Categorias
Matéria

Audiência resulta em grupo para acompanhar recuperação da malha viária do RN

As ações de recuperação da malha viária no Rio Grande do Norte foram o foco da discussão realizada na tarde desta quinta-feira (20), na Assembleia Legislativa. A audiência pública foi proposta pela deputada estadual Divaneide Basílio (PT) e contou com a participação de autoridades que representaram tanto a Secretaria de Infraestrutura do Rio Grande do Norte (SIN) quanto o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Contando com a participação do deputado federal Fernando Mineiro (PT) e da deputada estadual Cristiane Dantas (Solidariedade), a audiência expôs as ações que têm sido realizadas no estado, sejam em rodovias federais ou nas vias estaduais. O foco principal foi atualizar a população sobre o andamento das ações.

“É importante que a sociedade tenha conhecimento sobre o que está sendo feito, porque nós, deputados, somos cobrados diariamente sobre essas informações”, explicou Divaneide Basílio. “Quase que diariamente, nós encaminhamos requerimentos cobrando intervenções que são solicitadas pela população”, corroborou a deputada Cristiane Dantas.

Quem fez os maiores esclarecimentos sobre as ações foi o diretor-executivo do DNIT nacional, Carlos Antônio Rocha de Barros. Segundo ele, a PEC que permitiu novos investimentos na área fez a diferença para garantir a recuperação da malha viária. De acordo com o diretor, em um ano e meio, o DNIT já investiu aproximadamente R$ 380 milhões, valor maior do que a soma dos três anos anteriores.

Em sua exposição, o diretor-executivo do DNIT explicou que, dos 1.546 quilômetros de rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, 90% são consideradas boas ou regulares, enquanto 10% são consideradas ruins ou péssimas. Para ele, os novos investimentos farão a diferença para reduzir o número de vias consideradas péssimas.

“Nosso objetivo é diminuir esse percentual, e deveremos conseguir rapidamente”, disse.

Entre as ações realizadas e em curso no Rio Grande do Norte, ele falou sobre a obra entre as BRs 304 e 226, que já está com o projeto contratado, assim como a situação da readequação da BR-104, que já tem projeto contratado para recuperação do quilômetro zero até a divisa com a Paraíba. Além disso, ele citou 13,9 quilômetros realizados na pela atual gestão.

Ainda entre os projetos, o diretor ressaltou que o DNIT está trabalhando para concluir as intervenções no viaduto do “Gancho de Igapó”, que ficaram pendentes, além da restauração de trechos em Florânia. Já na estrada do Cajueiro, na BR-437, o projeto já está aprovado, mas falta o orçamento.

Na audiência, a população também relatou problemas em pontos específicos, assim como a Secretaria de Infraestrutura deu detalhes sobre a operação de recuperação da malha viária das rodovias estaduais que está em curso. Para Divaneide Basílio, o encontro foi importante para dar transparência ao trabalho realizado e definir encaminhamentos.

Ao fim do encontro, a deputada se comprometeu a acompanhar de perto o processo de recuperação das vias e as demandas externadas, assim como definir quais serão as visitas. A parlamentar também deu como encaminhamento a realização de uma reunião de trabalho específica para tratar das BRs 304 e 104, além de uma visita a Ceará-Mirim, onde há uma demanda, e comprometeu-se a realizar uma discussão específica sobre a zona Norte de Natal.

“Certamente, saímos desse encontro com a certeza sobre o que está sendo realizado e o compromisso de que iremos fazer esse acompanhamento cada vez mais de perto, que é o papel dos deputados”, disse Divaneide Basílio.

Categorias
Matéria

Desvio privado da BR 304 é fechado por causa de divergência entre fazendeiros e causa congestionamento

Agora RN

O desvio da BR-304 foi interditado e gerou congestionamento na área neste domingo 19. O fechamento ocorreu após uma disputa entre os proprietários de terras onde o desvio foi construído, conforme testemunhas que documentaram o congestionamento relataram.

Aproximadamente 200 veículos ficaram parados aguardando a reabertura do desvio. Esse desvio foi construído em terras particulares após a destruição da ponte que conectava Natal a Mossoró na BR-304, em Lajes, devido às chuvas e ao transbordamento de um rio na região em abril.

Na última sexta-feira 17, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) anunciou que os trabalhos de implantação do desvio avançaram, mas a pavimentação depende de condições climáticas favoráveis para conclusão. O DNIT assegurou que as equipes estão em operação contínua para finalizar a obra o mais rápido possível.

 

Categorias
Matéria

Piada! DNIT adia mais uma vez a entrega do desvio da BR 304

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que está mais uma vez adiando a entrega do desvio da BR 304 na altura da Ponte do Rio Salgado em Lajes.

A alegação é de que as chuvas atrapalharam o serviço.

“Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informa que os serviços de implantação do desvio na BR-304/RN, em Lajes, estão avançando. Contudo, a execução do pavimento depende de condições climáticas favoráveis para que sejam concluídos. As equipes da autarquia estão atuando diuturnamente para finalizar a obra o quanto antes. Na madrugada desta sexta-feira (17) os trabalhos estavam a todo vapor com a aplicação da primeira camada de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) em parte do desvio, porém devido às chuvas na região, a ação precisou ser interrompida”, argumentou.

“Além de aplicação da camada de CBUQ em parte do trecho, as equipes estão realizando a colocação de brita graduada em outro trecho. Quando concluída esta etapa da pavimentação, que prevê – conforme o projeto – a aplicação de duas camadas de CBUQ em todo o desvio, será implantada a sinalização horizontal e vertical, visando a segurança dos usuários”, complementou.

O DNIT não fixou uma nova data para a entrega do desvio.

Nota do Blog: a obra do desvio virou uma piada de péssimo gosto para quem precisa se deslocar entre Mossoró e Natal com frequência.

Categorias
Análise

Fátima precisa rever estratégia em relação aos anúncios de obras federais

A governadora Fátima Bezerra (PT) precisa ter mais cautela na hora de colocar as digitais em obras federais no Rio Grande do Norte em meio ao cenário delicado da sua popularidade.

Esta semana a governadora gravou vídeo anunciando para ontem a inauguração do desvio da BR 304 na altura do trecho danificado pelas chuvas na ponte do Rio Salgado.

A governadora se precipitou.

A obra não ficou pronta tendo nova data marcada para o dia 15. Fátima acabou colando a imagem dela numa obra federal atrasada e se desgastando por um problema sob o qual ela não tem qualquer reponsabilidade.

Pegou mal!

Categorias
Matéria

DNIT adia para 15 de maio entrega do desvio da BR 304

Agora RN

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) adiou para 15 de maio a entrega do desvio que está sendo construído na BR-304 na altura do município de Lajes, na região Central do Rio Grande do Norte. A causa do adiamento são as chuvas que caem na localidade.

Inicialmente, a previsão era de que o desvio estivesse pronto nesta sexta-feira 10, conforme anunciado pela governadora Fátima Bezerra (PT) após reunião na sede do DNIT em Brasília. No entanto, o superintendente do DNIT no Estado, Getúlio Batista, informou que as chuvas prejudicaram o andamento das obras, adiando a entrega para a próxima quarta-feira, dia 15 de maio.

A BR-304 foi interditada no dia 31 de março devido às fortes chuvas que causaram o colapso de uma ponte na região. O DNIT iniciou a construção do desvio no dia 3 de abril, mas desde então, quatro prazos diferentes foram dados para a conclusão da obra.

Sobre a recuperação da rodovia em si, o DNIT informa que o anteprojeto para a contratação emergencial da empresa que construirá a nova ponte está em análise pela equipe técnica. Após a aprovação do anteprojeto, será iniciado o processo de licitação para a obra.

 

Categorias
Matéria

Fátima discute em Brasília a federalização de RNs e recebe confirmação de que o desvio da BR 304 fica pronto no dia 10

A situação das estradas no Rio Grande do Norte, incluindo o desvio na BR-304 para restabelecimento do tráfego de veículos no trecho destruído pelas chuvas, entre Lajes e Caiçara do Rio do Vento, e o cronograma de duplicação da rodovia e a federalização da RNT-226, um trecho de 40 quilômetros que fica entre Currais Novos e Florânia, foram temas de uma reunião da governadora Fátima Bezerra, na manhã desta segunda-feira (06), no Ministério dos Transportes, em Brasília.

O trecho está interditado desde o início de abril, quando uma enxurrada derrubou a ponte sobre o Rio Ponta da Serra, na altura do km 203. O aterro do desvio está em obras, com previsão de liberação na primeira quinzena de maio para todo tipo de veículos.

“A liberação do desvio, o quanto antes, é importante do ponto de vista do bem-estar das pessoas, da atividade econômica, daí nossa preocupação para que essa obra fosse acelerada. Estamos torcendo para que as condições climáticas permitam que ela seja entregue no dia 10”, destacou a governadora.

Diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabrício Galvão, explicou que as chuvas atrasaram a obra, mas os serviços não foram suspensos. E manteve a previsão de liberação do tráfego no local até o final da semana. “Vamos entregar um desvio no padrão da rodovia para permitir o fluxo de veículos pesados, com pavimento em asfalto, sem nenhuma restrição”, garantiu.

Na reunião, Fátima reiterou o apelo feito anteriormente ao ministro Renan Filho para que até outubro seja lançado o edital de licitação dos dois trechos da duplicação da BR-304, principal via de acesso da Capital ao interior do Estado. A duplicação da BR-304 está inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-3) como prioridade maior do Rio Grande do Norte.

O projeto executivo está em fase de elaboração pela empresa vencedora da licitação. São dois grandes lotes cobrindo os quase 300 quilômetros, divididos em sete trechos rodoviários. Segundo o projeto do DNIT, as obras serão iniciadas entre Mossoró-Assu, e no trecho que vai do entroncamento com a BR-226, em Macaíba, até o município de Riachuelo.

Sobre a federalização da RNT-226, Fabrício Galvão informou que as obras de adequação do trecho ao padrão das rodovias federais já foram licitadas. Em relação às defensas da Ponte Newton Navarro, ele disse que o projeto foi atualizado e está sendo conduzido em conjunto com o Ministério dos Portos e Aeroportos.

Na reunião também foi tratado outro pleito de interesse do governo do RN: a parceria com o governo federal para recuperação emergencial de trechos de rodovias estaduais usados atualmente como rota alternativa em função da interdição do trecho da BR-304.

Além dos já citados, participaram da reunião Natécia Nunes (DER), Getúlio Batista (DNIT/RN), George Santoro, secretário executivo do Ministério dos Transportes e Fabrício Galvão. Acompanharam a governadora a assessora especial de Governo, Guia Dantas e Danúbia Régia, Representação em Brasília.

RODOVIAS ESTADUAIS

Na semana passada, a governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para restauração de nove trechos de rodovias estaduais na região Oeste do Rio Grande do Norte, investimento no valor de R$ 134 milhões. As obras serão iniciadas em três frentes de serviço, uma na RN-015 que vai de Baraúna a Mossoró; outra na RN-117, de Mossoró a Governador Dix-sept Rosado, e a terceira frente de trabalho na RN-177, entre Pau dos Ferros e São Miguel.

São 210,5 quilômetros de estradas inseridas no Lote 1 do Programa de Restauração de Rodovias Estaduais. Dois novos lotes, em processo final de licitação, terão as ordens de serviços emitidas ainda neste mês de maio, segundo previsão da Secretaria de Estado da Infraestrutura.

Também fazem parte do Lote 1, o trecho de 17 quilômetros entre Grossos e Tibau, conhecido como estrada Dehon Caenga; os 38 quilômetros na RN-079, trajeto Marcelino Vieira-Alexandria-Divisa RN/PB e 77 quilômetros da RN-177, incluindo o de Pau dos Ferros a São Miguel.

Categorias
Matéria

Bancada federal vai DNIT discutir situação da BR 304

O coordenador da bancada do Rio Grande do Norte, deputado federal Robinson Faria (PL), se reuniu com parlamentares junto ao diretor-geral do Dnit, Fabrício Galvão, para tratar da situação da BR-304. O encontro ocorreu nesta terça-feira (23), na sede do órgão, em Brasília.

A rodovia está interditada no município de Lajes, devido à queda da ponte provocada pelas fortes chuvas. A reunião contou com a participação da senadora Zenaide Maia (PSD), os deputados federais Benes Leocádio (União Brasil), Sargento Gonçalves (PL), Fernando Mineiro (PT) e a deputada estadual Divaneide Basílio (PT).

Robinson Faria destacou o empenho na busca de medidas que possam amenizar o problema. “A interdição devido ao desabamento tem provocado diversos prejuízos e nossa atuação enquanto coordenador da bancada é de articular junto aos parlamentares para que possamos nos unir em busca de uma solução”, disse.

O diretor-geral do DNIT, Fabrício Galvão, acredita que em duas semanas a obra do desvio pode estar concluída, mas que isso vai depender das chuvas na região. “O DNIT está empenhado em resolver a situação da rodovia, depende agora das condições climáticas. Condições técnicas, orçamento, empresa, recurso, tudo já está encaminhado”, explicou.

Categorias
Matéria

Governo Federal autoriza liberação de recursos para reconstrução da ponte da BR 304

Em diálogo com a governadora Fátima Bezerra, na tarde desta segunda-feira (1), o ministro dos Transportes Renan Filho afirmou que o presidente Lula autorizou a viabilidade dos recursos para a reconstrução da ponte na BR 304, em Lajes. E, além disso, foi decretado estado de emergência em apoio ao Rio Grande do Norte.

“Enviamos uma equipe de Brasília, da sede (do Dnit), para acompanhar de perto,  auxiliando a equipe do Dnit, para dar uma solução a curto prazo para que o fluxo seja restabelecido o mais rápido possível”, destacou o ministro Renan Filho.

A governadora Fátima Bezerra ressaltou a agilidade nas ações e no acionamento do Gabinete de Gestão Integrada e do Comitê Permanente de Acompanhamento das Chuvas, para garantir integralmente o apoio aos municípios afetados pelas fortes chuvas nas últimas horas.

“Quero agradecer o empenho do Ministério dos Transportes através do ministro Renan Filho. Estamos de prontidão. Desde ontem que através do Comitê Estadual de Acompanhamento às Chuvas estamos envidando todos os esforços. A primeira iniciativa foi fazer o primeiro contato local com o Dnit, unir todos os entes e agora temos a notícia da pronta reconstrução da ponte. Fica aqui nosso reconhecimento e gratidão pela sensibilidade e determinação contando com o apoio do Ministério dos Transportes”, disse a governadora Fátima Bezerra.

O município de Lajes decretou situação de emergência em função dos danos e perdas ocasionados pelas chuvas. Já o município de Coronel Ezequiel deve decretar nesta terça-feira, de acordo com a Defesa Civil do Estado, que orienta a gestão municipal.

Depois de ações emergenciais de salvamento no domingo, equipes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Estradas de Rodagem (DER/RN), em trabalho conjunto com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar estiveram nesta segunda-feira (01) nas áreas mais afetadas resgatando pessoas ilhadas e fazendo levantamentos para recuperação de trechos rodoviários destruídos pelas cheias repentinas de rios da região Central do Rio Grande do Norte.

O dano mais significativo foi na BR-304, entre os municípios de Lajes e Caiçara do Rio do Vento. As águas levaram a ponte, deixando uma cratera de aproximadamente 200 metros na pista. Duas viaturas da PRF faziam o bloqueio, enquanto funcionários de empresas que levam o sinal de internet ao interior do Estado faziam reparos na fibra ótica que se rompeu.

A cheia do rio São Miguel destruiu o acesso à ponte da RN-041, a pouco mais de um quilômetro do entroncamento com a BR-304, problema semelhante ao que ocorreu em abril de 2019.

Também nesta segunda-feira, equipes dos bombeiros removeram famílias ilhadas em comunidades rurais de Santa Cruz. Levantamento da Defesa Civil, com base em dados enviados por prefeituras até o fim da tarde desta segunda-feira, mostravam que há 37 pessoas desalojadas em Currais Novos, outras 22 pessoas isoladas em Apodi, e 11 em Santa Cruz. Em São Miguel, no Alto-Oeste potiguar, havia 600 pessoas isoladas, e outras 1.800 em Coronel Ezequiel, onde as aulas foram suspensas. Boa parte dessas pessoas isoladas, no município, é composta por estudantes que ficarão sem acesso às escolas. Em Assu, 200 pessoas isoladas numa comunidade próxima ao açude Mendubim. Em Paraú, 40 pessoas isoladas na comunidade do Alagamar devido à sangria do Açude Beldroega.

No domingo, tão logo foi informada do problema, a governadora Fátima Bezerra acionou o Gabinete de Gestão Integrada (GGI), formado por instituições estadual e federal para coordenar as ações de assistência. O Corpo de Bombeiros resgatou nove jovens que ficaram ilhados sobre uma formação rochosa no leito do rio Salgado, em Lajes.

“Os levantamentos que estamos fazendo serão encaminhados ao Gabinete de Gestão para tomada de decisões conjuntas e adoção de medidas”, disse o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Carvalho.

Ele disse que ainda estão sendo levantadas informações sobre o que ocasionou a elevação acima do normal do volume de água no leito dos rios.

Boletim da Emparn, às 15h15 desta segunda-feira, registrava a ocorrência de chuvas em 93 postos de monitoramento no Rio Grande do Norte. Na região Central, a de maior intensidade foi em Fernando Pedrosa, 98 milímetros.

Categorias
Matéria

Isolda recebe resposta do DNIT com anúncio de início da construção das passarelas do Complexo Viário em fevereiro

Em abril do ano passado, a deputada estadual Isolda Dantas (PT) solicitou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a implantação de passarelas no Complexo Viário da Abolição, em Mossoró. A deputada seguiu na cobrança. E hoje, 06/02, divulgou em suas redes sociais que o DNIT garantiu o início das obras ainda neste mês de fevereiro.

Desde 2019, por meio de diálogos e requerimentos, Isolda luta junto ao DNIT pela colocação de passarelas no Complexo da Abolição, que faz um contorno sobre Mossoró. “A cidade não pode ser pensada só para os carros, existem motos, existem pedestres e não se pode ignorar a necessidade de mobilidade”, argumentou.

Em 2023 houve um acidente fatal em uma faixa de pedestre no complexo viário, o que provocou indignação na parlamentar. Na época, chegou a se manifestar sobre a necessidade urgente das passarelas, lamentando a vida perdida.

A deputada celebra a promessa do início das obras e afirma que seguirá acompanhando para que esta importante obra aconteça para salvar vidas.

Categorias
Matéria

Governadora recebe diretor nacional do DNIT para discutir duplicação da BR 304

A governadora Fátima Bezerra recebeu nesta sexta-feira (08) o diretor nacional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabrício Galvão, para tratar das obras em curso no Estado e da duplicação da BR-304.

Em setembro último o órgão federal autorizou o início dos projetos básicos e executivos de engenharia para duplicação da rodovia. “A duplicação da BR-304 é uma obra estratégica para o desenvolvimento do RN. O início dos projetos básicos e executivos é um marco importante para a concretização dessa obra”, declarou a governadora Fátima Bezerra, que ressaltou também as medidas para conclusão da Reta Tabajara e a recuperação e adequação da RNT (Rodovia Estadual Transitória) 226, trecho que liga Currais Novos a São Vicente e Florânia, recentemente federalizado e incorporado à BR-226.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Francisco Medeiros reforçou a importância da federalização da RNT-226 e sua reestruturação vez que faz a ligação dos municípios da região Seridó aos da região Oeste.”

As obras de duplicação da BR-304 estão orçadas em R$ 2,8 bilhões e, para o Rio Grande do Norte, tem grande relevância por se tratar de uma rodovia por onde passa boa parte de tudo o que é produzido e comercializado no estado.

A governadora recebeu o diretor nacional do DNIT e seu chefe de gabinete, Jimmi Cleber, acompanhada dos secretários de Estado de Governo e Relações Institucionais, Adriano Gadelha; da Infraestrutura, Gustavo Coelho e da diretora-geral do DER, Natécia Nunes.