Categorias
Matéria

Detran realiza último leilão de veículos no dia 28

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realiza na próxima quinta-feira (28), a partir da 10h, o último leilão de veículos e sucatas do ano de 2023. O leilão será desenvolvido na modalidade online, através do site www.lancecertoleiloes.com.br. Dessa vez serão leiloados 89 lotes, compreendendo 19 veículos para circulação (automóveis e motocicletas) e 70 lotes destinados exclusivamente à sucata. A ação faz parte do planejamento estratégico do Detran dentro do programa Pátio Livre.

Já a partir desta terça-feira (26) e na quarta-feira (27), no horário das 8h às 16h, os interessados podem visitar os lotes que serão leiloados e que estão guardados no pátio credenciado do Detran, situado na cidade de São Gonçalo do Amarante, na Avenida Ruy Pereira Dos Santos, 2565, Bairro Olho D’agua.

Há veículos para circulação com lances iniciais de R$ 500,00, e sucatas com proposta de venda começando por R$ 100,00, sendo que esses últimos somente podem ser adquiridos por empresas credenciadas para manusear e comercializar sucatas, conforme a legislação vigente que disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres e o comércio dessas peças. Já dos 19 lotes de veículos que continuam em circulação, são nove motocicletas e 10 carros.

No próprio site do Lance Certo Leilões o cidadão tem acesso as imagens dos lotes que estão postos para os arremates, sendo eles carros, motocicletas e sucata. É possível ainda saber a marca do veículo, modelo e ano de fabricação, além do valor inicial do lance.

Deverá o arrematante custear licenciamento, IPVA, Seguro DPVAT, placas, tudo que envolva a transferência de propriedade, mudança de município, referente ao exercício de 2023. Já a sucata, o arrematante tem somente a obrigação de pagar as baixas da sucata, de gravame e vistoria (caso haja), não pagando nenhuma outra taxa ao Detran.

Outro ponto importante é que os veículos tipo ciclomotores que porventura não estiverem devidamente emplacados somente serão liberados para retirada após o emplacamento, como determina a legislação vigente. Para isso o arrematante deve estar ciente de que todas as custas que envolvam esse processo correm por sua conta.

Categorias
Matéria

Detran vai intensificar a fiscalização nas empresas que trabalham com desmonte e comercialização de peças automotivas usadas

A partir da próxima semana, o Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) vai intensificar a fiscalização nas empresas que trabalham com desmonte e comercialização de peças automotivas usadas. A medida visa contribuir diretamente para inibir o comércio ilegal de peças veiculares e agir no combate ao furto, ao roubo e à adulteração de veículos no estado.

A Comissão de Credenciamento e Fiscalização de Sucatas e Oficinas do Detran/RN é a responsável pelo acompanhamento deste trabalho. As atividades de desmontagem, reciclagem, recuperação das partes e peças, e a comercialização dessas partes e peças só podem ser realizadas por empresas que estiverem credenciadas junto ao Detran/RN.

O funcionamento legalizado oferece diversos benefícios para as empresas, como a participação de leilões públicos e privados, além de evitar multas ou até mesmo o fechamento da empresa. Por isso, é muito importante exigir a nota fiscal do serviço a ser realizado.

A população pode fazer a consulta das peças e estabelecimentos credenciados no site do Detran antes de efetuar qualquer serviço. A busca pode ser feita em www.detran.rn.gov.br, no ícone “Empresa”, escolher a opção “Credenciamento de Desmonte”, onde tem acesso ao Portal público de consulta de empresas e etiquetas (rastreio de peças) e às legislações que regulamentam a atividade.

A Lei Federal nº 12.977/2014, junto a resolução do Contran nº 611 e as portarias do Detran nº 274/2022 e 358/2022, são responsáveis por regular e disciplinar a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres e a comercialização de partes e peças usadas no Estado.

Durante todo o ano de 2023, o Detran agiu na implantação da Lei do Desmonte aqui no RN. As empresas com e sem formalização foram convocadas para saber mais sobre a legislação que criminaliza adulteração de veículo e sobre a intensificação da fiscalização. A execução da lei no RN oferece mais segurança para as empresas que atuam de forma séria, além de dificultar a receptação e venda de peças roubadas por parte das empresas de sucatas.

Categorias
Matéria

Detran/RN disponibiliza contato telefônico para o Programa CNH Popular

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) divulgou um número de telefone para atendimento exclusivo aos candidatos do Programa CNH Popular 2023. O contato é o (84) 99807-7173, disponível para chamadas e mensagens via Whatsapp de segunda-feira a sexta-feira, no horário das 8h às 14h.

O Programa CNH Popular 2023 vai oferecer mil vagas para a obtenção gratuita de Carteira Nacional de Habilitação para a população de baixa renda. Os beneficiários selecionados receberão dispensa total dos exames e taxas do Detran, dos custos de confecção da primeira CNH ou, em caso de mudança, para a categoria C, D e E, e despesas referentes aos cursos teórico e prático de direção veicular ministrados pelos Centros de Formação de Condutores (CFC’s).

As inscrições para o Programa seguem até dia 25 deste mês, somente online por meio do Site e Portal de Serviços do Detran. Mais informações e o edital completo podem ser conferidos no site www.detran.rn.gov.br.

Contato para atendimento:
(84) 99807-7173 (Segunda-feira a sexta-feira, 8h às 14h)

Categorias
Matéria

Detran lança campanha educativa por respeito às leis de trânsito

O Detran-RN, por meio da Assessoria de Comunicação Social do Governo do RN, lança nova campanha educativa de respeito às leis de trânsito como sinônimo de cuidado ao próximo. A campanha, assinada pela Executiva Comunicação (Execom), foi lançada na noite desta quinta-feira (18) e ressalta o respeito às regras de trânsito como a proibição do uso do celular ao volante, a necessidade do uso do capacete, respeito à faixa de pedestres, ao limite de velocidade, à distância de 1,5 metro do ciclista, respeito à lei seca e, sobretudo, o respeito e cuidado com o próximo.

Segundo estudos apresentados pelo Detran-RN, houve uma redução de 21,2% no número de acidentes de trânsito em vias urbanas e rodovias do estado em comparação ao primeiro semestre de 2018. O número de vítimas fatais para o mesmo período analisado também caiu, no caso em 20,2%, e um levantamento dos últimos 10 anos, apresentado pelo Detran/RN esta semana, aponta que o número de mortes no trânsito do RN reduziu em 38,6% em 10 anos. Número que deve ser comemorado e reconhecido pelo trabalho da equipe do Detran e do Governo do Estado.

Porém, ainda segundo o Detran-RN, entre janeiro e junho de 2022, comparado com o mesmo período de 2021, houve um discreto aumento de acidentes com motocicletas – 1.282 casos em 2021, para 1.289 em 2022. Esse aumento acarretou o crescimento de atendimentos no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, de 30% num espaço de 90 dias, com pelo menos uma vítima envolvida nos acidentes. Em consequência desses dados, os acidentes com motocicleta são a segunda maior causa de internação na principal unidade de urgência e emergência do estado.

Outros dados a serem ressaltados é que o Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 1,5 milhão de veículos cadastrados no sistema do Órgão. O número registra um aumento de 55% da frota de veículos automotores, levando em consideração os últimos dez anos. Destaca-se também o dado da falta de cuidado e atenção dos condutores como um fator de extrema relevância. E é nesse ponto que a campanha quer tocar.

A campanha é educativa, passando mensagens de cuidados que devemos ter ao dirigir um carro ou pilotar uma motocicleta, e é dirigida para os atuais condutores e motoristas, mas também para as futuras gerações de norte-rio-grandenses.

“A campanha trabalha a humanização do trânsito. Traz a mensagem educativa na fala de crianças, mostrando a importância do respeito a legislação como medida de preserva o bem maior da sociedade, que é a vida”, desta Jonielson Pereira, diretor-geral do Detran/RN.

“A campanha é uma ação direcionada a um grave problema de saúde pública, que apesar de a estatística apontar reduções de acidentes, os números ainda são elevados. E não poderíamos ser indiferentes à realidade das nossas ruas e avenidas. É preciso sensibilizar as pessoas de que elas são essenciais neste processo. O Estado, quando destina recursos para levar esta mensagem, está na verdade investindo na preservação da vida. A abordagem de um tema tão denso, ao ser feita a partir das crianças, torna a mensagem muito mais assertiva. Gera reflexão, e isso por si ajuda a mudar a realidade das ruas”, afirma o secretário de Comunicação Social do Governo do Estado, Daniel Cabral.

“Criar uma campanha forte e que toque as pessoas de forma impactante é a maneira que achamos para mostrar a realidade no trânsito. Com o conceito “Compartilhe Respeito”, chegamos à conclusão que a fala das crianças poderia atingir os adultos e consequentemente conscientizar, fazer refletir nas consequências de beber e dirigir, pilotar sem capacete, respeitar o ciclista e pedestre”, disse Odemar Neto, diretor da Executiva Comunicação.

Categorias
Matéria

Mortes em acidentes de trânsito ficam abaixo da média nacional no RN entre 2019 e 2022

O Rio Grande do Norte ficou abaixo do índice de mortes no trânsito por 10 mil veículos, entre os anos de 2019 a 2022. A meta é estipulada pelo Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS), do Governo Federal, que tem como objetivo a preservação de vidas no tráfego, o fortalecimento do cumprimento da legislação viária, e a integração alinhada a Década da Ação de Segurança no Trânsito, coordenada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), a taxa de mortalidade no tráfego por 10 mil veículos no estado caiu de 3,82%, no ano de 2019, para 3,2%, em 2022. A redução nos últimos quatro anos se manteve sempre abaixo da meta estipulada pelo PNATRANS para o Rio Grande do Norte, sendo em 2019 de 4,24%, o RN ficando em 3,82%; em 2020 de 3,95%, o RN diminuindo para 3,7%; em 2021 de 3,68%, o RN chegou a 3,61%; e por fim, em 2022 de 3,43%, o RN alcançou 3,2%.

Segundo o diretor-geral do Detran, Jonielson Pereira, o dado mostra que o estado vem atuando de maneira integrada com o propósito de alcançar as estimativas do PNATRANS, por meio de atividades conjuntas de educação, fiscalização e sinalização viária, com foco na segurança e na preservação de vidas no trânsito estadual.

“Sabemos que há muito a ser realizado, porém podemos dizer que o Rio Grande do Norte se encontra no caminho certo e os dados na categoria por 10 mil veículos mostram isso. Nossas campanhas educativas, o trabalho de fiscalização e melhorias na sinalização refletem nesses números positivos que pretendemos melhorar ainda mais nos próximos anos”, comentou o diretor-geral.

Outro índice estipulado pelo PNATRANS é o de mortes por 100 mil habitantes. Nesse caso, o Rio Grande do Norte também vem conseguindo diminuir esse tipo de ocorrência entre os anos de 2019 e 2022, saindo de 14,63% para os atuais 13%. A meta do PNATRANS é de no período de 10 anos reduzir no mínimo pela metade o índice nacional de mortos no trânsito brasileiro. A contagem da década de redução foi iniciada em 2018, a partir da entrada em vigor da lei nº 13.614/2018.

 

Categorias
Matéria

RN ultrapassa a marca de 1,5 milhão de veículos

Dados divulgados pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) apontam que o Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 1,5 milhão de veículos cadastrados no sistema do Órgão. O número registra um aumento de 55% da frota de veículos automotores, levando em consideração os últimos dez anos.

Em números absolutos, entraram em circulação na frota estadual 535.677 novos automóveis no período de 2013 a 2023, alcançando um total de 1.501.657 veículos em circulação nas rodovias e ruas das cidades do Rio Grande do Norte, sendo 41,9% (629.063) de transporte automotor do tipo automóveis leves e 40,74% (611.742) composto de veículos de duas rodas, entre eles motocicletas, motonetas e ciclomotores. O RN alcançou a soma de 1 milhão de veículos em junho de 2014.

Um dado relevante é o índice de motorização, que leva em consideração a conexão da quantidade populacional do Estado e o número de veículos em circulação. Nessa situação, o Rio Grande do Norte conta atualmente com 455 veículos para cada mil habitantes residentes no Estado. Nessa ótica, o RN soma pouco mais de duas pessoas por automóvel registrado no banco de dados do Detran. Essa informação leva em consideração o dado populacional divulgado previamente pelo IBGE, em dezembro do ano passado, que registra uma população de 3.303.953 no RN

Em termos percentuais, a ampliação da frota vem diminuindo ao longo dos últimos anos quando comparado os dados do ano atual com o ano anterior. Em 2013/2012 a ampliação foi de 8,85%, em 2014/2013 de 7,85%, em 2015/2014 de 6,43%, até 2022/2021, que mostra um aumento de 3,15% em relação ao ano anterior. A informação deixa claro que o aumento da frota se mostra constante, porém numa velocidade menor do que há 10 anos.

O município com maior número de automóveis em circulação continua sendo a capital. Natal registra 29,43% de toda a frota do estado, chegando a 441.867 veículos. Em seguida, temos Mossoró com 12,78%, alcançando 191.896 automóveis. Em relação a capital do Oeste, chama a atenção a quantidade de veículos em duas rodas que supera os automóveis de passeio em mais de 11%. As motocicletas, motonetas e ciclomotores correspondem a 46,76% (89.740) da frota da cidade, enquanto os veículos de passeio é 35,73% (68.576) do total da frota municipal.

Já no tocante a idade da frota estadual, o Detran contabiliza que 35,54% dos veículos cadastrados no estado foram fabricados entre os anos de 2013 e 2023, o que mostra uma frota relativamente nova. São 535.677 veículos dentro dessa faixa de tempo de fabricação.

Os dados emitido pelo Detran vêm subsidiar o planejamento de ações que devem ser empregadas no Rio Grande do Norte, principalmente as relacionadas a políticas públicas de tráfego visando a consolidação de um trânsito seguro.

Ações de educação para o trânsito empregadas pelo Órgão na capital, cidades do interior do estado, escolas e empresas levam em consideração essas informações com o plano de atingir maior efetividade. Outro ponto amparado pelos dados são as medidas de fiscalização e sinalização viária, onde o Detran age na missão de zelar pela segurança no tráfego, diminuindo acidentes, preservando vidas e melhorando a mobilidade.

Categorias
Matéria

Mais de mil CNHs estão nas unidades do Detran esperando a retirada

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está convocando os motoristas que solicitaram Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e, por algum motivo, tiveram os documentos devolvidos pelo Correios e estão sob a guarda do órgão. Atualmente, mais de mil carteiras de Habilitação se encontram nas unidades do Detran de todo o estado aguardando a retirada.

A entrega da CNH via Correios é uma facilidade que o Detran possibilitou para levar mais comodidade aos motoristas e hoje é a única forma de recebimento da carteira. Após a emissão da CNH, os Correios fazem três tentativas de envio, quando há algum problema na entrega, o documento fica retido na unidade dos Correios durante 20 dias corridos e depois é devolvido ao Detran.

O Coordenador de Registro de Condutores do Detran, Rodrigo Fernandes, explica que a entrega nem sempre é feita por razões diversas. “Sempre reforçamos que o comprovante de residência seja dos últimos 90 dias e esteja atualizado corretamente”, enfatizou o coordenador.

“O mais importante é que os usuários devem estar atentos em fornecer um endereço preciso e que esteja cadastrado nos Correios do mesmo jeito que está escrito no comprovante de residência apresentado ao Detran. Sugerimos sempre faturas de energia, de cartões de crédito, que normalmente estão atualizadas e o CEP confere com o que está registrado nos Correios” esclarece Rodrigo Fernandes.

Em todas as unidades do órgão, cerca de 1000 documentos se acumulam à espera dos seus donos. São documentos devolvidos pelos Correios dos anos 2018, 2019, 2020, 2021, 2022 e 2023. O Detran reforça que as CNH´s emitidas em 2018 se vencem este ano, pois foram emitidas antes da mudança na legislação, que aumentou o prazo de validade para até 10 anos.

O cidadão pode fazer a retirada da CNH no Detran mediante agendamento antecipado. Basta acessar o Portal de Serviços no endereço https://portal.detran.rn.gov.br e escolher a opção “Habilitação”, clicar em “Agendamento de Serviços”. Quando abrir uma nova guia, seleciona novamente a opção “Habilitação”, depois “Entrega CNH Emitida”, preenche os dados pessoais e marca o dia e horários de sua preferência.

Categorias
Matéria

Índice de reprovação em exames de CNH no RN é de 20,34%

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) avaliou as faltas eliminatórias cometidas em 2022 pelos candidatos que realizaram o exame prático monitorado de direção veicular para obtenção de CNH ou mudança de categoria de Habilitação. A medida busca orientar e alertar os usuários para os principais erros que estão reprovando no exame prático e com isso tentar reduzir a taxa de reprovação nessa fase final do processo de habilitação de condutores.

Dados coletados pelo Setor de Estatística do Detran contabilizaram a efetivação de 88.896 exames práticos monitorados de direção veicular durante o ano de 2022. Desse total, a quantidade de aprovações foi de 70.817, ou seja, 79,66% dos candidatos foram considerados aptos, e 18.079 de usuários foram inaptos, alcançado um índice de reprovação de 20,34%.

O Detran separou as faltas eliminatórias de maior incidência por categoria de habilitação, sendo na Categoria A (motocicletas), “colocar os pés no chão com o veículo em movimento” (25,70%); “não manter o equilíbrio na prancha, saindo lateralmente” (25,45%); “iniciar a prova sem estar com o capacete devidamente ajustado na cabeça, ou sem viseira ou óculos de proteção” (16,75%) e “descumprir o percurso preestabelecido” (15,15%), os erros mais encontrados.

Na Categoria B (Carros, picapes e vans) a falta eliminatória de “avança sobre o balizamento quando é realizado o estacionamento em vaga de veículos” foi a mais pontuada, chegando a 46,77% das eliminações, seguida por “avançar sobre meio-fio” (31,25%) e “desobedecer à sinalização semafórica de parada obrigatória” (12,76%).

Na Categoria C e D, o maior número de eliminações foi resultante da infração de “avançar sobre o meio-fio” (57,31%), vindo logo depois “avança sobre o balizamento quando é realizado o estacionamento em vaga de veículos” (15,24%). Por fim, na Categoria E (treminhões, ônibus articulados), a falta de “não colocar o veículo na área balizada” respondeu por 61% das reprovações.

O coordenador de Habilitação de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, explicou que a divulgação das faltas eliminatória mais incidentes no processo de avaliação prática de motoristas é justamente uma iniciativa para que o candidato tenha mais atenção nessa provas e possa ser aprovado.

“Todo o processo de avaliação prática é importante para a aprovação do candidato. Ele deve estar atento a todos os itens analisados. Agora a falta eliminatória é preciso maior atenção, pois se cometer já está reprovado, tendo que refazer o exame. Essa divulgação das infrações eliminatórias mais comuns é uma forma do Detran alertar para o que mais reprovou em 2022 e para que o candidato cumpra essa fase com maior cuidado e alcance êxito no final”, comentou Jonas Godeiro.

A prova prática monitorada de direção veicular é a última etapa para que o cidadão possa ter direito à CNH. O Detran realiza esses exames de forma itinerante no interior do RN e de maneira fixa a exemplo de Natal e Mossoró, onde cidadão pode agendar a valaição diretamente pela internet no Portal de Serviços do Detran (https://portal.detran.rn.gov.br/servicos/habilitacao).

Categorias
Matéria

Hoje é o último dia para o pagamento do IPVA com desconto

Os proprietários de veículos, cuja numeração final da placa termina em 9 ou 0, devem ficar atentos ao prazo para aproveitar o desconto de 5% no pagamento em cota única do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). No Rio Grande do Norte, última data de vencimento desse tributo no calendário 2022 encerra nesta sexta-feira (10). Os contribuintes também têm a opção de fracionar o valor integral em até sete parcelas sem acréscimo, mas, sem desconto.

 A exceção são aqueles usuários do aplicativo Nota Potiguar que recebem até 10% de desconto já deduzido no valor final expresso na guia a ser compensada independente da opção de pagamento em cota única ou parcelado. Com o vencimento deste grupo, a Secretaria Estadual de Tributação  (SET-RN) estima que cerca de 600 mil veículos tenham recolhido ou iniciado (em caso de parcelamento) o processo de quitação do IPVA 2022 no estado.

As guias para pagamento deverão ser obtidas na internet e, mesmo após o vencimento, o documento será atualizado automaticamente, com os acréscimos somados ao valor total. Os boletos para pagamento do imposto estão disponíveis no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN), no link: https://www2.detran.rn.gov.br/externo/consultarveiculo.asp. Para obter o boleto, o contribuinte precisa acessar o site do Detran e clicar na opção ‘consulta de veículos’, e em seguida, inserir a placa do veículo e o Renavam nos espaços determinados, sem pontos nem hífens, finalizando com a geração da guia.

O calendário de pagamentos do IPVA 2022 no Rio Grande do Norte segue normalmente até junho, com as datas de pagamento organizadas segundo o número final da placa dos veículos, seguindo os meses subsequentes conforme a quantidade de parcelas escolhidas.  Os detalhes podem ser conferidos na página da Secretaria de Tributação (www.set.rn.gov.br), no menu superior, seção “IPVA”, ou no link:

http://www.set.rn.gov.br/contentProducao/aplicacao/set_v2/impostos/gerados/ipva_calendario.asp.

Categorias
Matéria

Cobrança do IPVA para carros com placas com final 3, 4 e 5 no RN começa segunda-feira

Os proprietários de veículos de placas com final 3, 4 e 5 têm até a próxima segunda-feira (11) para quitar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) deste ano. Quem optar por pagar o imposto de uma única vez poderá aproveitar o desconto de 5%. O prazo de vencimento é válido também para quem recorrer ao parcelamento, que pode ser feito em até sete parcelas, sem acréscimos.

Caso o proprietário do veículo participe da Campanha Nota Potiguar, pode contar também com um desconto de até 10% do valor integral do imposto, que já vem descontado no boleto de pagamento. Esse benefício deduzido do valor total independe da opção de pagamento em cota única ou parcelado. No entanto, se o contribuinte não quitar os débitos nos respectivos vencimentos, serão incididos automaticamente juros e multas, referentes a cada dia de atraso.

As guias para pagamento deverão ser obtidas na internet e, mesmo após o vencimento, o documento será atualizado automaticamente, com os acréscimos somados ao valor total. Os boletos para pagamento do imposto estão disponíveis no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN), através do link: https://www2.detran.rn.gov.br/externo/consultarveiculo.asp.

Para obter o boleto, o contribuinte precisa acessar o site do Detran e clicar na opção ‘consulta de veículos’, e em seguida, inserir a placa do veículo e o Renavam nos espaços determinados, sem pontos nem hifens, finalizando com a geração da guia.

O calendário de pagamentos do IPVA 2022 no Rio Grande do Norte segue normalmente até junho, com as datas de pagamento organizadas segundo o número final da placa dos veículos.  Os detalhes podem ser conferidos na página da Secretaria de Tributação (SET-RN), no menu superior, seção “IPVA”, ou através do link: http://www.set.rn.gov.br/contentProducao/aplicacao/set_v2/impostos/gerados/ipva_calendario.asp.