Categorias
Sem categoria

Pesquisa AgoraSei aponta vantagem de Jaime em São Gonçalo

O ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, apresenta dois cenários favoráveis na pesquisa estimulada do Agorasei e o site annaruthdantas. O primeiro onde foi incluído o pré-candidato Geraldo Veríssimo e outro sem o nome dele. Em ambos, a liderança é de Jaime Calado.

No primeiro cenário, com Geraldo Veríssimo, Jaime Calado aparece com 48,4% e o atual gestor Eraldo Paiva com 21,4%. Em seguida, Geraldo Veríssimo com 4,2%. Brancos, nulos e nenhum somaram 7%. Não responderam 19%.

No segundo cenário, sem o nome de Geraldo Veríssimo, Jaime Calado aparece com 51,6% e Eraldo Paiva com 23,2%. Brancos, nulos e nenhum somaram 7%. Não responderam 18,2%.

A pesquisa foi realizada nos dias 13 e 14 de abril deste ano. Ao todo 500 eleitores, de 16 anos de idade e acima, nas zonas urbana e rural do Município de São Gonçalo do Amarante, foram ouvidos.

O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 4.4 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. A pesquisa foi registrada no TSE com a identificação RN-02168/2024.

Categorias
Matéria

Jaime Calado deixa o Governo para enfrentar prefeito do PT

Jaime Calado (PSD) deixou a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico para disputar a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante contra o prefeito petista Eraldo Paiva.

O agora ex-secretário recebeu o agradecimento público da governadora Fátima Bezerra (PT) que anunciou os seus substitutos: “Pessoal, passando para anunciar que @silviotorquato será o novo secretário do Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte e @hugoadventure assumirá como adjunto. E quero registrar nossa gratidão a @jaimecaladooficial por todo empenho, dedicação e por sua valorosa contribuição para o nosso estado”, frisou.

Nas redes sociais, Jaime comentou a decisão de deixar o cargo para disputar a Prefeitura de São Gonçalo. “Com gratidão e serenidade, encerro um ciclo para abraçar novos desafios na vida pública. Agradeço a todos que compartilharam desta jornada em prol do desenvolvimento do Rio Grande do Norte, em nome da nossa governadora Fátima Bezerra e toda a equipe da SEDEC”, disse.

“Meu compromisso com nosso povo permanece inabalável. Agora, seguirei para uma nova missão: recolocar São Gonçalo do Amarante nos trilhos do desenvolvimento e da paz. Fazer a cidade voltar a ser melhor e mais feliz”, acrescentou.

Categorias
Matéria

Pesquisa aponta liderança folgada de Jaime Calado em São Gonçalo

O Instituto Seta em parceria com o BLOGDOBG divulgou nova rodada de pesquisa de intenção de voto e avaliação administrativa no município de São Gonçalo do Amarante.

No cenário estimulado para Prefeitura, o ex-prefeito Jaime Calado lidera com 54,2% contra 17,3% do atual prefeito Eraldo e 5,9% de Geraldo Veríssimo. 9,5% votariam branco ou nulo e 12,8% não responderam.

Em um cenário estimulado de confronto direto apenas com os nomes de Jaime Calado e Eraldo Paiva, o ex-prefeito venceria com 62,4%, contra 19,5% de Eraldo, 11,9% não responderam e 5,7% votariam branco ou nulo.

A pesquisa SETA/BG/SÃO GONÇALO também perguntou sobre o cenário espontâneo para Prefeitura. Jaime Calado foi citado por 34,1%, enquanto Eraldo teve 7,9% e Geraldo Veríssimo 1,2%. Ainda 46,5% não sabem e 9,7% nenhum.

Eraldo Paiva foi o mais rejeitado por 34,7% dos entrevistados, Geraldo 29,5% e Jaime 8,5%, enquanto 27,3% não rejeitam ninguém.

A pesquisa foi registrada no TRE-RN com o número RN-02988/2024, entrevistou 500 pessoas entre os dias 16 e 17 de março.

 

Categorias
Matéria

Vereador de Natal se filia ao PSD com endosso de Zenaide

A presidente do PSD no Rio Grande do Norte, senadora Zenaide Maia, prestigiou ato de filiação do vereador Luciano Nascimento ao Partido Social Democrático (PSD). A cerimônia aconteceu neste sábado (02), no Clube Albatroz, em Natal.

Na presença de centenas de amigos e correligionários, o vereador Luciano Nascimento teve sua ficha de filiação abonada pela presidente estadual, senadora Zenaide Maia e o presidente do PSD Natal e pré-candidato a prefeito, Carlos Eduardo.

Em seu discurso, o vereador falou da importância de estar fazendo parte de um partido que cresce a cada dia e que a senadora poderá contar com um “soldado” a mais em sua equipe. “Eu quero dizer Senadora, que o soldado Luciano, não é um soldado de quartel que fica no setor administrativo, o soldado Luciano é o que vai para ruas, que defende o povo e que vai defender um dos maiores mandatos de senador do Estado”, afirmou Luciano Nascimento.

Para a parlamentar, esse ato de filiação fortalece e estreita os laços entre os mandatos, fortalecendo o compromisso com a população.  “Com a filiação desse jovem, o PSD fica ainda mais fortalecido na capital do nosso Estado e juntos estreitamos os diálogos para trabalharmos em prol do bem comum para os moradores de Natal. Parabenizo também as lideranças que se juntaram ao partido neste ato”, afirmou Zenaide.

No ato também estiveram presentes, Aíla Cortez, vice-prefeita de Natal, o Secretário de Estado, Jaime Calado, o presidente do Solidariedade, Kelps Lima, o ex-deputado e presidente do Cidadania, Wober Júnior, o presidente do PRTB, Eliú, além de diversas lideranças políticas.

Categorias
Matéria

Zenaide vê resultados de aplicação de emendas em Lucrécia e recebe homenagem da Câmara Municipal

A cidade de Lucrécia, na manhã dessa quarta-feira (27), deu continuidade aos festejos em comemoração aos 60 anos de Emancipação Política do município. Nesse momento especial, a senadora Zenaide Maia, marcou presença juntamente com seu esposo, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado.

Ao lado da prefeita Ceição Nascimento, da vice-prefeita Rizonete Araújo (Dedete), dos ex-prefeitos Valtinho e Severino Dantas (Pipi), do presidente da Câmara, Didi Soares, além de uma série de outras autoridades, Zenaide participou da entrega do prédio reformado do Centro Administrativo – Palácio prefeito Raimundo Duarte de Carvalho. Durante a solenidade, foram entregues duas ambulâncias adaptadas, uma para a Secretária de Saúde e outra para a Secretária de Assistência Social, sendo uma adquirida por meio de Emenda de autoria do mandato da parlamentar.

Outro momento especial aconteceu na Câmara Municipal, quando a Senadora Zenaide recebeu a Comenda Presidente João Soares da Silva, das mãos da prefeita Ceição Nascimento. A homenagem teve como propositor todo o corpo de vereadores da Casa.

Para Senadora, foi um momento muito importante. “O município comemora essa semana 60 anos de sua emancipação política. Lucrécia tem passado, pois tem o reconhecimento dos outros que nos antecederam, senão não estaríamos aqui. Lucrécia tem presente, pois tem uma gestão de união que dá as mãos ao seu povo, e tem futuro. Quero dizer que é muito importante a parceria entre todos os níveis e é por isso que, eu reafirmo aqui meu compromisso com esse município”, declarou.

Ainda no município, a senadora visitou o Galpão de Costura Industrial, e as obras da Escola de Ensino Fundamental 2. Todas as obras fruto de emenda do mandato em parceria com a prefeitura, encerrando a agenda, ao lado de Jaime Calado, a parlamentar participou do batizado de Lyvia Suassuna, filha do saudoso Luís Solano, tabelião e um dos primeiros candidatos a prefeito do município.

Categorias
Artigo

Jaime Calado vai querer ou vai ceder em SGA?

Por João Paulo Jales dos Santos*

O rompimento com vice-prefeito não é novidade no sistema Maia-Calado. Zé Targino (então no PHS) foi eleito vice de Jaime Calado (então no PR, hoje no PSD) na municipal de 2008, veio a romper e se lançou à prefeitura na eleição de 2012. Poti Neto (a época no PMDB) foi eleito com Jaime em 2012, rompeu e se lançou a prefeito em 2016, sendo a principal força de oposição naquele pleito.

Eraldo Paiva (PT) se manteve aliado nas disputas de 2016 e 2020, quando disputou como vice de Paulo Emídio (PR, depois PROS), vindo a consagrar a ruptura com o sistema após a morte de Paulinho, como era conhecido Emídio.

O modo como se deu o afastamento de Paiva dos Calado é o cerne para se entender a problemática do elevado grau de rejeição que o prefeito desfruta em São Gonçalo do Amarante (SGA).

Ao assumir a Prefeitura num momento de desconsolação popular, advindo da morte de Paulinho, um prefeito bem avaliado, que vinha numa batalha contra o câncer, Paiva errou ao se afastar abruptamente do grupo que além de Paulinho, tem Jaime em alta benquerença popular.

Faltou maturidade política a Eraldo. O melhor para o prefeito era ter procurado coabitação com o grupo Calado, tirando proveito politicamente, visando chegar bem no pleito de 2024. Tanto Jaime, em 2012, quanto Paulinho, em 2020, foram reeleitos com votações recordes na cidade, demonstrando a força que o agrupamento tem em SGA. Um poder eleitoral desse não pode ser desprezado.

Ao agir na cólera contra o que via como ingerência administrativa do estafe Maia-Calado, Eraldo optou por enxotar o grupo, angariando profunda antipatia popular.

Ao melhor estilo PT radical das décadas de 80 e 90, o alcaide afastou com as vísceras o pessoal ligado a Jaime e Paulinho, ganhando a alcunha de ingrato pelas vias do município. E as massas veem ingratidão como a pior coisa do mundo. Um vice tendo assumido porque o titular morreu lutando contra um linfoma, fisicamente debilitado nos últimos meses de vida como estava Paulinho, dilacerando o administrativo deste titular, foi essa a imagem que Paiva passou para o povo.

Nas ruas da urbe, os gonçalenses dizem que votaram em Paulinho, não em Eraldo, avaliando que o outrora vice assumiu uma cadeira de prefeito que não lhe é legítima. A problemática da rejeição de Paiva é que ela tem fundamento emocional. Administrar uma rejeição dessa magnitude é difícil, porque sai de cena uma rejeição administrativa, que pode ser contornada, e entra uma ojeriza, que ataca os sentimentos, caracterizando-se numa alta tensão política, complicada de ser superada.

Eraldo enfrenta descontentamentos dentro do próprio PT, setores que reivindicam uma mudança na sua postura, prevendo uma reeleição com sérios desarranjos políticos, foram afastados pelo alcaide, sobrando somente aqueles que falam o que o petista quer ouvir. Lutando contra as pesquisas que mostram uma reeleição improvável, Eraldo por si mesmo joga mais areia numa cova que já está funda.

Recai sobre Jaime Calado o traçado da municipal que se avizinha. O secretário de Desenvolvimento Econômico já afirmou que o PSD terá candidato em 2024. Entretanto, ainda existe uma sanha dando conta dum possível acordo entre Calado e Eraldo, que passaria pela costuma da governadora Fátima Bezerra (PT).

Mas estaria Jaime disposto a ceder o poder em sua fortaleza política, numa arrumação visando 2026, já tendo experimentado a penhora do PT em 2022, quando foi lhe prometido uma eleição para deputado federal, com um desenlace amargo para seu grupo político?

O ex-prefeito não precisa montar uma megaestrutura para encarar o petismo, encargo que pertence ao governismo. Basta Jaime ter o apetite, e querer voltar ao Executivo. O ganho em São Gonçalo não é imprescindível para a reeleição de Zenaide Maia (PSD), mas é de suma importância para o amparo ao projeto senatorial de 2026.

Com São Gonçalo em mãos, os Maia-Calado pavimentam a organização do PSD na grande Natal, além de ampliar com mais eficiência a infraestrutura partidária no interior, onde a presença de Zenaide tem se tornado mais constante.

Uma aliança entre o petismo e os Calado tende a ser encarada como um acordão. E acordões geralmente não costumam angariar simpatia popular. O eleitorado veria como puro interesse um pacto de dois flancos vistos como inconjugáveis. E mesmo um WO para salvar o mandato de Eraldo, poderia atrair a atenção dos eleitores para uma postulação encarada pelas elites locais como despretensiosa. Não é incomum acordões estado afora levarem a vitórias que na largada eleitoral são dadas como improváveis.

Se o fechamento das urnas em 2022 foi o ponto de inflexão na estratégia do casal Calado, topar uma convenção pública com Paiva seria um erro de cálculo que pode lhes trazer rebaixamento político na estadual de 2026.

Num embate entre Jaime e Eraldo, estaria ao alcance do burgomestre a diminuição percentil contra o ex-prefeito. Nas esquinas e calçadas de SGA dá para compreender o porquê de a reeleição ser empreitada hercúlea para o petista. A ânsia política do gonçalense é ter Jaime de novo como prefeito. Na boca do povo o que corre é que o pessedista só não leva 2024 se não quiser.

*É cientista social e graduando em História pela UERN.

Este texto não representa necessariamente a mesma opinião do blog. Se não concorda faça um rebatendo que publicaremos como uma segunda opinião sobre o tema. Envie para o bruno.269@gmail.com.

Categorias
Matéria

Maior parque de produção de energia fotovoltaica do Estado deve ser concluído em janeiro

O Governo do Rio Grande do Norte recebeu nesta quinta-feira (09), dirigentes da Raízen Power para tratar da conclusão da implantação do Projeto de geração de energia fotovoltaica Dunamis, no município de Santana do Matos, na região Central.

A Raízen está implantando a maior usina de produção de energia fotovoltaica do Estado numa área de 600 hectares. O complexo conta com quatro parques, totalizando 141 MWp de capacidade instalada, com investimento de R$ 550 milhões.  A previsão de conclusão é para janeiro de 2024.

O secretário de Estado de Governo e Relações Institucionais (Segri), Adriano Gadelha, disse que “mais um investimento em energia limpa se consolidada no Estado. O nosso Governo vem realizando total empenho para fortalecer a economia e promover o desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidade, geração de renda e oportunidades de trabalho”.

Adriano destacou o potencial do RN para geração de energias renováveis que está sendo ampliado para a geração offshore e até hidrogênio e amônia verde, inclusive com a forte perspectiva de instalação, nos próximos anos, do Porto indústria verde. “Por orientação da governadora Fátima Bezerra todos os esforços são orientados para a consolidação de projetos, investimentos e para o equilíbrio financeiro e fiscal”, pontuou.

Na reunião com os dirigentes da Raízen Power – grupo que também atua no setor sucro-alcooleiro (açúcar e etanol), bioenergia e distribuição de combustíveis derivados de petróleo, também participaram os secretários de Estado, Jaime Calado (Sedec), Gustavo Coelho (Sin), adjunto do Gabinete Civil, Ivanilson Maia, desenvolvimento energético da Sedec, Hugo Fonseca, secretaria executiva de receita da Sefaz, Jane Araújo e o diretor administrativo do Idema, Marcílio Lucena.

Representando a Raízen participaram João Rosas, sócio desenvolvedor dos projetos no RN, Thais Gomes Machado, gerente Executiva de Relações Institucionais e Vanessa Godoy, gerente de desenvolvimento.

Categorias
Matéria

Governo do RN promove Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação no dia 20

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (SEDEC), promove o primeiro Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande do Norte, no dia 20 de outubro de 2023, no auditório da Casa da Indústria – FIERN. As inscrições já estão abertas (https://fectirn.ect.ufrn.br/).

O evento representa uma oportunidade única de compartilhar as principais políticas de incentivo, promoções e ações do Governo Estadual e Federal, contando com representação das mais importantes instituições do setor em âmbito nacional, como Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Ministério das Cidades.

Esta conferência será um marco significativo, não apenas para o nosso estado, mas para todo o país, servindo de inspiração para acadêmicos, pesquisadores, estudantes e empresários que buscam avançar na área.

“Desde o início da gestão Fátima Bezerra, o Governo do RN trata como prioridade a promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação de forma prática, buscando o diálogo com as instituições de ensino e pesquisa, incentivando a ciência aplicada nas e empresas e criando mecanismos para alavancar o setor”, disse o secretário Jaime Calado (Sedec).

“Criamos a Câmara Setorial de Ciência e Tecnologia, reativamos o Conselho Estadual (Coneciti), fizemos o Marco Legal em parceria com a Fapern e destinamos recursos para o Fundo Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Além disso, fundamos o Parque Tecnológico Augusto Severo (PAX) e agora vamos dar um novo impulso ao setor promovendo este Fórum”, explicou o titular da pasta de CT&I no RN.

O Primeiro Fórum Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, que tem como tema “O protagonismo da Ciência, Tecnologia e Inovação na transição energética e na qualidade de vidas das pessoas”, está programado para ser um simpósio de discussão interdisciplinar sobre os avanços mais recentes nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação, ser um espaço de divulgação, diálogo e mostra do que o nosso Estado tem feito e onde quer chegar, revelando seus pontos fortes, agregando o governo, a academia, as ICTs, setor empresarial, comércio e serviços e demais interessados na temática num momento único de diálogo.

Além disso, o evento atrairá atenção significativa da mídia e da comunidade científica, ajudando a aumentar a visibilidade do que o ecossistema local de C&Ti vem realizando e seu compromisso com o desenvolvimento tecnológico estadual e regional.

O primeiro Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação do RN é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da SEDEC, e co-realização da UFRN, IFRN, UFERSA e UERN, FAPERN, FIERN, SENAI (ISI-ER), SEBRAE, FECOMÉRCIO, IMD PAX, ISD, LAIS, BNB E FEMURN.

Inscrições abertas: https://fectirn.ect.ufrn.br/

Serviço

Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande do Norte

Data: Sexta-feira, 20 de outubro de 2023

Horário: 08h às 18h

Local: Auditório Senador Albano Franco, Casa da Indústria – FIERN (Av. Sen. Salgado Filho, 2860 – Lagoa Nova, Natal – RN, 59075-900).

Categorias
Artigo

Zenaide se reorienta e volta a jogar no tabuleiro político

Por João Paulo Jales dos Santos*

No apanhado de derrotas do pleito eleitoral passado, a desenvoltura de Zenaide Maia (PSD) pós-eleição é a que mais chama atenção. O grupo da senadora teve que saborear um resultado ácido com o insucesso de seu marido, Jaime Calado (REP), numa performance aquém das expectativas de analistas políticos.

Insucesso no rescaldo da morte de Paulo Emídio (PROS), substituído pelo vice, Eraldo Paiva (PT), que nos meses seguintes resultou no rompimento do casal com o novo prefeito, fazendo com que os Calado perdessem a hegemonia política de 13 anos em sua base política, São Gonçalo do Amarante.

 Se no 1º mandato de Fátima Bezerra (PT) o que se viu foi uma aquiescência do casal com o ordenamento da governadoria, neste início de 2º mandato petista os Calado mudam a rotação política, reorientando o grupo, traçando alianças fora do establishment governamental, buscando fortalecer o mandato de Maia. O realinhamento se concentra na eleição do próximo ano, com o binóculo apontado para 2026.

A filiação da senadora ao Partido Social Democrático (PSD), a bancada mais numerosa do Senado Federal e a 5ª maior da Câmara dos Deputados, deixou para trás as afiliações dos últimos anos a partidos de pequeno porte, imprimindo mecânica política ao grupo, ao conferir o poder de atrair prefeitos para um exímio partido de centro, com robustez de fundo partidário e tempo de propaganda eleitoral.

A assertiva organização partidária que está sendo montada nos maiores colégios eleitorais, se faz necessária ser estendida pelo interior potiguar. A janela partidária de abril de 2024 é uma oportunidade para testar a habilidade de persuasão da senadora. Zenaide sabe que seu projeto de reeleição terá o imprescindível peso do crivo das urnas na eleição municipal que se avizinha.

Com a dobradinha PSDB/MDB, que já pressionou a governadora no pleito passado, cada vez mais sedenta pelas cabeças de chapa do governismo para a eleição geral de 2026, Zenaide terá que chegar com um saldo gordo para fincar pé no palanque petista. Os movimentos nos bastidores já dão conta dum fogo amigo contra os Calado, compreensível o porquê mesmo com riscos de fissura, do casal buscar alianças fora do círculo do petismo.

O cálculo é o fortalecimento do mandato senatorial, chegando em 2026 com prefeituras de relevo, mesmo as não alinhadas de imediato à governadoria, para aumentar o cacife de Zenaide na chapa lulopetista.

Num português direto, Zenaide Maia está indo para cima. Depois de seis anos na oposição aos governos de Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL), Maia começa a colher os louros políticos com a chegada de Lula (PT) ao poder.

No impeachment de Dilma Rousseff (PT) foi a única da bancada na Câmara dos Deputados que votou contra a impugnação da presidente. Na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, a denominada PEC de teto dos gastos, foi outra voz solitária na Câmara a se posicionar contra. Na reforma trabalhista, mais uma vez se posicionou à esquerda, votando contra.

Mesmo que venha a ser exilada pelo petismo em 2026, Zenaide tem uma forte identificação com o lulismo. A senadora é uma figura popular junto as massas lulistas, e um possível alijamento dela da tribuna governista não é sinônimo de derrota. Maia tem identificação necessária para atrair os votos do lulismo potiguar.

O entrevero que tende a causar os embaraços mais perturbadores na relação entre o casal Calado e o petismo é a disputa pelo comando da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante. Eraldo Paiva vai para reeleição, e Jaime quer recuperar o controle da municipalidade. O PT não medirá esforços para fechar o cerco oposicionista a Paiva, que vem fazendo um enfrentamento de fornalha com os Calado.

Eraldo vem se esforçando para mostrar capacidade administrativa, contudo Jaime ainda é uma figura querida pelos gonçalenses, como aferiram as pesquisas divulgadas em maio último, pelo Brâmane/Blog do BG e Instituto Seta/O Potiguar. Jaime é o candidato a ser batido, e há uma comoção social contra Eraldo, muito malvisto pela forma como assumiu o município com a morte de Paulo Emídio.

O PT tem histórico de abafar aliados quando percebe que pode ter influência diminuída. Zenaide é uma progressista que transita com facilidade pelo centrismo. A depender do incômodo que possa causar quando as urnas de 2024 forem apuradas, não será de se estranhar que sofra uma operação para desgastar sua popularidade, empreendida justamente pela hoste do petismo.

Aliado dos governismos estadual e federal, o casal Calado desenha uma estratégia vista por alguns como controversa, mas de uma expertise ímpar, vide a posição política que se encontram. A habilidade de como operacionalizar esta expertise é que concretizará o dividendo resultante. Entre serem engolidos pelo petismo, como muitos foram na eleição passada, ou reorientar o grupo para catar protagonismo, os Maia-Calado decidiram olhar para si e reavivar o agrupamento.

*É cientista social e graduando em História pela UERN.

Este texto não representa necessariamente a mesma opinião do blog. Se não concorda faça um rebatendo que publicaremos como uma segunda opinião sobre o tema. Envie para o bruno.269@gmail.com.

 

Categorias
Análise

2024: Zenaide e Fátima estão desalinhadas em três das quatro principais cidades do RN

A senadora Zenaide Maia (PSD) e a governadora Fátima Bezerra (PT) caminham para estarem em palanques opostos em três das quatro principais cidades do Rio Grande do Norte nas eleições do ano que vem.

São elas: Natal, Mossoró e São Gonçalo.

Na capital o PSD atraiu o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que deixou o PDT, após perder a eleição para o Senado. O PT já tem o nome da deputada federal Natália Bonavides como pré-candidata.

Ele lidera e ela está em segundo.

Em Mossoró, Zenaide vai apoiar o prefeito Allyson Bezerra (União), a quem a senadora tentou trazer para seu partido, perdendo a disputa para o ex-senador José Agripino. Allyson tem o PT da deputada estadual Isolda Dantas como um de seus principais adversários na capital do Oeste potiguar.

Isso sem contar que o prefeito tem sempre buscado tensionar a relação com a governadora, que costuma ignorar a tentativas de Allyson de provocar uma crise institucional, de olho nas eleições de 2026.

Em São Gonçalo a situação é ainda mais tensa. O prefeito Eraldo Paiva é do PT e o principal adversário dele é o marido de Zenaide, o secretário estadual de desenvolvimento econômico Jaime Calado. Esta semana, Eraldo fez críticas públicas ao auxiliar de Fátima.

Dos quatro maiores colégios eleitorais do Estado só em Parnamirim, onde o PT é muito fraco, não existe um sinal claro de enfrentamento entre aliados de Zenaide e Fátima.

Ainda assim nos bastidores há quem descarte a possibilidade de rompimento entre as duas. Fátima não teria interesse em brigar com alguém que exerce tamanha liderança em São Gonçalo como Jaime nem com uma senadora aliada de longa data. Por outro lado, Zenaide sabe que sem a base lulista seu caminho à reeleição fica mais distante em 2026.

O movimento atual do PSD seria muito mais de ser fortalecer para manter a posição de Zenaide na chapa governista em 2026 do que fazer um enfrentamento, que seria arriscado demais para ela.

Tudo vai depender da quantidade de cacos que as eleições de 2024 vão deixar para serem juntados por Fátima e Zenaide.