Categorias
Matéria

Martelo batido: Robinson fica no PSD mesmo que Fábio saia

Kassab anuncia que Robinson fica (Foto: reprodução)

O ex-governador Robinson Faria vai permanecer no PSD, partido que preside em nível estadual. O martelo foi batido hoje à tarde em Brasília em conversa com o mandante nacional da legenda Gilberto Kassab.

Confira no vídeo abaixo:

Com a possibilidade real do filho de Robinson, o ministro das comunicações Fábio Faria, trocar o PSD pelo PP ventilou-se a possibilidade de o ex-governador também deixar a agremiação. A hipótese está, por ora, descartada.

Robinson está inelegível e caso recupere os direitos políticos será candidato a deputado federal.

Categorias
Reportagem

Mudança partidária de Fábio Faria mira vice-presidência

Fábio Faria sonha ser vice de Bolsonaro (Foto: Web/autor não identificado)

O ministro das comunicações Fábio Faria anunciou esta semana que vai deixar o PSD. Muito provavelmente seu destino será o PP, atualmente comandado no Rio Grande do Norte pelo rosalbismo.

Na entrevista ao UOL ele deixou bem claro que a mudança dar-se-á por fidelidade ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele alega que o PSD é um partido dividido entre bolsonaristas e lulistas, ainda que a primeira corrente seja majoritária.

No entanto, o principal motivo para o acerto para trocar de partido é a informação de que o PSD terá candidato a presidente.

Foto do encontro entre Lula e Kassab que gerou mal estar no bolsonarismo (Foto: Ricardo Stuckert)

Essa posição firme de alguém com histórico pragmatismo político tem uma explicação: Fábio sonha ser o vice de Bolsonaro nas eleições do próximo ano. Tido como alguém que viria a moderar o presidente ele se tornou um ferrenho defensor do bolsonarismo nas redes sociais endossando tudo que o chefe faz como nunca fizera quando o pai governou o Rio Grande do Norte.

Ao anunciar que vai deixar o PSD, Fábio deu uma resposta rápida após o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, se reunir com o ex-presidente Lula. O encontro gerou mal estar no Governo Bolsonaro a ponto de se fazer um mapeamento dos cargos indicados pelo líder pessedista que já foi prefeito de São Paulo. O principal deles é a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Após a conversa com o ex-presidente, Kassab declarou à Folha de S. Paulo que o “eleitor vê Lula como vítima e quer consertar voto que deu em 2018” ao comentar sobre a pesquisa Datafolha que mostrou o petista com vantagem de 18% no primeiro turno contra Bolsonaro e 23% na simulação de segundo turno.

Por enquanto o discurso oficial de Kassab é a de busca por um nome mais ao centro capaz de surgir como alternativa a Lula e Bolsonaro, mas o distanciamento em relação ao presidente é bem claro o que atrapalha o sonho de Fábio ser vice na chapa presidencial.

Para saber mais leia:

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2021/05/eleitor-ve-lula-como-vitima-e-quer-consertar-voto-que-deu-em-2018-diz-kassab-sobre-datafolha.shtml?origin=folha

https://veja.abril.com.br/blog/radar/apos-encontro-com-lula-planalto-mapeia-cargos-de-kassab-no-governo/