Categorias
Matéria

Ratinho se recusa a veicular direito de resposta de Natália Bonavides

O apresentador Ratinho que defendeu que a deputada federal Natália Bonavides (PT) fosse metralhada se recusou a veicular um direito de resposta da parlamentar.

Em dezembro ao criticar o projeto de lei que muda o rito dos casamentos civis ele atacou a deputada e além de defender que ela fosse metralhada sugeriu que ela fosse lavar roupas do marido (ver vídeo abaixo):

Natália comentou o assunto nas redes sociais. “Depois de falar em sua emissora de rádio que pessoas como eu deveriam ser eliminadas, sugerindo que se pegue em metralhadoras, o apresentador Ratinho recusou a divulgação do nosso direito de resposta. Já recorremos ao judiciário”, declarou.

A parlamentar reforçou que as falas de Ratinho foram criminosas. “Nosso direito de resposta evidencia as mentiras contadas no programa e mostra a necessidade urgente de enfrentar a intolerância e o preconceito. A recusa em divulgá-la é uma confirmação daquilo que foi dito. E não esqueçamos: foram crimes!”, avaliou.

Nota do Blog: direito de resposta é bem diferente de uma notificação extrajudicial com ameaça de processo.

Categorias
Foro de Moscow

Foro de Moscow 16 dez 2021 – As ameaças de Ratinho a Natália Bonavides

Categorias
Sem categoria

Ratinho defende que deputada seja metralhada. Apresentador será processado

O apresentador Ratinho deu um show de homofobia, racismo e desinformação na edição de ontem do programa a Turma do Ratinho, veiculado em várias rádios do país.

Ao comentar sobre o Projeto de Lei 4004/2021 da deputada federal Natália Bonvides (PT/RN) que altera a Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil) que troca o “eu vos declaro marido e mulher” por “eu vos declaro casados” durante as cerimônias de casamento civis, assegurando o tratamento igual entre casais.

Ele defendeu que a petista fosse metralhada e sugeriu que ele fosse lavar roupa, costurar a calça do marido e perguntou se ela “tinha o que fazer”.

Confira o vídeo:

Ratinho misturou projetos ao falar também que a deputada defende a alteração de filiação do registro civil retirando pai e mãe. Na verdade essa proposta é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A deputada se pronunciou sobre o assunto e anunciou que vai processar Ratinho. “O apresentador Ratinho utilizou uma concessão pública para me atacar e cometeu crimes ao fazer isso. Vamos acioná-lo judicialmente, inclusive criminalmente. Ele sugeriu no programa que eu fosse metralhada, em um programa visto por milhares de pessoas. Incitar homicídio é crime! Ele colocou a minha vida e minha integridade física em risco. Essas ameaças e ataques covardes não ficarão impunes, já estamos buscando a justiça”, avisou.

Nota do Blog: Ratinho é um imbecil.