Categorias
Foro de Moscow

Foro de Moscow 28 nov 2023 – O legado do padre Sátiro Dantas

Categorias
Reportagem

Estadualização da UERN é o maior legado político e da educação de Padre Sátiro

Padre Sátiro Cavalcanti será para sempre lembrado como líder a estadualização da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte em sua curta, porém rica passagem pela Reitoria da instituição entre 5 de agosto de 1985 e 8 de janeiro 1987.

Esse é o seu principal legado político pela capacidade de articulação demonstrada ao unir a comunidade acadêmica, movimentar todos os segmentos políticos do Estado, acionar ministros, convencer prefeito, governador, candidatos a governo, vereadores e deputados estaduais a formarem consenso na transferência de uma universidade de um município para um estado.

Na educação é o maior legado pelo que a UERN se tornou a partir da estadualização, deixando de ser uma universidade que sobrevivia a duras penas para se tornar uma referência de inclusão social com 89% de seus alunos oriundos de escolas públicas. Nada disso aconteceria sem estadualização cujo protagonista foi Padre Sátiro.

Mas para entender essa história é preciso voltar 38 anos na história. Padre Sátiro assumiu a então Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte (FURRN) após uma crise política que derrubou o então reitor Laplace Rosado. Na época era uma instituição municipal que era pública, mas não gratuita porque cobrava mensalidades dos estudantes. Ainda assim ela não conseguia se manter.

A universidade devia seis meses de salários aos professores e funcionários quando Padre Sátiro assumiu o cargo.

A missão dele era clara: encontrar uma solução para a FURRN. Padre Sátiro recebeu carta branca do então prefeito Dix-huit Rosado para acabar com aquela agonia que a instituição vivia e foi se mexendo nos bastidores, unindo os segmentos da comunidade acadêmica e conquistando apoio político.

O reitor dedicou boa parte de sua agenda no primeiro semestre de 1986 a Brasília onde participou de uma série de reuniões e contou com o apoio do então ministro da administração Aluízio Alves. Ele discutiu o reconhecimento de cursos e ao mesmo tempo defendia a federalização da instituição.

Sátiro tentou contatos com o então ministro da educação Marco Maciel, que chegou a ser paraninfo das turmas concluintes da FURRN em 1986. Chegou-se a se discutir a possibilidade de a FURRN ser anexada a antiga ESAM, atual Ufersa, mas a ideia não avançou. A anexação pela UFRN também foi uma das alternativas discutidas na época.

Nem federalização, nem Esam e muito menos UFRN. Todas as hipóteses foram descartadas porque esbarravam no argumento da mentalidade da época de que uma universidade federal era suficiente para o Rio Grande do Norte e ela era a UFRN.

O destino da FURRN era ser UERN e o de Padre Sátiro era liderar o processo como reitor. Assim, a página da ideia da federalização de 1985 deu lugar à luta pela estadualização ao longo do primeiro semestre de1986. Em abril, Padre Sátiro chegou a admitir que os campi de Patu, Pau dos Ferros e Assú seriam fechados caso não aparecesse uma solução para a crise. Em maio até o fechamento da universidade chegou a ser avaliado.

A virada de chave aconteceu em junho.

Padre Sátiro com a ajuda dos técnicos, alunos e professores lotou 10 ônibus e foi bater a porta do então governador Radir Pereira após a histórica assembleia do Cine Pax do dia 8 de junho que decidiu que era hora de focar na estadualização.

Radir gostou da ideia, mas disse que ficaria pouco tempo no poder e que os candidatos que disputariam a eleição na quele ano precisariam concordar.

O processo foi rápido. Padre Sátiro conseguiu arrancar dos candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte João Faustino, Aldo Fonseca Tinoco, Sebastião Carneiro e Geraldo Melo a garantia de que eles dariam continuidade ao processo de estadualização da FURRN. Esse compromisso foi fundamental.

Em setembro a Câmara Municipal de Mossoró já tinha autorizado e o então prefeito Dix-huit Rosado assinado a lei autorizando a estadualização. Em novembro daquele ano a Assembleia Legislativa já tinha aprovado a estadualização e a FURRN já tinha sido incorporada ao patrimônio do Governo do Rio Grande do Norte.

A estadualização foi oficializada em 7 de janeiro de 1987.

No dia 8 de janeiro, e após rodar 35 mil quilômetros no Passat para encontrar uma solução para a FURRN, Padre Sátiro cumpriu a promessa de que após a missão dele como reitor ser cumprida renunciaria. A missão era resolver o maior problema da universidade que agora era além de pública, finalmente gratuita e poderia se manter como estadual.

Padre Sátiro renunciou ao cargo voluntariamente dando lugar a Antonio Capistrano e voltou ao curso de direito de onde ajudou a futura UERN no processo de reconhecimento de seus cursos no Ministério da Educação.

A estadualização da UERN é o maior marco de um líder religioso que se mostrou um hábil político e um batalhador da educação.

Confira o depoimento completo de Padre Sátiro numa entrevista que ele concedeu ao editor desta página e a jornalista Aglair Abreu:

Categorias
Matéria

“Incra Itinerante” chega a Mossoró nesta segunda-feira

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) através da superintendência regional do Rio Grande do Norte, deslocará parte de sua equipe para itinerar e levar os serviços da autarquia até às famílias assentadas. A segunda edição do “Incra Itinerante” acontecerá no município de Mossoró entre os dias 23 de outubro e 1 de novembro, das 09h às 17h, sendo realizado do dia 23 ao dia 27 de outubro na Escola Estadual Gilberto Rola – Vila Central – assentamento Maisa e tendo o atendimento do dia 28 (sábado) até meio-dia.  Já do dia 30 de outubro a 1 de novembro, a atividade acontecerá no prédio da FAEN – Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, localizado na Rua Desembargador Dionísio Filgueira, 383 – Centro.

Criado em 2004, o assentamento Maisa é considerado o maior do RN, tendo 19.701,0582 hectares, dividido em dez agrovilas, com capacidade para 1.150 e tendo atualmente 1.122 famílias residindo. A produção de fruticultura, em especial o cultivo da acerola e do caju, é uma das principais fontes de renda dos trabalhadores e trabalhadoras rurais dessa região. Em Mossoró são 32 assentamentos totalizando 2.951 famílias que poderão ser beneficiadas com a atividade.

A iniciativa tem como objetivo garantir maior e melhor acesso das famílias assentadas aos serviços oferecidos pela autarquia federal, gerando assim, uma maior celeridade nas demandas retraídas, tendo em vista um passivo de mais de quatro mil processos parados oriundos das gestões passadas.

Para viabilizar a atividade, estão sendo feitas parcerias com o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST, sindicatos, Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, que irão disponibilizar estrutura e fortalecer a mobilização das famílias da reforma agrária. Dessa forma, o Incra leva parte de sua equipe para campo, priorizando as localidades com maior concentração de assentamentos.

O município de Bento Fernandes foi o primeiro contemplado à receber a ação, que ocorreu entre os dias 5 e 6 de setembro e contou com mais de 200 atendimentos, dentre eles: CAF, GRUS, atualização cadastral, títulos e informações sobre créditos. Estes foram realizados no Centro Administrativo Municipal, Tv Santos Dumont, 37, Bento Fernandes.

Como primeiro momento de realização da atividade, o Incra Itinerante não se limitou a um só município, passando também por Upanema, que na ocasião estava completando 70 anos de emancipação política e teve seu povo acolhido e atendido pelos servidores do órgão.

“Essa é a gestão do desenvolvimento e da responsabilidade, onde reafirma-se o compromisso com os trabalhadores e trabalhadoras da reforma agrária. O Incra está de portas abertas para acolher as demandas, os anseios e os sonhos do povo do campo, assim como também está em alerta para fiscalizar qualquer ação ilegal cometida por seus beneficiários, que não respeitarem e honrarem com suas responsabilidades para que a reforma agrária aconteça em sua plenitude”, comenta Lucenilson Ângelo, Superintendente do Incra/RN.

O Incra Itinerante segue com sua programação até o final do ano, fomentando o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e levando esperança aos potiguares do campo. Para mais informações através do número: 4006-2170 e pelo instagram: @incrarn.

Categorias
Matéria

Governadora cumpre agenda voltada para segurança e participa da celebração dos 55 anos da UERN

Segurança pública, agricultura familiar, educação e desenvolvimento são os setores contemplados nesta quinta-feira (28), no segundo dia de agendas na região Oeste, após a instalação do Governo do RN em Mossoró.

Às 9 horas, a governadora Fátima Bezerra entrega um poço movido a energia solar no Assentamento Maisa, na Agrovila Olga Benário; um investimento de R$ 92 mil, beneficando as atividades produtivas de 84 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais.

Às 10h, ela inaugura a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) e em seguida participa da reunião do Plano Estadual de Segurança Pública (PESP). Ainda pela manhã, a governadora assina contratos com associações e cooperativas rurais para aquisição de alimentos produzidos pela Agricultura Familiar destinados aos hospitais e outras unidades da rede pública de saúde, e termos de parcerias com 17 entidades para efetivação de feiras da Agricultura Familiar em 58 municípios.

À tarde, ocorre a inauguração da galeria de ex-diretores da 12ª Diretoria Regional de Educação e Cultura e a Exposição Memórias da Educação. Em seguida, participa da Assembleia Universitária alusiva aos 55 anos da Uern. As agendas desta quinta-feira encerram com lançamento do Polo Gás Sal, um investimento de R$ 26 milhões, ligando o gasoduto de Mossoró à região salineira.

RESUMO

9h – Entrega de poço movido a energia solar no assentamento Maisa
Local: Agrovila Olga Benário.

10h – Inauguração da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher – DEAM e Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente – DPCA/Mossoró.
Local: Rua Julita Sena, 241, Nova Betânia

11h – Reunião do Plano Estadual de Segurança Pública – PESP – Local: Reitoria da UERN.

12h30 – Assinaturas dos contratos de fornecimento de produtos da Agricultura Familiar para os Hospitais e assinatura de termos de parcerias com 17 entidades para efetivação de 60 feiras da Agricultura Familiar
Local: Reitoria da UERN

14h – Solenidade de inauguração da galeria de ex-diretores da 12ª Direc e a Exposição Memórias da Educação da 12ª Direc. Local: R. Ferreira Itajubá, s/n, Bairro: Santo Antônio, Mossoró.

15h – Assembleia Universitária da UERN
Local: Teatro Municipal Dix-huit Rosado, Av. Rio Branco, Mossoró.

17h – Lançamento do Polo Gás Sal, interligando o gasoduto de Mossoró à região salineira.
Local: auditório do SEBRAE, rua Rui Barbosa, 630, Centro, Mossoró.

Categorias
Matéria

Governo se instala em Mossoró

Entre os dias 27 e 29 de setembro, Mossoró é a sede do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. A escolha da data é devido às comemorações pela passagem dos 140 anos de libertação dos escravos, em 30 de setembro de 1883, cinco anos antes da Lei Áurea, considerada a festa cívica mais significativa do município.

“Com alegria e satisfação renovada estamos aqui com todo nosso time instalando o Governo do Rio Grande do Norte no chão de Mossoró. E neste chão sagrado da UERN, que é patrimônio do nosso Estado. Estamos celebrando os 55 anos desta instituição com avanços muito importantes que dão patamar civilizatório para nossa população e para a educação”, disse a governadora Fátima Bezerra no seu discurso, na noite desta quarta-feira, 27.

Com a presença de todo o secretariado do Governo do Estado, da reitora da Uern Cecília Maia e do vice-reitor Chico Dantas, além de parlamentares, no primeiro momento houve o descerramento da placa de instalação do Governo, quando foi destacada a importância da Universidade para a população. A governadora anunciou avanços importantes como a formalização do acordo histórico entre o Governo Federal, a Advocacia Geral da União (AGU) e o Governo do Estado, divulgada recentemente e que assegura R$ 593 milhões para a educação através do Fundef – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF).

“Estamos aqui muito felizes por saber que hoje a UERN tem autonomia plena tanto financeira como econômica. Reestruturamos para a educação o plano de cargos e salários. E agora estamos nos empenhando para lançar o edital do concurso para novos professores até dezembro”, complementou a governadora Fátima Bezerra.

Para a reitora da UERN, Cecília Maia, o momento é impulsionador. “A gente só acredita numa sociedade mais justa e igualitária se tivermos avanço na educação; e estamos avançando cada vez mais. Agradecemos em nome de nossa comunidade todo o empenho do governo do Estado do Rio Grande do Norte. Já formamos aqui mais de 56 mil profissionais. É um patrimônio vivo do nosso estado, e a governadora faz parte disso”, destacou a reitora.

Além da pauta da educação, o Governo cumprirá agendas com as outras pastas sempre com a presença da governadora Fátima Bezerra e os secretários com ações previstas nas áreas de desenvolvimento rural e agricultura familiar, saúde, educação, ação social, cultura, direitos humanos, segurança e administração.

Após o descerramento da placa, assinaturas importantes foram feitas como a sanção da Lei de Assistência Social e assinatura da entrega das outorgas e acordos de parcerias entre Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN) e municípios.

IGARN nos territórios

Uma das primeiras ações da governadora Fátima Bezerra, em transferência do Governo para Mossoró, tratou da entrega de outorgas e acordos de parcerias entre IGARN e municípios para agilizar o atendimento daquele órgão junto aos pequenos produtores. Os primeiros municípios a aderirem às ações foram Upanema e Ipanguaçu, que vão colocar em funcionamento unidades municipais de serviços em Recursos Hídricos.

Paulo Sidney Gomes Silva, diretor-presidente do IGARN, lembrou que no dia 11 de setembro foi lançado em Natal o Sistema Integrado de Gestão das Águas. Uma medida que confere ao Estado mais eficiência ao serviço público. “E o que estamos fazendo aqui hoje é uma sequência dessas ações. Dando oportunidades ao pequeno irrigante, ao pequeno pescador e os demais pequenos produtores que não têm acesso, como os grandes, aos nossos Sistemas. O IGARN está territorializando suas ações,  nos instalando em municípios parceiros. E por orientação da governadora, o IGARN está determinado a se instalar nos principais municípios do estado, até o final do ano. Já conseguimos baixar de 90 para 30 dias o prazo de outorgas e queremos chegar até 15 dias de celeridade”, disse Sidney.

Também foram realizadas a entrega simbólica de certificados de outorgas para produção de melão numa área irrigada de 1.930 hectares nos municípios de Mossoró e Macau, empreendimento conduzido pela Global Agro Brasil Produção e Comercialização de Frutas.

“A Lei que a governadora sancionou no dia de hoje é de iniciativa do executivo.  30 anos depois da lei orgânica, foi preciso a sensibilidade da governadora no âmbito da importância de ser a Lei que regulamenta a política e Assistência social no nosso Estado. Como uma política de direito da nossa sociedade. Que dá base legal para a gestão estadual fazer o que lhe compete que é chegar junto de quem mais precisa. Essa é uma conquista de nossa sociedade. Para as pessoas que mais necessitam de proteção, acolhida e garantia de direitos. É uma conquista dos direitos da professora Fátima Bezerra”, ressaltou a secretária Iris Oliveira, da Sethas.

“Quero destacar a pauta do Igarn que foi um ato que assinamos no compromisso de descentralizar cada vez mais os serviços do Instituto das águas do RN. Teremos uma sede aqui em parceria com a prefeitura. O fato é que ações como essas significam chegar mais perto dos agricultores para regularizar os seus investimentos, tendo acesso de forma muito mais simplificada às licenças e obras hídricas”, disse a governadora.

Durante os próximos dias, pautas como entrega da delegacia da Mulher em Mossoró e Delegacia da Criança e do Adolescente, além da entrega de poço movido a energia solar no assentamento Maisa na Agrovila Olga Benário.  Reunião do Plano Estadual de Segurança Pública, além das assinaturas dos contratos de fornecimento de produtos da Agricultura Familiar para os Hospitais e assinatura de termos de parcerias com 17 entidades para efetivação de 60 feiras da Agricultura Familiar.

Estiveram presentes na abertura a Secretária de Estado da Educação Socorro Batista, Coronel Araújo, secretário de Segurança Pública, Alexandre Lima, secretário da Sedraf, Ivanilson Maia Gabinete Civil, Olga Aguiar secretária de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semjidh), Maryland Brito Secretária de Estado da Cultura, Procurador Geral do Estado Duarte Santana, gestão de Águas Igarn Paulo Sidney, Gilson Matias presidente da FJA, representantes da União Estadual dos Estudantes, secretária de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social Iris Oliveira.

 

Categorias
Matéria

Ministro conhece turmas dos cursos de formação CapacitaSUAS, realizado em parceria com a UERN

Com a presença da governadora Fátima Bezerra, o Programa Nacional de Capacitação do Sistema Único de Assistência Social (CapacitaSUAS), que o governo do estado executa no Rio Grande do Norte por meio da SETHAS (Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social), teve um momento histórico nesta sexta-feira em Mossoró. Pela primeira desde que foi criado, em 2012, um ministro de Estado visita salas de aula de turmas em formação.

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, a governadora Fátima Bezerra e a secretária da SETHAS, Iris Oliveira, entregaram, nesta sexta-feira (15), 54 certificados de conclusão a trabalhadores do CapacitaSUAS RN, no território Mossoró, que estão concluindo os cursos de formação e capacitação em turmas remanescentes. O ministro Wellington Dias também visitou a turma do CapacitaSUAS que encerrou hoje o curso de formação na Escola de Medicina da UERN em Mossoró.

Desde 2022, o CapacitaSUAS RN é promovido em parceria com a UERN (Universidade do Estado do RN) e a Funcitern (Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do RN). O programa tem como objetivo a qualificação dos trabalhadores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) para o mercado de trabalho.

“O Governo do RN une forças com governo federal para acabar com a fome em diversas ações, entre elas está o fortalecimento da capacitação. Lutar contra a fome é uma questão humanitária. ”, fala a governadora Fátima Bezerra sobre a importância da transformação que a capacitação gera.

“É uma alegria receber o ministro Wellington Dias para tratar de um tema de tamanha relevância que é a formação de profissionais em Assistência Social. Já são mais de dois mil e duzentos profissionais formados, oriundos de todos os municípios do estado e para nós é uma satisfação poder levar formação à sociedade, à população do Rio Grande do Norte, dizer que a nossa universidade está de portas abertas”, diz a reitora da UERN, Cicília Maia.

Nestes cursos, que foram realizados nos dez territórios de cidadania do Rio Grande do Norte, cobrindo os 167 municípios potiguares, foi garantida a oferta de formação e capacitação permanente para profissionais, gestores, conselheiros e técnicos da rede socioassistencial do SUAS no Rio Grande do Norte.

“A capacitação gera novos conhecimentos e um novo olhar sobre a prática cotidiana. Esses trabalhadores, ao voltarem para suas áreas de atuação, repensam os seus fazeres e, consequentemente, transformam a assistência social em cada município”, esclarece Raquel Morais, coordenadora Institucional do CapacitaSuas.

Foram realizados quatro cursos: Proteção social no SUAS a Indivíduos e Famílias em Situação de Violência e outras violações de direitos: Fortalecimento da Rede Socioassistencial; Gestão Orçamentária e Financeira do SUAS; Serviço de Acolhimento para Crianças e Adolescentes; e Plano de Assistência Social.

A fase atual do CapacitaSUAS/região Mossoró é de vagas remanescentes. A região de Mossoró inclui 17 municípios: Areia Branca, Baraúnas, Caraúbas, Felipe Guerra, Governador Dix-sept Rosado, Grossos, Ipanguaçu, Janduís, Jucurutu, Mossoró, Olho D’Água dos Borges, Patu, Porto do Mangue, Riacho da Cruz, Serra do Mel, Tibau e Viçosa.

“Ser aluno do CapacitaSuas está sendo um privilégio. Estar no meio da assistência social, para mim, que sempre fui incentivado a ajudar as pessoas, trouxe uma uma realidade mais próxima e que com certeza, enquanto advogado, levarei pra o município de Areia Branca. A gente aprende não só com as vivências, mas também transmite as nossas vivências e vê o quanto elas têm em comum, o quanto estão presentes no nosso dia a dia e em todos os municípios, sejam eles aqui do estado do Rio Grande do Norte, mas também do nosso país”, afirma o aluno Daniel Rodrigues.

A secretária Iris Oliveira destacou que em novembro e dezembro, na equipe de transição, a prioridade foi recompor o ornamento da assistência social e o novo Bolsa Família, junto ao pacto federativo na assistência social.

O SUAS tem 8.500 trabalhadores no Rio Grande do Norte e, nestes anos, com a emenda do ex-senador Jean Paul Prates, o programa será implantado através do Capacita RN, que atuará em 35 municípios.

Categorias
Matéria

Três chapas disputam sindicato dos professores da UERN

A Associação dos Docentes da UERN – ADUERN – será disputada por três diferentes grupos no processo eleitoral que se avizinha.

Caso sejam homologadas todas as chapas, será a primeira vez na história do sindicato que a disputa contará com três diferentes grupos.

No dia 1 de agosto tem início a campanha eleitoral.

O pleito da entidade será realizado em 23 de agosto de forma presencial e votam todos os professores e professoras sindicalizados. Haverá ponto de votação em Mossoró e nas cidades em que há campus da universidade.

A entidade hoje é dirigida pelo professor Neto Vale.

A primeira das chapas a se registrar foi a Chapa “Um novo tempo”, que tem como candidata a presidência a professora Maria Jose Vidal, docente do curso de Ciência da Região no Campus de Natal. Confira a nominata da chapa

Chapa “Um novo tempo”

Maria Jose da C. Souza Vidal – Presidenta

 Emanuela Rutila Monteiro Chaves –  Vice-Presidenta

 Silvana Maria Santiago – Secretária

 Valdicley Eufrausino da Silva – Secretário-adjunto

 Jovelina Silva Santos – Tesoureira

 Otoniel Fernandes da S. Junior – Tesoureiro-adjunto

Leila Maria de Araújo Tabosa – Diretora de Cultura, Esporte e Lazer

Daniel Augusto de Lima Mariano – Diretor de Cultura, Esporte e Lazer adjunto

Izabel Calixta de Alcantara- , Diretora do Setor de Aposentados

Aluizio Lins de Oliveira – , Diretor do Setor de Aposentados adjunto

A segunda chapa a se inscrever foi “Amar e Mudar as Coisas”, que tem como candidato a presidente o professor Jefferson Garrido, do curso de Comunicação Social, Campus de Mossoró. Confira a nominata

Chapa “Amar e Mudar as Coisas”

Jefferson Garrido A. Neto – Presidente

Magda Fabiana do A. Pereira – Vice-Presidenta

 Juce Ally L. de Melo – Secretária

 Ana Elilia T. B. Cavalcanti – Secretária-adjunto

 Wanderson L. de Oliveira – Tesoureiro

 Leonildo Tchapas – Tesoureiro-adjunto

 Gulherme P. de Carvalho – Diretor de Cultura, Esporte e Lazer

 Regina Célia P. Marques – Diretor de Cultura, Esporte e Lazer adjunta

 Maria Luzinete Cabral  – Diretora do Setor de Aposentados

Mariza Cardoso P. da Mata Diretora do Setor de Aposentados adjunta

A terceira chapa a se inscrever para o processo eleitoral foi “Autonomia e Valorização Docente”, que tem como candidato a presidência o professor Neto Vale, do Curso de Gestão ambiental, no Campus de Mossoró. Neto é atual presidente da ADUERN.  Confira a chapa

Chapa “Autonomia e Valorização Docente”

Raimundo Nonato do Vale Neto – Presidente

Edilene Rodrigues Barbosa – Vice-Presidenta

 Josenildo Oliveira de Morais – Secretário

 Joseane Abilio de Sousa Ferreira – Secretária-adjunta

 Antonio Gautier Farias Falconieri – Tesoureiro

Aione Maria da Costa Sousa – Tesoureira-adjunta

 Emilio Soares Ribeiro – Diretor de Cultura, Esporte e Lazer

 Lucia Helena Medeiros da Cunha – Diretora de Cultura, Esporte e Lazer adjunta

Vera Lucia de Abreu – Diretora do Setor de Aposentados

 Adalzira Nunes de Carvalho – Diretora do Setor de Aposentados adjunta

Categorias
Matéria

Allyson anuncia asfalto na rua de acesso à Faculdade de Medicina da UERN

O Prefeito Allyson Bezerra anunciou a aplicação de asfalto na rua de acesso à Faculdade de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). A obra, que contemplará 1268m² de asfalto, visa proporcionar maior mobilidade urbana e qualidade de vida para os cidadãos da região.

Ao destacar a obra de asfaltamento na rua de acesso à Faculdade de Medicina da UERN, o Prefeito enfatizou a importância da iniciativa para estudantes, professores e funcionários da instituição, que ganharão mais conforto e segurança no trajeto diário até a universidade. Além disso, a melhoria no acesso à UERN deve impactar positivamente no fluxo de veículos na região, beneficiando toda a comunidade acadêmica e os residentes próximos.

Categorias
Matéria

Preparatório da Uern para o Enem retomará aulas presenciais em agosto

Voltado à preparação de estudantes de escolas públicas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de forma gratuita, o Cursinho Cidadania da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) voltará a ser presencial. As aulas devem começar em agosto, nas salas de aula da Faculdade de Ciências Econômicas (Facem), no Campus Mossoró, das 8h ao meio dia.

O lançamento do 5º ano do preparatório será nesta quarta-feira, 12, nas redes sociais e na imprensa.

A expectativa da organização é alcançar os mesmos índices de 2019, primeiro ano do projeto, que teve em média dois mil alunos inscritos e quase 100 professores voluntários, entre alunos de graduação e pós-graduação da Uern e de outras instituições, bem como professores já formados.

O formulário para a inscrição de professores voluntários está disponível AQUI. O de alunos(as), AQUI.

“Temos plena certeza que atingiremos os nossos objetivos agora em 2023 e não mediremos esforços para preparar os alunos da rede pública de Mossoró para o Enem, possibilitando ingressarem no ensino superior em 2024”, destacou Jefferson Garrido, coordenador do projeto e professor do Departamento de Comunicação Social (Decom).

O projeto de extensão começou em 2019 como Cursinho Emancipa, de forma presencial. Em 2020, já como Cursinho Cidadania, e 2021, as aulas foram gravadas e disponibilizadas no canal no YouTube. Em 2022, as aulas foram ofertadas pelas redes sociais e também com vídeo aulas gravadas.

Saiba mais sobre o preparatório pelo perfil @cursinhocidadania no Instagram.

Categorias
Matéria

Ferramenta digital criada pela Uern beneficia agricultura familiar

O Departamento de Informática do Campus Mossoró da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) desenvolveu, em 2021, uma ferramenta digital que é utilizada nos nove estados do Nordeste. O Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar do Nordeste (Siraf/NE) está atualmente em fase de atualização de dados, realização de novos cadastramentos e capacitação de agricultores, cooperativas e associações de agricultores familiares.

De acordo com o professor Dr. Francisco Chagas de Lima Júnior, o Siraf-NE tem como objetivo mapear e organizar a produção da agricultura familiar numa abrangência regional.

“Permite que o agricultor familiar, de forma individual ou coletiva (cooperativas, associações ou grupos informais), cadastre sua produção, realize ofertas aos entes públicos, disponibilizando sua produção para mercados públicos ou privados por meio de vitrines virtuais”, exemplificou.

Ao gestor público (secretarias de estados e outros entes), acrescenta o docente, estão disponíveis informações estratégicas, para elaboração de editais, definição de cardápios de restaurantes públicos, merenda escola, refeições em presídios etc. Também permite realizar o levantamento da produção agrícola de grupos específicos, tais como quilombolas, indígenas, pescadores artesanais, jovens agricultores, mulheres, entre outros.

Com o sistema, os órgãos de assistência técnica rural (bem como órgãos de controle) podem realizar um processo de homologação, que possibilita a verificação do que realmente é produto da agricultura familiar, permitindo, dentre outras coisas, coibir a presença do atravessador nas compras governamentais, bem como controlar a qualidade dos alimentos comercializados.

Nos dias 20 e 21, em Mossoró e Pau dos Ferros, respectivamente, a Sedraf apresentou a agenda de divulgação, cadastramento e atualização de dados de famílias agricultoras potiguares para o Siraf. No dia 05 de julho, o evento de apresentação será em Currais Novos e, dia 06, em Natal.

Em cada encontro com agricultores e agricultores familiares, a equipe que dá suporte ao Sistema de Informação apresenta a funcionalidade e a importância da plataforma virtual, realiza novos cadastros e atualiza dados de famílias agricultoras e suas organizações, tais como associações, cooperativas e empreendimentos da economia solidária.

Ferramenta fortalece agentes e sistema em todo o Nordeste

O Sistema se baseia na experiência do Programa de Compras Governamentais da Agricultura Familiar do RN (PECAFES), que permite aquisições de gêneros alimentícios produzidos pela agricultura familiar para suprir hospitais, escolas, restaurantes populares, presídios, entre outras instituições, além do mercado privado. A funcionalidade da plataforma se aplica a toda a região Nordeste. Atualmente, conta com cerca de 26 mil cadastros de pessoas físicas e jurídicas.

A ferramenta contribui para o fortalecimento das cooperativas e associações da agricultura familiar, que têm um papel fundamental, que é o de alimentar a base de dados, promovendo uma visibilidade maior da variedade de produtos, de maneira a encurtar a distância entre mercado e produtores, e incrementando o volume de sua produção. A mobilização em curso visa ampliar o número de cadastros e qualificar os filtros de busca.

Foi viabilizado pelo Consórcio Nordeste, desenvolvido na Uern sob a coordenação da Secretaria do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (Sedraf-RN) e recebeu aplicação de R$ 609 mil através de convênio firmado com a Universidade de Viçosa e o Fundo Nacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Acesse o site https://sirafne.uern.br/ para saber mais sobre a ferramenta.