Categorias
Análise

Briga “besta” entre Henrique e Robinson expõe mediocridade da classe política potiguar

henrique-x-robinson

O que é mais importante para o povo seridoense: saber quem trouxe a água ou acabar com o problema secular? Com certeza é a segunda opção. Mas distante da realidade do povo o governador Robinson Faria (PSD) briga para executar a obra e ter votos com ela. Na outra ponta, o ex-ministro Henrique Alves (PMDB) cada dia mais enrolado com a Justiça quer que a obra seja executada pelo Governo Federal para que seu algoz de 2014 não colha os frutos.

Os dois estão errados na picuinha e quem perde é o povo seridoense. O governador gasta energias numa briga besta e infrutífera tentando desviar o foco de outros problemas de uma gestão que conta moedas para pagar aos servidores e se esconde da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

Nossa classe política segue medíocre, como sempre. Gasta-se 100 para que o outro não ganhe 50.