Categorias
Matéria

Rua Professor Manoel João é asfaltada dentro do programa Mossoró Realiza

Um sonho de décadas dos moradores dos bairros Boa Vista e Doze Anos, nas regiões sul e central da cidade, respectivamente, foi realizado na semana que passou pela atual gestão da Prefeitura de Mossoró. A Rua Professor Manoel João, que corta os dois bairros, foi, enfim, asfaltada, em obra que compõe o programa “Mossoró Realiza”.

O trecho compreendido entre a rua Felipe Camarão, no bairro Doze Anos, próximo a igreja São João, e Rua Paulo de Albuquerque, no Boa Vista, recebeu camada asfáltica em trabalho realizado pela Secretaria de Infraestrutura, com a obra sendo realizada em apenas dois dias.

Na tarde deste domingo (3), a obra foi vistoriada pelo prefeito Allyson Bezerra. Acompanhado do secretário de Infraestrutura, Rodrigo Lima, o gestor percorreu os mais de 500 metros de asfalto, correspondente ao trecho beneficiado, para atestar a qualidade do serviço realizado.

“Aqui, uma rua muito pedida, muito solicitada. E hoje estamos aqui realmente realizando um sonho da população em uma rua que é extremamente importante. Agora o asfalto está completo, de uma ponta a outra, e com qualidade”, comentou Rodrigo Lima, secretário de Infraestrutura, pasta responsável pela execução da obra.

“Materializamos aqui um sonho da população do Boa Vista e Doze Anos, que gostaria bastante de ter esse acesso mais fácil. E aí a população nos colocou essa demanda, principalmente durante a festa de São João Batista, no período junino, quando foi bastante pedido esse asfalto. Então chegamos aqui, com 520 metros de pavimentação asfáltica e investimento em torno de R$ 470 mil, dentro do programa “Mossoró Realiza’. E a gente está aqui hoje para fiscalizar, acompanhar o serviço que foi executado e já constatando primeiro a qualidade do material, a qualidade do serviço realizado e a satisfação da população. A população está feliz com esse empreendimento que valoriza muito o comércio e as residências”, comentou o prefeito Allyson Bezerra.

Ao longo do trajeto, não foi difícil encontrar famílias reunidas, sentadas à calçada, para a conversa de fim de tarde. Em todas elas, a aprovação e a felicidade pelo sonho realizado.

“O trabalho que a Prefeitura está realizando, não só em nossa rua, mas em várias ruas da cidade, está sendo uma maravilha. Esse asfalto traz uma dinâmica melhor para os veículos. Até para pedestre aqui, melhorou. O pessoal que ia para a igreja reclamava da situação do calçamento. Muita gente torcia o pé. Agora, as coisas melhoraram”, comemorou o motorista Antônio Wilson, morador da rua Professor Manoel João já há 14 anos.

Quem antes evitava o trecho, devido o antigo piso, já irregular pelo tempo e longa falta de manutenção, agora se utiliza do mesmo com frequência, encurtando caminhos no trajeto entre os bairros. A manobra de chegada e saída dos moradores, também se tornou mais fácil.

“O asfalto veio trazer várias melhorias, não só para quem reside aqui, mas para quem utiliza essa rua como passagem. A rua aqui era cheia de buracos, cheia de dificuldades. Agora, sem dúvida nenhuma, ficou ótima. Melhorou não só o tráfego de veículos, mas também a valorização dos imóveis. Isso com certeza é uma vitória para nós. A Prefeitura está de parabéns!”, comemorou Hilton Cordeiro, residente há um ano em um dos condomínios existentes na rua.

As condições em que estava a rua antes do asfalto, eram prejudiciais para todos, especialmente para as pessoas que carregam consigo algum tipo de limitação para locomoção.

“Antes era horrível para a pessoa se deslocar até uma outra rua. Eu sou deficiente física e era muito ruim o acesso aqui. Agora, com o asfalto ficou maravilhoso. Além disso, nem poeira mais tem dentro de casa. Eu estou vivendo um sonho. Nem acredito que isso está acontecendo, Mas graças a Deus e a Prefeitura, o asfalto chegou”, comemorou a manicure e PCD Solange Araújo.

Para os moradores mais antigos, que enfrentaram por mais longo tempo as dificuldades que o antigo piso oferecia, a chegada do asfalto não poderia ser recebida de outra forma, senão carregada de muita satisfação.

“Essa ação veio mandada por Deus. Estou muito feliz, muito satisfeita. A rua ganhou uma vida, ficou maravilhosa, porque era a gente caindo dentro dos buracos. Agora está um tapete”, comemorou a servidora aposentada Rita Matias da Silva, que mora na rua Professor Manoel João há mais de 60 anos.

Fonte: Secom/PMM

Categorias
Sem categoria

Secretário dá “bolo” em vereadores e falta a convocação

O secretário de infraestrutura Rodrigo Lima não compareceu a convocação da Comissão de Obras, Uso e Ocupação do Solo da Câmara Municipal de Mossoró para prestar esclarecimentos sobre o aditivo do Memorial da Resistência celebrado após o anúncio da inauguração da reforma.

Rodrigo tinha ido ontem a Câmara “voluntariamente”, mas foi acordado que ele estaria hoje na casa para cumprir a convocação e responder a perguntas dos vereadores após eles terem acesso aos documentos parcialmente cedidos pela gestão.

Só os vereadores da oposição compareceram à reunião. A base governista ignorou a sessão.

A obra do Memorial da Resistência recebeu um aditivo de 44,36% em relação ao montante total da obra, equivalente a R$ 433 mil.

Além disso, a empresa J.Z.R. Construções pertence ao sogro e cunhados do presidente da Câmara Municipal Lawrence Amorim (SD), um dos principais aliados do prefeito Allyson Bezerra (SD).

O edital foi lançado na gestão da ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP), mas todo o processo foi conduzido já com Allyson Bezerra.

A sessão está rolando. Assista:

 

Categorias
Matéria

Convocação de secretário para prestar esclarecimentos está mantida

Apesar da ida dos secretários Kadson Eduardo (administração) e Rodrigo Lima (infraestrutura) a Câmara Municipal a convocação deste último para prestar esclarecimentos à Comissão de Obras, Uso e Ocupação do Solo da casa.

Os vereadores de oposição insistiram em dizer que a hora dos questionamentos não era hoje interrompendo a sessão ordinária da Câmara, mas amanhã.

Foi fechado um acordo para que o secretário vá amanhã e que as novas convocações sejam feitas pelas comissões, mas com o endosso do plenário.

Categorias
Análise

Secretários se antecipam a convocação para tirar protagonismo da oposição na crise do aditivo

O prefeito Allyson Bezerra (SD) anunciou como um gesto de transparência a antecipação da ida do secretário de infraestrutura Rodrigo Lima para prestar esclarecimentos a respeito do controverso aditivo de R$ 433 mil na reforma do Memorial da Resistência. A boa impressão aumenta ainda mais com o plus do envio do secretário de administração Kadson Eduardo.

Noves fora o avanço institucional de mandar os secretários (uma bancada de Rosalba teria derrubado a convocação no plenário e pronto), a jogada foi esperta para acuar a oposição que estava assumindo as rédeas no debate público em relação ao assunto.

Pela primeira vez Allyson não ficou com o controle da narrativa.

Na verdade, a antecipação é um desrespeito ao tempo do parlamento. Hoje era dia de sessão ordinária por isso a convocação ficou para a quinta-feira. O prefeito quis dizer “eles vão quando eu quiser” e sem ser na condição de convocados.

A ideia era fazer um contra-ataque com a presença de Kadson que se expressa bem e tem conhecimento jurídico. O secretário de infraestrutura visivelmente nervoso se ateve a questões técnicas.

Kadson até tentou minimizar a questão dizendo que a licitação foi feita na gestão de Rosalba Ciarlini (PP) omitindo que o processo foi concluído com a assinatura de Allyson.

Outro plano era criar as condições políticas para impedir a convocação de amanhã sob a alegação de que os secretários vieram de espontânea vontade.

Mas um acordo celebrado hoje entre as bancadas de que as convocações de secretários passarão pelo plenário, mas só nas próximas oportunidades. Isso manteve a convocação de Rodrigo Lima para amanhã, às 10h.

O secretário pode faltar alegando que já foi hoje, mas o estrago já está feito.

Allyson mexeu as peças, a oposição também.

Categorias
Matéria

Comissão de Obras da Câmara aprova convocação de secretário para explica aditivo

Em reunião na manhã desta segunda-feira (4), na Câmara Municipal de Mossoró, a Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Obras e Serviços Públicos aprovou para quinta-feira (7), às 10h, a convocação ao Legislativo do secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (Seimurb), Rodrigo Lima.

O objetivo é obter do secretário esclarecimentos sobre a reforma do Memorial da Resistência, na Avenida Rio Branco, cuja obra recebeu aditivo após conclusão, segundo denúncia da vereadora Marleide Cunha (PT), em pronunciamento na sessão de quarta-feira (29).

Além da convocação, a comissão requisitou à Prefeitura de Mossoró envio, em cinco dias úteis, de cópias da licitação, contrato, aditivo e demais documentos relacionados à reforma do Memorial da Resistência.

O colegiado tomou as duas decisões por unanimidade, com a presença dos vereadores Isaac da Casca (presidente), Francisco Carlos (vice-presidente) e Larissa Rosado (2ª suplente, convocada em razão das ausências dos vereadores Edson Carlos, secretário, e Naldo Feitosa, 1º suplente).

Também participaram da reunião e subscreveram o pedido os vereadores Omar Nogueira, Paulo Igo e Marleide Cunha. O vereador Pablo Aires foi representado pela assessoria.

A convocação é baseada no artigo 80 (inciso 6º) do Regimento Interno da Câmara e no artigo 47 (inciso 3º) da Lei Orgânica do Município. A comissão deve oficiar Rodrigo Lima sobre a convocação ainda hoje.

Esclarecimentos

Segundo Isaac da Casca, a convocação é necessária por causa de indícios de irregularidades e dificuldade de acesso à documentação da obra, conforme nota, assinada por 10 vereadores (a), a qual narra impossibilidade de obtenção de documentos, em visita de comitiva de parlamentares à Seimurb, quinta-feira (30).

“Queremos transparência, acompanhar a aplicação dos recursos públicos de Mossoró de forma clara”, justifica Isaac. Francisco Carlos acrescenta não se tratar de pré-julgamento a convocação do secretário, “mas necessidade de esclarecimento à sociedade”. Já Larissa Rosado diz querer preservar a prerrogativa da Câmara, “diante da falta de respostas da Prefeitura a pedidos oficiais de informações feitos pelo Legislativo”.

Confira o teor da convocação de Rodrigo Lima para ir  a Câmara Municipal de Mossoró

Categorias
Matéria

Novo secretário de infraestrutura destaca prioridades no cargo

Rodrigo Lima é o novo secretário de infraestrutura (Foto: Célio Duarte/PMM)

O novo secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, Rodrigo Lima, que antes ocupava a Diretoria Executiva de Serviços Urbanos, em visita às obras de pavimentação de ruas no Monte Olimpo, falou sobre o trabalho a frente da pasta. “Estamos prontos para dar continuidade ao trabalho com muitas obras e serviços espalhados por toda a cidade, como por exemplo, pavimentação de ruas, modernização da iluminação com lâmpadas led, serviços de limpeza”, elencou Rodrigo Lima.

Além das obras e serviços espalhados pelos quatro cantos da cidade, o compromisso da Secretaria de Infraestrutura é seguir contemplando a zona rural, intensificando cada vez mais o trabalho. “A zona rural sempre será prioridade para a Secretaria de Infraestrutura. Seguimos trabalhando com a recuperação de estradas vicinais beneficiando dezenas de comunidades. Hoje com equipes no Chafariz, Olho D’água, Santana. E ainda temos outras para atender como Favela, Mulunguzinho”, frisou o secretário da SEIMURB.

O secretário de Infraestrutura ainda destacou a importância do trabalho tendo a população como parceira. “Nós contamos com a colaboração da população para nos auxiliar no trabalho. As pessoas podem indicar ruas a serem pavimentadas, sugerir pontos de limpeza, entre tantos outros serviços que a secretaria presta à cidade”, concluiu Rodrigo Lima.

Fonte: Secom/PMM