Cena da crise

Abasteço há oito anos no mesmo posto de gasolina. Mas há 15 dias não ia ao estabelecimento. Hoje passei por lá. A quantidade de frentistas caiu pela metade. O atendimento também já não era o mesmo. Os profissionais experientes foram trocados por novatos.

Como a maioria dos novatos sempre tem muito o que aprender, a qualidade do atendimento despencou. Para se ter ideia, enquanto eu esperava para abastecer um dos frentistas estava sentado assistindo um programa policial natalense.

Vendo que os outros dois estavam sobrecarregados eu mesmo limpei o para-brisa  do meu carro.

Em tempos de crise econômica, a crise também é de qualidade no atendimento.

Compartilhe: