indica Beto Rosado para Comissão de Orçamento

Beto_Comissão

O deputado federal Beto Rosado (PP) passa integrar, em 2017, uma das comissões mais importantes do Congresso Nacional. Ele foi indicado pelo Partido Progressista (PP) para a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), composta por deputados federais e senadores.

A Comissão é responsável, dentre outras atribuições, por analisar o Orçamento Geral da União, que contém as previsões de receitas, despesas e utilização dos recursos pelo Governo Federal. “Vamos atuar na CMO analisando todas as questões financeiras referentes aos Projetos que nela tramitam”, destacou o parlamentar.

O deputado também foi indicado para a Comissão de Minas e Energia (CME) e a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR).

Compartilhe:

Beto Rosado se posiciona contra lista fechada e defende voto distrital

Beto_Brasilia

Entrando no debate sobre a Reforma Política, que começa a ser debatida no Congresso Nacional, o deputado federal Beto Rosado (PP), anunciou, nesta quarta-feira (22), posição contrária ao sistema de listas fechadas para a eleição do parlamento, proposto por parte dos deputados federais e dirigentes partidários. “O sistema de lista fechada para as eleições do parlamento  cassa o direito de livre escolha do eleitor”, declarou Beto Rosado.

O parlamentar defendeu o sistema do voto distrital, no qual os eleitores escolhem diretamente os representantes de cada região. “O mundo desenvolvido se movimenta para implantar o voto distrital, como já ocorre na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos da América. Precisamos garantir a representatividade e a participação política do eleitor”, argumentou.

Compartilhe:

Recursos para construção de unidades básicas de saúde começam a ser liberados

Beto Rosado

O município de Mossoró recebeu, nesta sexta-feira (16), parcela de R$ 205 mil, em recursos pagos pelo Governo Federal de emendas destinadas pelo deputado federal Beto Rosado (PP) no Orçamento Geral da União (OGU) para a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

O dinheiro já está disponível no Fundo Municipal de Saúde. A verba total das emendas de Beto para a execução dos projetos é de R$ 624 mil. O parlamentar enfatizou que Mossoró precisa voltar a ter o atendimento de qualidade à população que já foi marca do município no passado.

“Mossoró é uma cidade de história na Saúde Pública. Foi na nossa terra que surgiu o modelo de Unidade de Pronto Atendimento (UPA) implantado em todo o País. Precisamos lutar para que tenhamos um bom atendimento e essas novas UBS contribuirão para isso”, ponderou Beto Rosado.

Compartilhe:

Beto Rosado aceita conselho de padre Flávio e vota contra reforma da previdência

beto-rosado

O conselho do padre Flávio Augusto fez efeito e o deputado federal Beto Rosado (PP) se junta à deputada federa Zenaide Maia (PR) e à senadora Fátima Bezerra (PT) e se pronunciou contrário à reforma da previdência sugerida pelo presidente Michel Temer.

Ao Blog de Thaisa Galvão, o parlamentar explicou que mesmo sendo aliado do presidente não tem condições de votar a favor das medidas. “Não podemos que, regras ao longo de muitos anos, que foram adquiridas, sejam perdidas. Não é porque o PP, que eu faço parte, seja um partido da base do Governo que eu vou baixar minha cabeça para qualquer projeto”, disse.

Ele ainda se colocou como um defensor dos direitos dos trabalhadores. “Sou vigilante dos direitos dos trabalhadores e não vou deixar que o Governo mexa, e da forma que hoje, o que o Governo Federal enviou para a Câmara, não podemos aceitar”, concluiu.

Da bancada federal seguem em silêncio os deputados Antonio Jácome (PTN), Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD), Walter Alves (PMDB), Rafael Motta (PSB) e Rogério Marinho (PSDB) além dos senadores Garibaldi Filho (PMDB) e José Agripino (DEM). Todos integrantes da bancada temista.

Nota do Blog: cobre uma posição desses políticos que devem satisfação ao povo do Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

Mossoró ganha ambulância usada na olimpíada

SAMU_4

A cidade de Mossoró recebeu, nesta segunda-feira (20), um veículo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) utilizado durante os jogos olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. O veículo foi pleiteado pelo deputado federal Beto Rosado (PP) junto ao Ministério da Saúde.

 “Acompanhei todo o processo de transferência que garantiu mais uma ambulância para o SAMU de Mossoró, melhorando o atendimento dos casos de urgência, na nossa cidade”, declarou o parlamentar. 

Foto: Carlos Costa

Compartilhe:

Deputado tenta assumir “paternidade” em decisão do governador

WhatsApp Image 2017-02-01 at 19.37.35

Logo após o governador Robinson Faria (PSD) anunciar que não vai ter novo presídio em Mossoró, o deputado federal Beto Rosado (PP) que nada falou contra a iniciativa tentou a “paternidade” da iniciativa.

Beto Rosado colocou na página no Facebook e no site pessoal que fez a solicitação ao secretário estadual de justiça e cidadania Walber Virgolino.

WhatsApp Image 2017-02-01 at 19.37.35 (1)

Nota do Blog: o secretário Walber Virgolino falou no dia 11 de janeiro que estava estudando um local para construir um novo presídio em Mossoró. O Governo do Estado anunciou em 25 de janeiro que após construir a unidade prisional na segunda maior cidade do Estado e em mais outros dois municípios fecharia o que restou da penitenciária de Alcaçuz. Somente hoje, após a decisão ser anunciada, que o deputado quis tratar do assunto? Ou o parlamentar chegou atrasado ou não teve qualquer influência na decisão do governador.

Compartilhe:

Beto garante R$ 9 milhões em emendas para Mossoró

Programa Brasil em Debate

A emenda apontada pelo deputado federal Beto Rosado (PP) nas indicações de bancada para as obras de infraestrutura em Mossoró foi aprovada, na última segunda-feira (12), pela Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) do Congresso Nacional, para o Orçamento Geral da União (OGU) de 2017.

Os recursos são da ordem de R$ 9 milhões. O texto será votado em plenário, durante sessão do Congresso Nacional, e, em seguida, vai para a sanção do presidente Michel Temer (PMDB).

Alocada no Ministério das Cidades, a emenda é destinada às obras de infraestrutura urbana que forem indicadas pela Prefeitura de Mossoró, a qual será responsável pela elaboração dos projetos que serão entregues ao ministério.

“O desenvolvimento de Mossoró sempre foi uma preocupação do nosso mandato. A emenda foi apresentada, incluída no orçamento e ano que vem lutaremos para que ela seja empenhada e liberada”, declarou Beto.

Compartilhe:

Beto Rosado afirma que não sabia que posto era do tio

beto-rosado-2

Em nota, o deputado federal Beto Rosado (PP) rebateu o site Congresso em Foco (ver AQUI) afirmando que achava que o posto era do primo (parente de quarto grau), o que não é proibido, e quando percebeu o erro suspendeu os pagamentos. Abaixo a nota:

Prezado Jornalista,
Sobre nota “Deputado abastece o carro em posto do tio”, do Congresso em Foco, que relata os abastecimentos de fev/2015 , quando o deputado Beto Rosado tomou posse, até jun/2016, quando percebeu o erro e suspendeu a compra de combustível  no citado posto, é preciso esclarecer que:
1 – É público e de conhecimento de toda a cidade de Mossoró-RN que o posto Laser é administrado por Carlos Gerônimo Dix-sept Rosado Maia Segundo, que por sua vez é parente de quarto grau do deputado e isto não significa nenhum impedimento legal.
2 – O gabinete não tinha conhecimento de que o pai do proprietário e administrador do referido posto, Carlos Gerônimo Dix-sept Rosado Maia, possuía alguma participação societária.
3 – Ao tomar conhecimento que o tio detinha alguma participação na sociedade do posto que era, de fato, tocado por um parente de 4º grau, o deputado proibiu imediatamente qualquer abastecimento no posto Laser, como prevê o Ato da Mesa 43/2009 da Câmara dos Deputados, em seu artigo 4º, parágrafo 13. Prova dessa recomendação é que desde o dia 6 de junho de 2016 (há mais de 6 meses), não houve mais nenhum abastecimento no referido estabelecimento.
5 – Em nenhum momento houve má fé ou intenção de desobedecer às normas estabelecidas pela Câmara. Não houve também, em nenhum momento, nem indiretamente e tampouco diretamente, nenhuma vantagem obtida pelo gabinete ou pelo deputado neste episódio. Houve, de fato, a correção disto há mais de 6 meses.
6- Necessário ainda lembrar que a base política e de atuação do deputado é o interior, sobretudo, Mossoró, que não possui vôos e apenas para o deputado ou assessores se deslocarem até lá e voltar ao aeroporto para o retorno à Brasília são necessários 1040 km rodados por semana, afora sua intensa e correta presença nas inúmeras outras cidades do estado, bem como de assessores, via terrestre, como deve ser a atuação de qualquer representante: presente nas cidades e não apenas em períodos eleitorais. Portanto, o valor pago com combustível é condizente com os quilômetros percorridos.
7 – Todas as atividades do gabinete do deputado buscam se desenvolver de forma transparente e legal, e assim continuará sendo.
Compartilhe:

Deputado mossoroense é acusado usar posto do tio para abastecer

beto-rosado

Congresso em Foco

O deputado Beto Rosado (PP-RN), contrariando regras da Câmara, utilizou R$ 58.885,36 do dinheiro público da verba indenizatória para abastecer veículos de seu escritório político no posto de combustíveis pertencente ao tio, localizado em Mossoró-RN, seu reduto eleitoral.

O Ato da Mesa 43/2009 da Câmara dos Deputados, em seu artigo 4º, parágrafo 13, estabelece que não é permitido ao deputado ser ressarcido com dinheiro da verba indenizatória por despesas contraídas em estabelecimentos comerciais em que ele ou parente seu de até terceiro grau faça parte do quadro societário.

O posto Laser é de propriedade de Carlos Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia e seu filho, respectivamente tio e primo do deputado Beto Rosado.

Documento publicado no portal da Câmara confirma que tio é parente consanguíneo de terceiro grau, em linha colateral.

De fevereiro de 2015, quando tomou posse na Câmara, até junho deste ano o deputado abasteceu o carro no posto do tio todo mês. Os valores consolidados em notas fiscais eletrônicas referem-se a diversos abastecimentos realizados pelo parlamentar ao longo de cada mês.

Relação das notas fiscais emitidas pelo posto e que foram ressarcidas ao parlamentar

Ouvido pelo Congresso em Foco, o deputado disse desconhecer os abastecimentos feitos por seu escritório parlamentar. Ele afirmou que está ciente da regra que impede o ressarcimento de despesas efetuadas em empresas de parentes e que o seu “gabinete está desautorizado a abastecer veículos por meio da cota parlamentar no posto Laser”.

O que é a verba indenizatória

Deputados federais possuem uma verba denominada Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), com um limite para gastos que chega a mais de R$ 45 mil, dependendo do estado do parlamentar. O dinheiro é usado para despesas de transporte, alimentação, divulgação do mandato e outras. Para usufruir do benefício, o deputado precisa apenas apresentar à Câmara a nota fiscal ou recibo da despesa paga em razão de seu trabalho parlamentar.

O caso de Beto Rosado foi descoberto pela Operação Política Supervisionada (OPS), organização da sociedade civil especializada em fiscalizar despesas pagas com dinheiro da verba indenizatória.

Formada por cidadãos de várias cidades e estados brasileiros, a OPS já provocou uma economia superior a R$ 5 milhões do dinheiro público em seus quase quatro anos de existência.

Uma das formas criadas pela OPS para reaver dinheiro aos cofres públicos é o “E-mailzaço”, que consiste em um formulário disponibilizado no site da organização e que deve ser preenchido com o nome, cidade, estado e email do interessado. Para cada preenchimento, uma mensagem é enviada ao deputado solicitando que seja devolvido o montante recebido indevidamente.

Devolução garantida

Em outro E-mailzaço organizado pela OPS, no mês de março do ano passado, o deputado Paulo Feijó (PR-RJ) concordou em devolver aos cofres da Câmara, mais de R$ 165 mil.

O republicado foi flagrado pela OPS abastecendo veículos de seu escritório de representação política no posto de combustíveis do genro.Após

Uma das nota fiscais do Posto Laser reembolsadas pela Câmara. Somente esta nota contabiliza 1.015 litros de gasolina, consumidos em 34 abastecimentos

algumas tentativas, o deputado reconhece o equívoco e garante que devolverá parceladamente todo o valor contestado pela operação.

Atualmente é descontado de seu salário a quantia de R$ 3.744,21 e a quitação ocorrerá em janeiro de 2019.

O e-mailzaço estará disponível até o dia 16 deste mês. Caso o deputado não se manifeste positivamente, a OPS denunciará o parlamentar no Ministério Público Federal.

Outros 60 parlamentares federais já foram denunciados pela entidade no TCU e no MPF pelos mais variados motivos. A OPS também denunciou o Senado por descumprimento da Lei de Acesso à Informação.

Compartilhe:

Deputado afirma que priorizou saúde e zona rural em emendas para Mossoró

beto-rosado

O deputado federal Beto Rosado (PP) faz contato com o Blog do Barreto para explicar porque deixou o Nogueirão (ver AQUI) de fora das emendas ao Orçamento Geral da União.

O parlamentar esclareceu que para Mossoró priorizou a saúde e a área rural. “Mossoró foi a cidade que mais destinei emendas”, disse ressalvando que fez isso mesmo tento um prefeito (Francisco José Junior) adversário político.

Abaixo a lista de emendas para Mossoró:

  • R$ 411,645 mil para a infraestrutura hídrica de Mossoró/RN

  • R$ 900 mil para o Hospital Tarcísio Maia

  • R$ 800 mil para construção de Unidade Básica de Saúde em Mossoró

  • R$ 400 mil para equipar Comunidade de Saúde de Mossoró/RN

  • R$ 250 mil para a construção da sede da Procuradoria do Trabalho de Mossoró
Compartilhe: