Categorias
Matéria

Possível apoio de Rosalba a Fátima ressuscita fake news

A possibilidade de a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) anunciar apoio a reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT) ressuscitou uma fake News já explorada ontem pelo ex-vice-governador Fábio Dantas (SD) no debate da Band RN: a de que a CPI da Arena das Dunas fracassou em troca do dessa aliança.

Na época a história, levantada pelo deputado estadual Kelps Lima (SD), já não fazia o menor sentido e os fatos subsequentes reforçam isso.

Durante a CPI ficou acertado que as investigações seguiriam o regimento atualizado da Assembleia Legislativa, o que daria um prazo maior.

Havia um acordo entre os deputados de oposição que apoiavam Rosalba na CPI e os governistas, que tinham uma postura mais crítica.

A CPI travou em seu último ato: a convocação de Rosalba para prestar depoimento. A oitiva era considerada fundamental pela relatora Isolda Dantas (PT).

Os deputados de oposição Coronel Azevedo (PL), Tomba Farias (PSDB) e o governista Kleber Rodrigues (PSDB) eram contra. Este último é da base da governadora Fátima Bezerra, mas também alinhado ao ex-ministro Rogério Marinho (PL), à época alinhado com Rosalba via o deputado federal Beto Rosado (PP).

Isolda contava com o apoio de Subtenente Eliabe (SD), mesmo ele sendo da oposição.

Quando viu que não conseguiria botar a convocação de Rosalba na pauta, Isolda finalizou o relatório dentro do prazo estabelecido pelo regimento atualizado.

Nesse meio tempo o deputado Getúlio Rego (PSDB), suplente da comissão, levantou a tese de que os trabalhos deveriam seguir o regimento antigo, cujo prazo era menor. Getúlio é um antigo aliado de Rosalba e foi líder do governo dela durante os quatro anos de gestão.

Com todos esses fatos não faz o menor sentido dizer que Isolda atrasou de propósito o relatório em nome de um acordo entre Fátima e Rosalba. O relatório estava no prazo anteriormente acordado pelas duas bancadas, Isolda queria convocar a ex-governadora para depor e na última um aliado antigo da pepista travou a entrega do relatório.

Agora Rosalba cogita apoiar Fátima, coisa que já fez em 2014 quando, a hoje governadora ganhou para o Senado.

O apoio, caso se confirme, vem do fato de Fábio Dantas (SD) ter sido lançado ao Governo do RN por Rogério Marinho (PL). Dantas é do partido do prefeito Allyson Bezerra (SD), o que enfraquece o rosalbismo para futuras disputas.

Até então o rosalbismo estava alinhado com o ex-ministro boslonarista. A escolha por um candidato do partido do prefeito de Mossoró mudou o cenário. Não há clima para Rosalba dividir o mesmo palanque com seu algoz em 2020.

Em síntese: o apoio de Rosalba a Fátima, se houver, não tem relação com a CPI da Arena das Dunas, mas é fruto da montagem do palanque da oposição que deixou a ex-governadora em situação desconfortável.

O resto é fake news.

Categorias
Matéria

Partido de Bolsonaro terá candidato disputando eleição de dentro da cadeia

O PL, do presidente Jair Bolsonaro, confirmou neste domingo a candidatura de Wendel Largatixa, policial militar preso no último dia 20 de julho, na Operação Aquaronte, acusado de participar de um triplo homicídio, ocorrido no dia 29 de abril.

A Agência Saiba Mais ouviu o presidente do PL, o deputado federal João Maia, que negou se sentir constrangido com a candidatura de um policial preso.

“Ele vai ser candidato. Legalmente, não tem problema nenhum, ele não tem nenhuma ponderação”, disse. “Para nós, todo mundo é inocente até que se prove o contrário”, reforçou.

Wendel fará dobradinha com Evandro Gonçalves Júnior, o Sargento Gonçalves, que saiu em sua defesa ao discursar como candidato a deputado federal aprovado na convenção. “É a voz contra a bandidagem”, frisou.

Wendel é suspeito de participar de um grupo de extermínio.

 

Categorias
Foro de Moscow

Foro de Moscow 1 ago 2022 – Rogério Marinho e o seu palanque negacionista

Categorias
Matéria

Candidatura de Rogério é homologada na convenção do PL

O PL no Rio Grande do Norte oficializou neste domingo (31) a candidatura do ex-ministro Rogério Marinho ao senado no pleito de outubro, além das candidaturas de nove nomes para deputado federal e 23 candidatos para deputado estadual. Também foi formalizada o apoio ao candidato ao governo Fábio Dantas.

Durante convenção partidária no Palácio dos Esportes, em Natal, o presidente estadual do PL e candidato à reeleição a deputado federal, João Maia, citou toda nominata presente e agradeceu a participação de todos. João Maia destacou a grandiosidade do evento.

“Estamos diante de uma convenção gigantesca do PL, com a participação de candidaturas importantes e de destaque como a do nosso ex-ministro Rogério Marinho, que junto comigo trabalhou para trazer recursos federais. Junto ao governo Bolsonaro, trouxe várias ações com, por exemplo, a água para o sertão do RN”, destacou. E completou: “O Rio Grande do Norte é um estado rico, pois temos petróleo, gás, sal marinho, 400 km de costa, temos o turismo, mineração, somos bons em fruticultura irrigada, criação de camarão e cativeiro. Então o que falta? Falta a gente gerir, planejar e dizer que o futuro que queremos é diferente da atual realidade”.

O candidato Rogério Marinho destacou a importância do governo Bolsonaro junto ao Estado e sua posição como candidato. “Queremos defender a família, a liberdade. A nossa bandeira é a família. Quem fez a transposição do São Francisco foi o Bolsonaro. Esse palanque não é meu, é do povo do Rio Grande do Norte. Obrigado presidente João Maia pelo acolhimento e presidir com maestria o PL do Rio Grande do Norte”, declarou.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, representou o presidente da República na convenção.

A Convenção do PL contou com as participações do candidato Fábio Dantas (Solidariedade) ao governo do Estado, do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), além de prefeitos, vereadores, lideranças, filiados e aliados do partido.

Os candidatos do PL para deputado federal: João Maia, General Girão, Robinson Faria, Gabriel Cesar, Sargento Gonçalves, Josué Moreira, Dr. Roberta Lacerda, Carla Câmara e Vilma Batista.

Categorias
Matéria

Fátima e Carlos Eduardo vencem primeira batalha jurídica contra oposição

A governadora Fátima Bezerra e o pré-candidato ao Senado Carlos Eduardo ganharam na Justiça uma ação movida pelo Partido Liberal (PL), que acusava os dois de campanha eleitoral antecipada. A decisão foi proferida nesta terça-feira (26) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte.

O PL alegou na ação que uma postagem feita por Carlos Eduardo no Instagram, e que citava Fátima Bezerra, beneficiava os dois eleitoralmente e se caracterizava como campanha antecipada. Contudo, a Justiça entendeu que a governadora não tinha conhecimento prévio da publicação e a absolveu por unanimidade.

Carlos Eduardo também foi absolvido da acusação de utilizar a publicação como benefício eleitoral antes do período permitido.

O vídeo apontava a relação do ex-ministro Rogério Marinho (PL) com a retirada de direitos dos trabalhadores e diferenciava a trajetória dele com a de Fátima e Carlos.

Categorias
Sem categoria

Pré-candidato bolsonarista é preso no RN

Saiba Mais

A Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu, na manhã desta quarta (20), o policial militar aposentado e pré-candidato bolsonarista pelo PL a uma vaga na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Wendel Fagner Cortez de Almeida, também conhecido como Wendel Lagartixa.

Wendel, que tem 45 anos, é policial militar aposentado e já havia sido preso em 2010 por meio de mandado de prisão expedido pela Comarca de Nísia Floresta. Na época, ele havia sido acusado de participar da morte da aposentada Maria do Carmo Bay dos Santos, de 62 anos, no município de Monte Alegre. Antes disso, ainda em 2010, ele já havia cumprido 67 dias de detenção pela tentativa de homicídio do pedreiro Jackson Michel da Silva, de 21 anos.

Wendel, que responde a processos e é investigado por suposta participação em grupos de extermínio, costumava aparecer em manifestações de grupos políticos adversários na tentativa de provocar tumultuo. A Polícia Civil confirmou sua prisão, mas ainda não divulgou detalhes do caso.

Em um vídeo publicado pelo próprio pré-candidato em redes sociais, ele parece numa manifestação com uma caixa de som tocando música do candidato adversário, mas as pessoas evitam discussão e o ignoram.

Confira:

Categorias
Matéria

Desembargador indefere liminar do PL contra Fátima e Carlos Eduardo

O desembargador Claudio Santos indeferiu o pedido de liminar na representação feita pelo Partido Liberal (PL/RN) em face de Carlos Eduardo Nunes Alves e de Fátima Bezerra – pré-candidatos ao Senado e ao Governo do Estado nas Eleições 2022, respectivamente – por suposta propaganda eleitoral antecipada.

Na representação o PL/RN afirma que, “no dia 08 de julho de 2022, o pré-candidato ao Senado Federal pelo Estado do Rio Grande do Norte, Carlos Eduardo Nunes Alves, realizou postagem em sua rede social Instagram de um vídeo com clara conotação eleitoral e utilização de “palavras mágicas” (eu vou é pro lado certo; eu não abro nem por 100 e uma cocada) para conduzir o eleitorado ao pedido de voto, em nítida configuração de propaganda eleitoral antecipada”.

Em sua decisão, o desembargador Claudio Santos diz que no contexto em que foi realizada a divulgação, não verifica-se o pedido explícito de votos. “Com essas ponderações, constata-se, na espécie, a ausência de pedido explícito de voto na mensagem objeto de debate neste processo e, por conseguinte, pela inexistência de propaganda eleitoral antecipada, nos termos do que preceitua o art. 36-A da Lei n.º 9.504/1997”.

“Com relação ao pedido de tutela de urgência, não foi identificada a plausibilidade do direito invocado pelo representante, sobretudo porque objetiva a exclusão de postagem que não traz pedido explícito de voto. (…) E destaco que, ausente um dos requisitos obrigatórios (probabilidade do direito sobre que se funda o pedido), desnecessário o exame do outro (perigo da demora), sendo de rigor o indeferimento da tutela de urgência”, destaca o desembargador.

O desembargador Claudio Santos determinou ainda a citação dos pré-candidatos Carlos Eduardo e Fátima Bezerra para que, querendo, ofereçam defesa no prazo de dois dias.

Fonte: TRE/RN

Categorias
Artigo

A dificílima reeleição de João Maia

A reeleição do deputado federal João Maia (PL) é uma das mais complicadas em 2018. Além de enfrentar forte concorrência interna no PL com General Girão e Robinson Faria, ele ainda enfrenta outros problemas.

O principal deles é a concorrência do cunhado Jaime Calado (Republicanos) que terá o apoio da esposa, a senadora Zenaide Maia (PROS), e de muitos integrantes da base que elegeu João em 2018. São bases que vão ser divididas.

Para completar o deputado tem um abalo em sua imagem pela relatoria do Projeto de Lei 4188 que permite ao cidadão indicar o único imóvel como garantia de empréstimo bancário.

João defendeu a proposta com indiferença à tragédia social que essa permissão já causou em outros países, como os Estados Unidos. Isso pegou muito mal.

Será a disputa proporcional mais difícil da carreira política de João Maia.

Categorias
Matéria

Médica antivax e defensora de remédios ineficazes contra a covid já está em campanha para deputada federal

Famosa por fazer uma pregação de que a invermectina (medicamento para tratamento contra piolhos e vermes) servia para o tratamento contra a covid-19 (o que é comprovadamente ineficaz), a médica Roberta Lacerda se tornou uma das estrelas da propaganda partidária do PL exibida em TV aberta.

Recentemente ela teve a conta no Twitter excluída por conta de uma pregação contra as vacinas baseadas em informações falsas que violaram as regras da rede social.

Roberta é pré-candidata a deputada federal e tem forte apelo entre o público bolsonarista. Não por acaso ela escolheu o partido do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Categorias
Matéria

Deputado bolsonarista larga presidência de partido para se filiar ao PL

O deputado estadual Coronel Azevedo deixou a presidência do Partido Social Cristão (PSC) para se filiar ao Partido Liberal (PL).

Coronel Azevedo justificou a decisão como um gesto de compromisso e lealdade ao presidente Jair Bolsonaro que foi para o PL. “Vamos seguir juntos, Deus, Pátria, família, liberdade e sobretudo lealdade ao Presidente Jair Bolsonaro, estamos no 22”.

O PL está montando nominatas para a disputa dos cargos de deputado estadual e federal, além da majoritária, que tem o ex-ministro Rogério Marinho como pré-candidato a senador da República.

Sobre a saída do PSC, o Parlamentar agradeceu ao Presidente Nacional, Senador Marcondes Gadelha, pela confiança em presidir a sigla no Rio Grande do Norte e mandou uma mensagem aos filiados no estado. “A todos os amigos que me seguem no PSC, o meu abraço, nosso mandato segue à disposição”, afirmou.