Categorias
Matéria

Caminhão-agência da Caixa Econômica passa a semana em Mossoró fazendo renegociação de contratos comerciais em atraso

O caminhão-agência da CAIXA fica em Mossoró (RN), até o dia 12 de novembro, para disponibilizar as condições especiais da ação Você no Azul 2021 de liquidação de dívidas de contratos comerciais em atraso. A unidade móvel ficará na Estação das Artes Eliseu Ventania, Av. Augusto Severo, no Centro de Mossoró (RN), com atendimento das 9h às 17h.

Os descontos para quitação de contratos comerciais de pessoas físicas ou jurídicas podem chegar até a 90% do valor da dívida e as condições variam conforme o perfil do crédito contratado e atraso.

No caminhão, os clientes terão à disposição todo o atendimento necessário para o pagamento ou regularização de suas dívidas junto à CAIXA.

Habitação

Os créditos habitacionais também contam com alternativas especiais para negociação, com possibilidade de adesão às condições de pagamento parcial ou a pausa nas prestações, conforme perfil do contrato e do cliente.

Os valores não pagos durante a vigência da negociação por pausa ou pagamento parcial, de acordo com o percentual escolhido, serão incorporados ao saldo devedor do contrato e diluídos no prazo remanescente.

Outros Canais

Além do Caminhão, os clientes também podem negociar suas dívidas sem sair de casa por meio dos sites da CAIXA ou site específico de negociação; app Habitação CAIXA; pelo telefone 4004 0104 (capitais) / 0800 104 0104 (demais regiões), opção 5; e WhatsApp, pelo número 0800 104 0104, opção 3. As condições também estão disponíveis no Twitter e pelo Messenger do Facebook.

Os clientes também encontram as condições especiais da campanha nas unidades lotéricas para quitação de valores até R$ 2 mil, informando o CPF e intenção de pagamento da dívida Você no Azul.

Serviço

Caminhão Você no Azul em Mossoró (RN)

Data: 08 a 12 de novembro de 2021

Horário: das 9h às 17h

Local: Estação das Artes Eliseu Ventania, Av. Augusto Severo, Centro, Mossoró (RN)

Fonte: Caixa Econômica

Categorias
Matéria

Câmara aprova pedido de informações sobre FGTS devido pela Prefeitura de Mossoró

Marleide Cunha consegue aprovar pedido de explicações sobre pagamento do FGTS (Foto: cedida)

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou requerimento da vereadora Marleide Cunha (PT) que buscar informações sobre segunda parcela do FGTS.

O questionamento é direcionado à Caixa Econômica Federal e busca informações sobre os saldos individualizados do FGTS dos servidores aptos a receberem a 2ª parcela.

“É importante frisar que o saldo não gera despesa alguma ao município, visto que o dinheiro já está na conta da Caixa Econômica”, explica Marleide.

Em 2019, mais de 800 servidores receberam a primeira parcela do FGTS. Para Marleide o pagamento seria uma forma de amenizar a crise provocada pela pandemia da covid-19. “Por conta da crise agravada pela pandemia, mais do que nunca é necessário termos essas informações para compartilhar com as muitas famílias que poderão e serão ajudadas pela segunda parcela”, declarou a vereadora.

A vereadora Marleide Cunha também apresentou a indicação 684/2021 pedindo ao prefeito Allyson Bezerra (SD) celeridade nas diligências para a liberação do FGTS dos servidores no intuito de abrandar os efeitos econômicos negativos gerados pelo agravamento da pandemia.

Categorias
Matéria

Pagamento do auxílio emergencial gera aglomeração em agência da Caixa

Filas colocam pessoas em risco de contágio de covid-19 (foto: cedida)

Como era de se esperar o pagamento presencial do auxílio emergencial gerou aglomerações na frente da agência da Caixa Econômica Federal da Rua Coronel Gurgel, no Centro de Mossoró. A situação favorece a propagação do novo coronavírus.

O problema decorre da exclusão digital tendo em vista que a maioria dessas pessoas não tem Internet em casa ou planos com 4G, mas também da desorganização do banco que não organiza a fila respeitando as distâncias recomendadas pelas autoridades de saúde.

Hoje estão sendo pagos os benefícios para quem nasceu nos meses de janeiro e fevereiro. Recebem quem não é beneficiário do Bolsa Família e não tem conta em outro banco.

Categorias
Sem categoria

Busca por auxílio financeiro provoca tumulto na porta de agência da Caixa Econômica em Mossoró

Centenas de pessoas se deslocaram para a porta da Agência da Caixa Econômica na Rua Coronel Gurgel. Eram pessoas que queriam receber o auxílio financeiro do Governo Federal no valor de R$ 600.

A confusão foi tamanha que foi necessário chamar a Polícia Militar para acalmar os ânimos. No vídeo abaixo uma servidora da Caixa explica como funciona o pagamentos.

É necessário fazer uma campanha publicitária alertando as pessoas sobre o uso dos aplicativos bancários. O quadro de exclusão digital e desinformação está colocando as pessoas em risco de contágio de covid-19.

Categorias
Matéria

Ex-vereador de Mossoró é denunciado por prática de “rachadinha”

Heró Silva é acusado de “rachadinha” (Foto: Web/autor não identificado)

O ex-vereador José Heronildes Alves da Silva, o “Heró”, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) por prática de “rachadinha” por meio do recebimento de dinheiro através de empréstimos consignados feitos por assessores.

A ação civil pública foi movida pela 19ª Promotoria de Justiça Mossoró. A demanda pede a condenação do ex-vereador por ato de improbidade administrativa, em razão do recebimento de vantagem indevida.

A “rachadinha” se dava através do repasse ao ex-vereador dos empréstimos consignados feitos pelos assessores parlamentares lotados em seu gabinete. A operação de crédito foi feita na Caixa Econômica Federal.

A ação, ajuizada nesta quinta-feira (20), foi distribuída para 1ª vara da Fazenda Pública de Mossoró.

Valores

As investigações do MPRN comprovaram que o demandado recebeu em sua conta bancária o total de R$ 74.951,86, decorrente dos repasses dos empréstimos consignados realizados por seus assessores parlamentares no ano de 2013.

A ação destaca que o ex-vereador só recebeu esses valores em razão do seu cargo de vereador, pois tinha o poder de indicar pessoas para trabalharem diretamente com o mesmo. Ou seja, utilizou da prerrogativa do cargo de agente político para auferir mais vantagem econômica, além do seu salário de parlamentar.

O MPRN requereu a condenação do ex-vereador pela prática de improbidade administrativa, decorrente do enriquecimento ilícito e da violação aos princípios da administração pública.

Categorias
Matéria

Prefeitura deve usar venda da folha para quitar dívidas de consignados

A Prefeitura de Mossoró deve incluir o pagamento das dívidas de empréstimos consignados dos servidores municipais na negociação da venda folha de pagamento para a Caixa Econômica Federal.

Os números são desencontrados.

Quatro secretários consultados pelo Blog do Barreto não souberam precisar os dados. Extraoficialmente esta página foi informada que a dívida estaria entre R$ 7 e R$ 8 milhões.

Sem precisar a informação o secretário Pedro Almeida disse que a dívida é menor: gira entre R$ 3,7 milhões e R$ 4 milhões.

O consultor do município Anselmo de Carvalho explica que está em negociação o abatimento da dívida dos consignados, a exemplo do que o Governo do Estado fez recentemente, para vender a folha à Caixa. Ele não soube dizer em quanto estão os valores.

Ele acrescenta também que os encargos do empréstimo de até R$ 150 milhões também estão inclusos na negociação.

As informações extraoficiais dão conta de uma variação entre R$ 10 e R$ 15 milhões o valor da venda folha.

Os outros dois secretários consultados alegaram não ter informações sobre o tema.

Rosalba denunciada

No último dia 28 de novembro a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) foi denunciada por apropriação indébita por de descontar e não repassar aos bancos os empréstimo consignados. A dívida que inclui Caixa Econômica e Banco Bonsucesso atinge R$ 7.941.539,73 segundo as contas do Ministério Público.

Categorias
Matéria

Prefeitura informa que pretende pagar FGTS ainda em dezembro

Era em outubro, ficou para novembro e agora o planejamento da Prefeitura de Mossoró é de fazer o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos servidores municipais ainda no mês de dezembro.

Conforme o Blog do Barreto apurou junto à comunicação do município a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) convocou uma reunião com a direção da Caixa Econômica Federal para tratar do assunto.

Outra explicação dada é de que a gestão municipal aguarda os cálculos que são individualizados.

São 2.780 servidores aptos a receber o FGTS nessa primeira rodada de pagamentos. O problema é que alguns não constam no sistema porque são mais antigos e todo o trabalho está sendo feito de forma analógica.