Categorias
Matéria

Girão anuncia apoio a Paulinho Freire

Agora RN

Na manhã desta segunda-feira 20, o deputado federal General Girão (PL) declarou seu apoio a pré-candidatura do também deputado federal Paulinho Freire (União Brasil). O anúncio aconteceu em uma coletiva de imprensa marcada pelo parlamentar em seu gabinete em Natal.

General Girão vinha mantendo a intenção de anunciar a própria pré-candidatura ao cargo, mesmo após Paulinho Freire ter oficializado a pré-candidatura com a presença do senador Rogério Marinho, líder do PL no Estado.

Até o momento, Natal tem quatro pré-candidatos a prefeitura, sendo eles: Paulinho Freire (União Brasil), Carlos Eduardo (PSD), Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (Avante).

No começo de maio, o atual prefeito da cidade, Álvaro Dias (Republicanos), também declarou seu apoio a Paulinho Freire, e anunciou que a secretária de Planejamento Joanna Guerra comporá a chapa majoritária como pré-candidata a vice-prefeita.

Categorias
Análise

Álvaro dá giro de 360 graus com apoio a Paulinho Freire e perde a condução da sucessão

O prefeito de Natal Álvaro Dias (Republicanos) tinha um caminho natural na sua base aliada para apoiar ao final de 2022: era o deputado federal recém-eleito Paulinho Freire (União).

Mas Álvaro não compreendeu que o cenário político mudou com a queda de sua aprovação. Ele agia como se ainda estivesse com dois terços de aprovação em Natal e queria lançar o que na política se convenciona chamar de “poste”.

No caso, a secretária de planejamento Joanna Guerra.

Com a aprovação de Álvaro em baixa, Guerra não se viabilizou e Álvaro perdeu o controle da sucessão enquanto Paulinho se articulava nos bastidores.

Paulinho se viabilizou, subiu nas intenções de voto e ganhou o apoio supervalorizado de Álvaro.

O prefeito ainda tem força, mas não é a potência que se apresenta nos comentários políticos da capital. Paulinho pode até melhorar nas intenções de voto, mas carregará o ônus de uma gestão em queda no gosto popular.

 

Categorias
Matéria

Álvaro anuncia apoio a Paulinho Freire com Joanna Guerra de vice

Agora RN

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (Republicanos) acaba de oficializar apoio à pré-candidatura do deputado federal Paulinho Freire (União Brasil) às eleições municipais de 06 de outubro. O apoio vem atrelado ao nome da Secretária de Planejamento de Natal, Joanna Guerra (Republicanos), como pré-candidata à vice na chapa de Paulinho.

O anúncio foi feito por Álvaro Dias em coletiva de imprensa na sede do Republicanos, na Av. Floriano Peixoto, na tarde desta quinta-feira 2. O prefeito chegou ao local acompanhado de Paulinho Freire e do presidente da Câmara Municipal, vereador Eriko Jácome (PP).

Em entrevista à TV Ponta Negra no começo da tarde desta terça, o prefeito sinalizou que a imprensa e o natalense teria “uma grande surpresa” quanto ao apoio do chefe do executivo. “Estão fazendo muitas especulações, estão errando muito, estão afirmando, colocando palavras na minha boca. Vão ter uma surpresa muito grande. Muitos estão errando”, declarou. O AGORA RN publicou que a maioria dos vereadores defende adesão do prefeito à pré-candidatura de Paulinho Freire.

A novidade vem com o nome de Joanna Guerra, a quem o próprio Álvaro já havia descartado para as eleições de 2024. Em entrevista a rádio 96 FM em 23 de abril, ele declarou que preferia indicar a secretária para candidata a prefeita, mas o nome dela não emplacou. “Eu tinha uma preferência, a princípio, pela secretária Joanna Guerra, mas, de acordo com o andar da carruagem, com o desenrolar da política, eu estou achando mais viável apoiar um dos candidatos já lançados: Carlos Eduardo ou Paulinho Freire”, disse Álvaro à época.

Com a decisão anunciada hoje, o número de partidos que devem confirmar apoio político a Paulinho Freire durante o período das convenções partidárias, que ocorre de 20 de julho a 05 de agosto, aumenta para sete.

Categorias
Artigo

Os deputados que votaram para soltar mandante do assassinato de Marielle e a normalização do absurdo

A Câmara dos Deputados decidiu manter a prisão de Chiquinho Brazão (sem partido/RJ) por 277 x 129. A votação foi apertada porque se tem 21 votos a menos o suspeito de mandar matar a vereadora Marielle Franco em 2018 seria libertado.

Na bancada do Rio Grande do Norte três deputados foram a favor de soltar Brazão: Sargento Gonçalves (PL), General Girão (PL) e Paulinho Freire (União). Os dois primeiros a gente espera isso mesmo porque são bolsonaristas raiz. O terceiro é uma decepção não pelos gestos recentes, mas pelo conjunto de sua história política com status de moderado.

Paulinho decidiu radicalizar para ter o voto bolsonarista em Natal esquecendo-se que para vencer a eleição de prefeito de Natal precisa de 50% + 1 dos votos válidos e Natal rejeitou Jair Bolsonaro (PL) nas eleições presidenciais de 2022.

A dificuldade em manter a decisão do ministro Alexandre de Moraes dá uma ideia do quanto o absurdo foi normalizado no Brasil com a ascensão do bolsonarismo.

Desde o início o bolsonarismo demonstrou desprezo pela morte de Marielle. Afinal de contas é uma mulher negra, LGBT e que desceu o morro para fazer política no asfalto. Tudo que um reacionário mais detesta. Como não podem dizer isso abertamente, apelam para subterfúgios que não param em pé como a defesa da constituição, um contrassenso em se tratando de bolsonarismo, que tem no golpismo um de seus pilares.

O Brasil pós-bolsonarismo abraçou a normalização do absurdo em nome de uma suposta imparcialidade que no fundo pinta como concordância envergonhada. O problema é que o tempo vai passando e mais gente vai perdendo o constrangimento em se alinhar com o absurdo.

Categorias
Matéria

Deputado questiona gastos com buscas do Presídio Federal de Mossoró

As buscas pelos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró chegaram aos 35 dias e têm mobilizado mais de 600 agentes na operação. Homens da Força Nacional, Polícia Militar, Civil, equipes de elite da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, além de helicópteros, drones, cães farejadores e outros equipamentos tecnológicos sofisticados. Apesar dos esforços, a operação segue sem resultado positivo e chama atenção pelos altos custos investidos e tempo dos profissionais dedicados nessa missão.

Esse forte efetivo concentrado em Mossoró, consequentemente, resulta em desfalque na segurança dos locais de onde saíram os profissionais, deixando a população descoberta sem o importante e necessário acompanhamento feito pelo policiamento ostensivo.

Atualmente, o Rio Grande do Norte possui cerca de 7 mil criminosos procurados com mandado de prisão em aberto, por isso se faz necessário destacar e questionar neste momento o tratamento diferenciado, que está sendo dado nessa força tarefa para recapturar apenas  dois fugitivos.

Como uma das funções do Parlamentar é  fiscalizar, o Deputado Paulinho Freire encaminhou um Requerimento de Informação n. 566/2024, solicitando informações ao Ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, com o objetivo de acessar os valores despendidos e a forma detalhada de como esses recursos estão sendo utilizados nessa operação.

O Requerimento segue o trâmite legal legislativo, conforme Art. 50 da Constituição Federal  e Artigos 115 e 116 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados. Será despachado pelo Presidente da Câmara, Arthur Lira, ouvida a Mesa, e posteriormente será encaminhado pelo Primeiro Secretário da Câmara ao Ministro que possui o prazo de 30 dias para apresentar resposta, sob crime de responsabilidade em sua recusa ou o não atendimento.

Categorias
Matéria

Redução do número de nomes turbina Paulinho em pesquisa em Natal

A pesquisa Brâmane divulgada ontem pelo Blog do BG trouxe como fato novo o empate técnico entre os deputados federais Paulinho Freire (União) e Natália Bonavides (PT) na disputa pelo segundo lugar.

Apenas 0,3 ponto percentual separa os dois.

Natália vem em segundo em todas as pesquisas, mas nesta pesquisa ultrapassou a casa dos 15% assim como Paulinho. Ela tem 16.6% e ele 16,3%.

Já Paulinho deu um salto saindo de um patamar abaixo dos dígitos. Um fator fundamental é o cenário abordado na sondagem que reduziu o número de candidatos, deixando apenas os dois já citados nesta análise e a secretária municipal de planejamento Joanna Guerra e o ex-prefeitos Carlos Eduardo Alves (PSD) com respectivamente 2,4% e 37.2%.

A pesquisa não incluiu o ex-deputado federal Rafael Motta (PSB) que se mantém pré-candidato. Seus votos se espalharam entre Paulinho e Natália. No primeiro caso por ser um nome alinhado com o prefeito Álvaro Dias (Republicanos) e no segundo pelo rescaldo eleitoral de 2022 quando colou no eleitorado lulista.

Para Paulinho o plus é a retirada da pré-candidatura do deputado federal General Girão (PL), deixando o bolsonarismo órfão e ele como o polo de atração do eleitorado reacionário.

O número reduzido favoreceu o melhor desempenho de Paulinho em pesquisas até o momento.

Categorias
Artigo

Paulinho Freire abraça o bolsonarismo pensando no segundo turno, mas entrega eleitor de Lula de bandeja a Carlos Eduardo

Ao assinar o pedido de impeachment do presidente Lula (PT) por causa das críticas que ele fez ao massacre que o governo de Israel faz aos palestinos, o deputado federal Paulinho Freire (União) fez um aceno ao eleitor bolsonarista.

Em terceiro lugar na última pesquisa divulgada pelo Instituto AgoraSei, Paulinho quer atrair o eleitor bolsonarista para sonhar com um segundo turno.

Para o momento a estratégia faz sentido.

Mas lá na frente ele pode pagar um preço alto. É que esse posicionamento será lembrado pelo eleitor lulista e em um eventual embate com o líder folgado nas pesquisas Carlos Eduardo Alves (PSD) ele perderia o eleitor do presidente que venceu na capital potiguar nos dois turnos em 2022 e mantém bons índices de aprovação.

Paulinho agiu pensando no presente sem pensar no futuro.

Categorias
Análise

Sucessões de erros faz Álvaro Dias ficar sem candidato competitivo em Natal e perder o controle da sucessão

Enquanto a popularidade ia despencando na atual quadra histórica, o prefeito do Natal Álvaro Dias (Republicanos) agia como se ainda estivesse com mais de 60% de aprovação, o que lhe daria condições pinçar qualquer nome e tornar competitivo nas eleições da capital.

Um fato sintomático de que o prefeito da capital perdeu o controle da sucessão é que um atual desafeto de Álvaro, o senador Rogério Marinho (PL), convidou publicamente Álvaro para um entendimento em torno do deputado federal Paulinho Freire (União).

Paulinho, outro ex-aliado de Álvaro, seria o candidato natural do grupo do prefeito. Mas os dois se afastaram no ano passado.

Álvaro tentou inventar de todas as formas um sucessor que pudesse controlar. O nome escolhido foi o da secretária de planejamento Joana Guerra, uma figura desconhecida, que obviamente tem dado traço nas pesquisas.

Com pouco mais de 30% de aprovação nenhum estrategista político sério recomendaria a um prefeito apostar num “poste” com uma popularidade neste patamar. Álvaro insistiu no erro mesmo tendo ao seu lado um nome bem aceito, com bom trânsito no campo progressista e conhecido como o ex-deputado federal Rafael Motta (PSB).

Foi outro erro.

Álvaro age como se ainda fosse um prefeito popular. Brigou com Rogério, com Paulinho, teve uma tentativa frustrada de aproximação com o PT, está desperdiçando a chance de investir em Rafael Motta e segue numa estratégia fadada ao fracasso com Joana Guerra.

Uma sucessão de erros de um prefeito que está olhando para 2024 pensando em 2026 quando deseja disputar o Governo do Estado sem se tocar que está enfraquecido na própria capital do Estado.

Enquanto fazia apostas erradas, fortalecia ex-aliados. Paulinho se entendeu com Rogério e agora é terceiro colocado nas pesquisas. O senador já fez um chamado público para fumar o cachimbo da paz com o prefeito porque sabe que Álvaro já não controla a própria sucessão.

 

Categorias
Matéria

Paulinho Freire se alinha ao bolsonarismo e assina impeachment de Lula por fala crítica a Israel

O deputado federal Paulinho Freire (União) mandou a moderação às favas e decidiu se alinhar ao bolsonarismo mais escrachado e assinou o pedido de impeachment do presidente Lula (PT) sugerido pela deputada Carla Zambelli (PL/SP), aquela que percorreu ruas de São Paulo apontando arma para um jornalista negro na véspera do segundo turno de 2022.

Paulinho seguiu a linha de entendimento de que ao criticar o massacre que Israel promove contra o povo palestino, Lula incitou guerra com país estrangeiro, o que seria crime de responsabilidade.

“As declarações do presidente Lula não apenas comprometem a dignidade de um momento histórico de profunda tristeza e sofrimento, mas também colocam em risco as relações diplomáticas com Israel e ofendem a comunidade judaica mundial,” disse Paulinho à Tribuna do Norte ao justificar a posição.

Apesar de ter votado a favor em 60% das proposições do governo Lula, Paulinho decidiu seguir a linha radical dos deputados General Girão e Sargento Gonçalves, os “bolsonaristas raiz” da bancada potiguar.

Paulinho terá o apoio do senador Rogério Marinho (PL), líder do bolsonarismo no Rio Grande do Norte, na eleição para prefeito de Natal deste ano.

 

Categorias
Matéria

Paulinho Freire lança pré-candidatura com apoio de cinco partidos

O auditório do Arena das Dunas foi palco nesta manhã de terça-feira, 23, para o lançamento do Deputado Federal Paulinho Freire à pré-candidatura a Prefeitura de Natal, contando com o apoio do União Brasil, o qual faz parte, e dos Partidos PSDB, PP, PL E PODEMOS.

Momento importante em sua trajetória política e de retribuição a cidade que há 30 anos trabalha em prol do seu desenvolvimento.

“Natal é a cidade que nasci, que vivo e amo. Conheço seus problemas, desejo e me sinto pronto para buscar soluções. A festa de hoje foi o pontapé inicial para uma longa caminhada, onde vamos contar com o apoio de todos que conhecem a minha história e que partilham do mesmo sentimento: Construir uma Natal melhor para todos!”

O evento contou com a presença dos Senadores Rogério Marinho (PL) e Styvenson Valentim (Podemos) e dos Deputados Federais Benes Leocádio (União Brasil) e João Maia (PP), e a participação do Presidente estadual do UB, ex-senador José Agripino. Além dos Deputados Estaduais Ivanilson Oliveira e Taveira Junior (UB), Tomba Farias, Dr. Kerginaldo Jácome, Gustavo Carvalho (PSDB), Prefeitos de diversos município e mais 15 Vereadores da capital que declararam apoio a sua pré-candidatura.