Homenagem da Prefeitura de Mossoró ao Dia dos Professores gera reação negativa nas redes sociais

Homenagem termina em desmentidos constrangedores

A Prefeitura de Mossoró postou nas redes sociais uma homenagem ao Dia dos Professores transcorrido ontem, dia 15.

Na tag a gestão municipal afirma estar pagando salários em dia e acima do piso nacional da categoria além de investir em formação continuada, 14º salário e progressão funcional. Também é citada a realização de um processo seletivo simplificado.

A reação foi a pior possível.

“Fico me perguntando se a homenagem é para os professores ou para a prefeitura . Onde está a exaltação do trabalho do professor?”, questionou Leidiane Duarte.

Ramilson Macêdo Saldanha elevou o tom: “Por que não diz a verdade? A prefeitura não paga o Piso Nacional, trabalhamos em condições precárias, falta de material, salas superlotadas e quentes”.

Jobson Kmkz disparou: “Se a valorização é o melhor “presente” então neste ponto a prefeitura”faltou a aula”. Temos sido perseguidos e humilhados por esta gestão. Onde está o nosso aumento?”.

Não faltaram reclamações sobre a falta de diálogo. “Diálogo, é isso que nossos professores querem e merecem, no entanto, a senhora Rosalba tem tentado calar a voz de nossos professores. A educação é um ato de coragem, os professores e estudantes de Mossoró lembrarão da atuação da senhora Rosalba ano que vem e estarão na linha de frente contra seu governo”, disse Melissa Filgueira.

Ainda houve comparações entre o 15 de outubro e o 1º de abril, dia da mentira.

No início da noite a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDSERPUM), Marleide Cunha, apontou pontos que contestam o discurso da comunicação da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Confira:

Esse pôster da prefeitura em suas redes sociais não é homenagem aos professores é uma ofensa. A gestão Rosalba mais uma vez desrespeita porque mente para esconder a DESVALORIZAÇÃO dos professores. Ela precisa mentir para manter-se no poder e nós precisamos mostrar a verdade para não sermos feitos de idiotas. Quem quiser saber a verdade, acompanhe:

1 – A prefeita Rosalba DIMINUIU o Piso Salarial, pois aplicou índice de reajuste MENOR que o determinado pelo Piso Nacional;

2 – Não paga salário em dia, pois paga aos pedaços.

3- REDUZIU drasticamente o número de escolas premiadas com o 14° salário. Em 2016 foram 29 escolas e UEIs, enquanto que na gestão Rosalba caiu para apenas 13. Aumentam o rigor para premiar menos. Cadê a valorização?

4- Tentou impedir a progressão dos professores de 40h e só pagou as peticionadas em 2017 de forma parcelada e por força da pressão da greve. Ainda deve 2018.

5 – Não faz concurso público, preferiu amarrar os professores em contratos precários.

6- Diminuiu drasticamente as oportunidades de formação continuada.

7- Entende que o Plano de Carreira dos professores é um problema para a gestão, por isso, procura formas de fragilizá-lo.

8 – Deixa as escolas sucateadas sem condições básicas de trabalho para os professores;

9- Descontou salário ilegalmente em uma greve e depois ainda quis humilhar os professores com a aberração de um tal termo de compromisso. Os professores reagiram e deram uma lição de honradez não se submetendo.

10- A gestão Rosalba não tem concepção de Educação definida, por isso, se apega a qualquer modismo e só enxerga o valor econômico. Vê a educação como produto de mercado.

Enfim, a lista seria longa, mas vou resumir: Essa é a gestão que mais desvalorizou os professores e mais desrespeita o direito das crianças a uma educação pública de qualidade.

Poderia ao menos não mentir tanto.

Compartilhe:

Prefeitura envia nota ao Blog

A Prefeitura de Mossoró envia nota ao Blog do Barreto explicando um item da matéria Imagens mostram o quanto Mossoró está malcuidada.

Confira a nota:

A Prefeitura de Mossoró informa que não recolhe podas realizadas de forma drástica, como no caso citado. Nessas situações o descarte é de responsabilidade de quem fez a ação. A orientação foi dada ao solicitante, conforme consta em protocolo de atendimento da secretaria de Serviços Urbanos. O morador, inclusive, reconheceu o erro e informou que a poda teria sido realizada por sua esposa sem o seu conhecimento. Ele já confirmou que vai fazer o recolhimento dos galhos e folhas da árvore podada.

A Prefeitura esclarece ainda para a população em geral que não realize podas de árvores sem orientação. O setor responsável por esse tipo de trabalho é o Departamento de Parques e Jardins, que pode ser acionado pela central através do número 3315-5000. Além de poluir ruas e canteiros da cidade, a poda drástica é passível de multa, sendo crime ambiental.

A Prefeitura realiza recuperação de praças e logradouros na cidade, bem como de ruas e avenidas. O trabalho deve chegar aos varios equipamentos públicos, incluindo os situados no Corredor Cultural. Há um planejamento nesse sentido. Nas imagens também mostram descarte de lixo incorreto. Embora a Prefeitura faça a limpeza, é necessária também a colaboração da população no trabalho de limpeza urbana.

Compartilhe:

Imagens mostram o quanto Mossoró está malcuidada

Nem maquiagem a pode dizer que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) faz em Mossoró. Imagens repassadas ao Blog do Barreto por populares mostram tanto áreas periféricas quanto lugares movimentados e até mesmo pontos turísticos com quadro de abandono.

A badalada Praça da Convivência é o principal destaque passando por Memorial da Resistência e Teatro Municipal Dix-huit Rosado. Mas também temos problemas em vias, Cobal e bairros periféricos.

Confira as imagens que falam por mil palavras.

Compartilhe:

Enquanto Rosalba celebra escolas cívico-militares, Governo Federal não libera um centavo do FNDE para Mossoró

Incluir Mossoró no projeto das escolas cívico-militares do Governo Federal virou a principal bandeira da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) na educação num momento em que a cidade corre risco de ter que devolver recursos federais ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por causa de obras inacabadas (ver AQUI).

O quadro no setor de liberação de recursos do FNDE em Mossoró no décimo mês de 2019 é preocupante. A Prefeitura de Mossoró planejou receber R$ 548.671,00 em recursos do FNDE.

Até o momento não foi liberado um único centavo.

O Blog do Barreto procurou a Assessoria de Comunicação para buscar uma explicação, mas até o momento (17h21) não recebeu qualquer resposta.

Recursos do FNDE são usados para aquisição de ônibus para transporte escolar, aquisição de material didático, montagem de bibliotecas, dentre outros serviços.

Compartilhe:

Prefeitura faz aditivo de R$ 1 milhão em contratos com agências de publicidade

Blog Diário Político

A Prefeitura de Mossoró renovou por mais um ano contrato com três agências de publicidade: Art&C Comunicação Integrada; Dois A publicidade e INSIGHT comunicação e marketing. Cada empresa vai abocanhar no período R$ 357.400,00 que no total o executivo vai gastar entre 20 de setembro de 2019 e 20 de setembro de 2020 – período do aditivo – R$1.072.200. As duas primeiras agências possuem sede em Natal e a terceira é aqui de Mossoró.

Nos “Extrato de Aditivo” publicados pelo município não constam detalhamento de quais serviços são prestados especificamente pelas agências. Os contratos foram firmados inicialmente em 2017 e este é o segundo aditivo feito pela secretaria de comunicação municipal junto a essas empresas.

As informações constam no Jornal Oficial do Município (JOM 530b) publicado nessa quarta-feira, 09/10. Confira abaixo os dados na íntegra.

Compartilhe:

Prefeitura arrecada R$ 11 milhões em “taxa de iluminação pública”

Desde janeiro, a Prefeitura arrecadou R$ 11.422.251,96 por meio da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP), conhecida popularmente como “taxa de iluminação pública”.

As informações foram extraídas pelo Blog do Barreto através do Portal da Transparência.

Para o leitor ter ideia, a projeção de arrecadação com o tributo este ano era de R$ 3.996.500,00, conforme consta no Portal da Transparência.

Para se ter ideia estamos em outubro e a Prefeitura realizou 285,81% do previsto na arrecadação. Tudo leva a crer que até o fim de 2019, a COSIP renderá três vezes o esperado no orçamento.

O desempenho foi tão bom que em março a Prefeitura já tinha superado a meta de arrecadar R$ 3.996.500,00 com a “taxa de iluminação pública” em 2019.

Nota do Blog: a Prefeitura de Mossoró subestimou a expectativa de arrecadação para remanejar o excedente ao seu bel prazer.

Compartilhe:

Prometeu e não cumpriu: Creche do Vingt Rosado deveria ter sido inaugurada no dia 11 de setembro

Numa das várias retomadas das obras da Creche do Vingt Rosado, desta vez em abril, a Prefeitura de Mossoró prometeu entregar a obra no dia 11 de setembro deste ano.

Mas a promessa não foi cumprida e a obra segue se arrastando. A Prefeitura agora corre para não perder os recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O Blog do Barreto contatou a Prefeitura de Mossoró através da Assessoria de Comunicação e aguarda os esclarecimentos.

 Saiba mais sobre o assunto lendo as notícias abaixo:

 

Compartilhe:

Responsável por empresa terceirizada terá que ir a Câmara explicar atrasos de salários

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou requerimento do vereador Alex do Frango (PMB) para que o responsável pelo contrato da empresa Athos com a Prefeitura de Mossoró explicar os atrasos salariais.

São 290 trabalhadores que estão com salários e vales-refeições atrasados junho (15 dias), julho e agosto. A folha de setembro vence em 9 de outubro, quinto dia útil do mês subsequente.

Eles trabalham na limpeza do Centro de Saúde, creches, CRAS, Cobal e mercados. Além deles, estão motoristas socorristas com salários atrasados.

Confira a posição de Alex do Frango após a aprovação do requerimento.

Compartilhe:

Vereador cobra definição de número de lei

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, terno e área interna
Petras cobra número de lei (Foto: Edilberto Barros/CMM)

Atendendo a um pleito da comunidade surda de Mossoró, o vereador Petras Vinícius (DEM) cobrou, na sessão desta terça-feira (01), o número da Lei que autoriza a criação de uma escola bilíngue de libras na cidade, da Prefeitura de Mossoró.

O Projeto de Lei que prevê a escola municipal bilíngue é de autoria do vereador Petras e foi apresentado na Câmara Municipal de Mossoró no ano de 2017. Já em março de 2019, após passar por todas as Comissões Temáticas da Câmara, o Projeto recebeu voto de aprovação de todos os vereadores da Câmara.

De acordo com Petras, a escola bilíngue de libras é um sonho antigo da comunidade surda que foi conquistado com muita luta. “Apresentamos, após muito diálogo com a Associação dos Surdos de Mossoró. e acatamos também sugestão dos vereadores. Agora precisamos que a Prefeitura de Mossoró encaminhe o número da Lei”, explicou.  O número da Lei deveria ter sido disponibilizado desde o dia 5 de abril, segundo o vereador.

Reunião

No último dia 26 de setembro, Dia Nacional do Surdo, Petras participou de uma caminhada até o Palácio da Resistência. Na ocasião, os representantes da Associação de Surdos de Mossoró foram recebidos e uma reunião com a secretária municipal de educação, Magali Delfino, foi definida para esta semana. “A reunião foi marcada para quarta-feira, 02 de outubro. Sabemos que a Lei é uma luta inicial e que agora precisamos batalhar pela implementação da escola bilíngue”, finalizou.

Nota do Blog: a prefeita não vetou nem sancionou a lei deixando a missão para a Mesa Diretora da Câmara Municipal que promulgou a lei. No sábado, Rosalba enalteceu o compromisso dela com a causa dos surdos após apresentação de coral de libra durante a Assembleia Universitária da UERN.  Na prática são seis meses para fornecer o número de uma lei.

Compartilhe:

Prefeitura faz nova licitação para solucionar problemas em obras inacabadas

Blog Carlos Santos

A Prefeitura Municipal de Mossoró corre atrás de evitar prejuízo de grande monta para o erário e a educação do município, devido obras inconclusas, onde existe aplicação de recursos da União. Vai contratar empresa de assessoria para procurar “superar” as restrições apontadas pelo Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (SIMEC) do Governo Federal.

A licitação acontecerá no próximo dia 15 de outubro, conforme aponta o Jornal Oficial do Município (JOM), edição de número 528-b, do último dia 25.

Na modalidade de pregão presencial, o certame acontecerá a partir das 8h, na sede da Diretoria Executiva de Licitações, Contratos e Compras.

Unidade de Educação Infantil (UEI) do bairro Vingt Rosado, UEI da Estrada da Raiz, UEI do bairro Papoco, Construção da UEI do Sumaré, UEI do Barrocas, Quadra da Escola Municipal Evilásio Leão, Quadra da Escola Municipal Paulo Cavalcante, Quadra da Escola Municipal Heloísa Leão de Moura e Quadra da Escola Municipal Maurício de Oliveira estão com problemas até aqui insanáveis. Os valores cumulativos das obras são milionários e podem ser irrecuperáveis.

Alerta

Há poucos dias, o suplente de deputado federal Lawrence Amorim (Solidariedade) mostrou o problema em suas redes sociais, pedindo a municipalidade para fazer algo em relação a pelo menos três obras que tinha detectado em Brasília, mas a situação é bem pior:

– Gostaria aqui de fazer um alerta a prefeitura de Mossoró, estive no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) verificando a situação de nossa cidade e constatei que as três Unidades de Educação Infantil que estão com as obras inacabadas, se não houver em caráter de urgência a renovação do convênio iremos perder a oportunidade de utilizar os recursos federais já destinados e empenhados, tendo que para concluir as obras o município utilizar recursos próprios.

A municipalidade outra vez se esquivou de dar respostas. Preferiu pulverizar propaganda distante da realidade. Mas a própria licitação que se apressa em realizar atesta a dimensão do caso.

Compartilhe: